Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Entre Amigos: Sexo no seminário

Bem, tudo começou quando eu tinha 19 anos, era um moleque tímido e nunca tinha namorado uma menina. Sexo era só punhetas vendo "catecismos" do Carlos Zéfiro ( eu os vejo até hoje, rs). Então, meu pai mandou eu estudar como interno em um seminário em Piracicaba, e minha primeira experiência sexual foi algo que nunca esqueci. Lá, O nosso dormitório tinha as camas dispostas lado a lado, cada uma defronte de nosso armário. Uma madrugada acordei assustado, e vi meu colega vizinho de cama, ajoelhado ao lado ma minha cama, me masturbava de leve o meu pau já duro e com a língua lambendo meu mamilo. Percebi que meu pau estava todo molhado, pois acho que ele chupou antes. Ele disse que queria me comer, de pronto eu disse nunca! E também disse: não faça isso nunca mais, pois senão eu iria contar para o Reitor e ele seria expulso.

Acho que ele contou isso para mais alguém, pois passado alguns dias, eu estava no banho depois que quase todos já haviam se banhado, pois eu ficava na piscina até o último minuto permitido, e nossos box de banho eram dispostos lado a lado, paredes de blocos com 1,70 de altura e com uma porta fechada com um trinco bem fajuto. Pois bem, de repente, ouvi um barulho e vi outro colega , já com uns 120 anos, entrando no meu box, forçando o trinco frágil. Ele estava pelado e já punhetava o pau duro. Fiquei super assustado e com medo e mandei ele sair dali, mas ele me agarrou por trás e ficou me encochando com o pau entre as nádegas, depois me virou de frente, me chupou o pau tão gostoso que não tive reação de fazer ele parar, tal era minha satisfação de sentir aquela boca me chupando tão gostoso o pau. Ele chupou com vontade e maestria, deixando o pau bem molhado, e depois me tocou uma punheta enquanto ele também se masturbava e me virando de costas, gozou por cima de minha bunda.

Claro que não gritei, mas fiquei mesmo com muito medo que outros colegas também viessem querer me comer ou fazerem troca-troca. O resto do ano letivo passou rápido, e nunca mais alguém tentou algo comigo. Chegaram as férias, voltei pra São Paulo e disse ao meu pai que não iria mais retornar para o seminário. Hoje fico relembrando quantos colegas que eu poderia ter comido o cuzinho deles se eu tivesse a malícia e tesão que hoje tenho por um cú lisinho de passivo. Quer vir mamar e me dar o teu lisinho ?? Mas, somente para passivos bundudos e lisinhos aqui da zona leste de Sampa.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/sim, sou o charmemaduro



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

07/05/2016 17:28:41 - Comigo quase aconteceu algo assim no retiro do meu colégio jesuíta quando eu tinha uns 15(quinze) anos. Os chuveiros ficavam em boxes também com umas portinhas tipo banheiro público que não iam até o chão. Já estava no chuveiro quando uns colegas entraram no banheiro começaram a fazer bagunça. Um deles, Osny, forçou minha porta. Eu assustado fui pelado mesmo segurar pra ele não entrar. Ele forçou mas eu (infelizmente)consegui segurar. Enquanto ele empurrava a porta, colocava a mão por baixo dela e ficava pegando minhas pernas. Aí se abaixou e enfiou a cabeça por baixo e ficou me vendo pelado pedindo pra eu abrir. Fui bobinho e falei pra ele parar. Ele insistiu mais um pouco e desistiu. Não sei o que aconteceu nos outros boxes. Me arrependo até hoje, rsrs... Jubarte

25/04/2016 23:11:04 - Adoraria experimentar!

25/04/2016 00:32:59 - Que delícia esse conto.

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente