Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Entre Amigos: Uma ereção imensa

MEU AMIGO ORIENTAL Conheci Issamo em um curso de alemão em Porto Alegre. Vivíamos na mesma cidade e no mesmo bairro, porém, não o havia conhecido. Nosso primeiro contato se deu no início de um ano letivo há muito tempo atrás. Hoje temos 25 anos. Depois daquele contato inicial em que ele veio estudar em minha turma. Ficamos amigos no primeiro olhar. Foi algo incrível; parecia que já o conhecia por um bom tempo. Gostei do olhar profundo dele em meus olhos. A partir daquela segunda-feira não nos separávamos mais. Minha namorada chegou até a ficar enciumada com tanto aproximação. Nossos pais estreitaram relações e assim nossa amizade ficou mais enraizada. Era comum ele ir passar as noites em minha casa e eu na dele. Até então, ficávamos presos entre livros, dicionários e revistas.

Sem percebermos, passamos a desenvolver ciúmes um do outro. A princípio, cheguei a pensar que era coisa de amigos que se consideravam irmãos. Lembro-me que quando ia dormir na casa dele, ficávamos a noite toda conversando sobre vários assuntos. Quando chegou uma época, que fui estudar em Potsdam, a cidade de meu pai, na Alemanha. Queria muito essa viagem, mas sentia uma dor estranha no peito por ter que deixa-lo e passar um ano longe de meu amigo. Na noite em que fui dizer a ele foi que percebi que o amava e ele também nutria por mim o mesmo sentimento. Foi nessa noite que percebi o quanto ele tinha se tornado bonito e dono de uma bunda maravilhosa.

Havia ido dormir na casa dele, pois os pais haviam ido a São Paulo. Quando cheguei ele me recebeu com seu famoso abraço apertado de que eu tanto gostava. Era uma sexta-feira. Assistimos a um filme que fizemos questão de ver juntos. Sentei-me no sofá e ele veio encostar-se em mim. Estava sentado com uma perna esticada no sofá e a outra abaixada. Ele simplesmente sentou-se entre minhas pernas e encostou a cabeça em meu peito e, ficamos os dois vendo o filme. Estava tão boa aquela situação que nem me dei conta que o estava acariciando e ele fazia o mesmo com meu braço. Era uma daquelas noites frias de Poa - Porto Alegre - e o calor produzido pelo nosso contato aliado aos carinhos dele me proporcionaram uma ereção imensa. Como esconder aquela situação? Esporadicamente ele olhava para mim com aqueles olhinhos rasgadinhos para comentar uma cena e se encostava cada vez mais em meu pau que estava a ponto de explodir na bermuda. Eu ia à loucura com aquilo e ele parecia gostar.

Eu tinha 180 de altura, coxas grossas e peludas e um cacete de 22cm grosso, cabeça grande e rosada e o corpo do meu pau é cheio de veias. Como esconder o tesão que sentia por meu amigo para não estragar nossa amizade de muito tempo? Finalmente o filme acabou e ele foi preparar um chocolate quente. Resolvi tomar um banho, pois tinha a cueca toda melada. No box, ouvi a voz dizendo que me esperava no quarto. Saí enrolado na toalha e fui para o quarto. Ele já se encontrava na cama - sempre dormíamos juntos - e dizia me rápido que tu vais resfriar. Quando tirei a toalha e fiquei nu, ele me deu uma olhada como que pedindo "Me fode". Vesti o short do pijama e pulei na cama. Tomamos o chocolate. Ele ficava me olhando de uma maneira que me custava uma vida para não cair em cima dele e cobrir de beijos aquela boca linda e beijar aquele corpo saradinho, lisinho. Eu estava completamente apaixonado por ele e só naquela noite, prestes a ir embora por um ano me dei conta que iria ficar sem ele. Ele era muito bonito também: alto, lisinho, uma boca linda e uma barriguinha maravilhosa. Mas precisava falar a ele que no domingo iria partir. Quando me sentei na cama, ele me abraçou e olhou bem em meus olhos e disse: "__ Fala o que tu tens para me dizer e estás enrolando o dia todo." Nesse momento não aguentei, o abracei e o beijei na boca. Já esperava um soco ou um xingamento, mas ele correspondeu. Essa atitude me encorajou. Olhei pra ele e pedi desculpas. Ele disse: "__ Eu também queria isso." Mas precisava dar lhe a notícia. Sentei-me de frente pra ele e disse que no domingo iria para a Alemanha para ficar um ano. Ele não disse nada a princípio. Ficou me olhando com uma expressão assustada e logo depois os olhos marejaram. "__Tu estás brincando, né, guri?" Como percebeu que não respondi nada, desabou. Abracei-o e nos beijamos com vontade. Falei tudo que sentia por ele. Deitei ele na cama e me deitei por cima. Pude sentir o pau dele pulsando no meu. Mamei os peitos dele e ele gemia de tesão. Chamava me de seu macho e que me amava desde o primeiro dia e que tinha vontade de perder o cabaço comigo. Nessa hora, ele tira meu short liberando meu pau que já estava duro como ferro e todo babado.

Acabei de tirar o pijama dele e pude apreciar aquele corpo que seria só meu. Fui beijando ele desde a boca até o pau, depois pus ele de quatro e meti a língua naquele rabo delicioso. Ele estava cada vez mais excitado. Deitou me na cama e veio me beijando, descendo pela minha barriga e pegou meu cacete babado na boca e tentava engolir. Ia até a metade e tentava cada vez mais. Não estava resistindo tanto tesão. Estava ali me chupando o guri mais gato que conhecia e dono de uma bela bunda virgem. Quando ele vira pra mim e pede "Me come", meu pau inchou mais ainda. Imaginei comê-lo de quatro devido o tamanho de meu pau e ele ser virgem; não queria machuca-lo, mas dar lhe prazer. Corajoso ele me disse "Quero que me comas de frango. Comprei até gel para essa ocasião. Tua mãe deixou escapar que irias viajar e eu decidi que hoje seria teu." Estava no êxtase.

Lubrifiquei bem o cuzinho dele com gel, passei bastante gel na camisinha e coloquei na porta do cuzim dele. Era tesão demais. Forcei a entrada, ele pediu calma. Enfiei um dedo, depois dois. Meti o kct de novo, entrou a cabeça e parei para ele acostumar. Fui forçando e entrando devagar e parando. Ele olhou pra mim e pediu tudo. Olhando nos olhos dele enfiei tudo dentro. sentia as pregas do cu dele se rompendo e ele chorando. Enfiei tudo e fiquei parado. "Amo estes teus olhos azuis. Sempre te amei. Sou teu, me fode." Comecei a bombar devagar, depois fui acelerando me perdendo cada vez mais dentro daquela zona de calor e delírio. Bombava gostoso e o beijava. Ele foi sentindo prazer e pedia mais. Quase gozando, tirei meu pau e despejei jatos de leite na cara dele, na barriga. Foi incrível vê-lo gozando com meu pau atolado no cuzim dele. Fui para Alemanha, fiquei lá um ano e no segundo ano, vim busca-lo para ficar comigo. Nessa altura já não tinha mais namorada. Hoje, ainda estamos juntos.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

27/08/2016 21:43:26 - adorei a estória ou conto .sou oriental tbm e gostaria muito sentir uma pica grande me violando .é meu sonho ,um dia talvez eu crie coragem de sair do armário ...felicidade ao casal ,parabéns .

27/08/2016 21:41:55 - adorei a estória ou conto .sou oriental tbm e gostaria muito sentir uma pica grande me violando .é meu sonho ,um dia talvez eu crie coragem de sair do armário ...felicidade ao casal ,parabéns .

01/08/2016 05:47:28 - linda história! O mais legal é que o título promete putaria, mas o conto é muito mais de sentimento e atração (embora a parte do sexo seja uma delicia).

01/08/2016 05:47:13 - linda história! O mais legal é que o título promete putaria, mas o conto é muito mais de sentimento e atração (embora a parte do sexo seja uma delicia).

21/05/2016 19:51:18 - Parabéns triplamente....pelo relacionamento que rompeu barreiras, pelo conto maravilhoso homoerótico e muito bem escrito e pela coragem de compartilhar...felicidades ao casal!

20/05/2016 17:39:26 - Linda história de amor, cara me emocionei, to proc. um amor verdadeiro assim, parabéns aos dois, felicidades. de coração, muito linda a história de vcs. bjs...

19/05/2016 19:36:39 - Tbm quero voce!

13/05/2016 14:16:45 - amei essa historia, parece sonho.

12/05/2016 19:30:26 - esta historia parece um conto de fadas, linda...muito bem contada, cheia de de erotismo e paixao...eu estou vivendo tambem uma linda historia, como para contar..vou ver se me animo e conto para voces..acho q merece ser compartida...

12/05/2016 18:10:20 - Linda historia..o amor e maravilhoso eu estou vivendo algo muito lindo também..também tanvem pra contar. .nossa..

12/05/2016 18:10:08 - Linda historia..o amor e maravilhoso eu estou vivendo algo muito lindo também..também tanvem pra contar. .nossa..

12/05/2016 16:26:30 - Que lindo e excitante conto! Parabéns!

12/05/2016 15:03:36 - - Maravilhosa e linda história. Excitante, sincera e real.

12/05/2016 08:52:50 - Oi! Devo mandar meus parabéns pela narrativa porque este é um canto para contos homoeróticos; parabéns também pelo romance. Tem arte! Se tiver mais a narrar, narre porque entretém.

12/05/2016 02:37:48 - Que linda e romântica história de vocês, allem de excitante.

12/05/2016 00:29:40 - Nossa adorei o conto... Muito bom gostaria de viver uma história assim...

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente