Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Entre Amigos: Amigos se ajudando no sexo

Meu nome é Antonio, tenho 55 anos, casado (bem casado) e pai de tres filhos já com as suas vidas resolvidas. Sou advogado, trabalho pra pequenas e médias empresas em Recife. Há mais de doze anos trabalhando pra Eugênio (43 anos), ficamos muito amigos..amigos de sair pra beber e confidenciar...como por exemplo que estou perdendo a ereção e ele está sendo traido pela sua esposa...coisas assim.
Quase todo fim semana saimos para beber e jogar conversa fora. Bem, Há duas semanas a sua mulher foi embora com o outro cara e meu amigo Eugênio não está nada bem. Nesse final de semana, como a minha mulher viajou pra visitar um parente na paraiba, eu resolvi ir pra nossa casa de praia relaxar um pouco, tomar umas cervejas e pescar pra matar o tempo...me lembrei de convidar o Eugênio pra ir comigo, já que ele estava só, se sentindo pra baixo...ele topou de premeira. Marcamos de passar na casa dele as 08:hs da manhã. Chegando lá toquei a campanhia duas vezes pra que ele aparecer dez minutos depois com cara de quem não dormiu bem. Guardamos suas coisas na mala do carro e seguimos viagem.
-E então, Eugênio...como estais?
-Estou bem Tom! Só não consegui dormir direito...e você tem conseguido fazer alguma coisa com a Ângela?
-Penetrar, não consigo, mas brincamos de ouras formas e consigo fazer ela gozar e gozar também.E você como tem se virado nesse sentido?
-Tô no "cinco contra um" o tempo todo. Ainda há pouco quando você chegou, eu tava batendo uma. Ainda tô com os ovos inchados e doendo. Eu fico assim quando não gozo!
-Quer dizer que eu sou empata punheta, cara? Pô! Termine aí, não fique assim não! Pode continuar o "serviço". Faça de conta que não estou aqui!
-Fala sério Tom? Vai sujar teu carro!
-Não se preocupe, eu vou lavar ele mesmo quando chegamos lá, e também tem papel no porta luvas.
-Sendo assim, vou me aliviar...
Sem olhar pra ele, e pelo som do ziper abrindo, imagino que ele pôs o pau pra fora e começa a se acariciar. Em pouco tempo escuto o som característico do pau escorrendo na mão molhada de saliva e ele começa a gemer baixinho, como se estivesse sofrendo de prazer. Me controlo pra não olhar de lado. Meu coração esta disparado...eu tinha faldo meio que bricando, mas ele levou a sério e stava se masturbando ali mesmo, ao meu lado...no meu carro. Puta que pariu!!! Que vontade de olhar...
De repente escuto ele me falando quase num gemido:
-Me ajuda, Tom!Me ajuda a gozar...
-O quê, cara? Não sou viado! Tá me desconhecendo?
-Não, Tom! Eu também não sou. Somos dois homens! Dois amigos se ajudando no sexo. Que mal há nisso? Não somos viados por isso. Você me ajuda a gozar, depois eu te ajudo! Estamos só nós dois...
-Está bem, Eugênio! Vou te ajudar...mas, que fique só entre nós, tá?
-Claro! Vai ser nosso segredo! Depois eu te ajudo a gozar também...
Dizendo isso, ele pega minha mão e ponhe no seu pau. Quando eu sinto a textura da pele daquele membro na minha mão, meu coração dispara, meu corpo treme como se eu estivesse com febre. Começo devagar apalpando aqule pedaço de carne dura e mesmo sem ter visto ainda, não demoro pra perceber que é um cacete grande e grosso. Diminuo a velocidade pra 30km e olho pra aquele que com certeza foi o mais belo pau que eu já vi. Nem em filme pornô eu vi um desses. 23 a 24cm de tamanho, eu calculei. Reto, rígido e veiudo. Isso sim é que era um pau de verdade.
-Que pau é esse, Eugênio? E eu que pensei que o meu fosse grande!
-Pra você ver tamanho não é documento, pois minha mulher me deixou. Brinque com ele! É todo seu, e não me diga que não está excitado...todo homem tem vondade de pegar noutro pau que não seja o seu, não é? eu já e tive e tenho vontade, só não tinha coragem, mas hoje vou pegar no seu também...isso acaricia meus ovos, enquanto eu me masturbo. Ai, que mão gostosa!!! Deixa ue ver teu cacete também...deixa...
E assim, começa ame acariciar por cima da bermuda e eu sinto que também estava tendo uma ereção. que coisa boa. Que tesão!
Ele abre minha braguilha e ponhe meu pau pra fora e começa a acariciar toda região dos testículos até a cabeça do pênis.
-Você não disse que não tinha ereção, Tom? O quê é isso então? Na verdade você precisava era fazer algo diferente! Veja! Sinta! está duro como pedra!
Sem meias palavras ele cai literalmente de boca no meu pau, engolindo meus 18cm de uma só vez. Diminuo mais um pouco a velocidade! Ainda bem que quase não passa carros na estrada.Sinto o calor da sua boca engolindo meu sexo de uma forma como nuca foi antes. Simplesmente eu estava tendo o melhor boquete da minha vida, e feito por um homem. Sua lingua se enrrolava no meu pau como uma serpente e ao mesmo tempo que engolia toda extenção do meu cacete, ele ainda conseguia lamber meus ovos, e com isso, eu tinha a pressão da sua garganta na cabeça e na grande do meu pau e o carinho da sua linga nos meus ovos...assim, eu não vou aguentar...solto um urro pra avisar que estou gozando:
-Aiiiii!!!Eu vou gozar, Eugênio....
Ele engole mais ainda meu cacete, enquanto eu extremeço ejaculando em sua boca quente e profunda. Enquanto dou os últimos esparmos, ele engole todo esperma, saboreando como se fosse um majar dos deuses.
-Poxa, Tom...fazia tempo que você não gozava! Quase me afoga em tanto esperma! Agora me faz gozar também! Vai...estou explodindo de tanto tesão!!!
Paro o carro numa parte como se fosse um atalho meio escondido, e sem falar nada, caio de boca naquele cacete como se fosse a última comida da terra, e tento abocanhar o máximo que posso, quer dizer...só a cabeça e mais um pouco...vou saboreando cada cm como uma puta no cio, chupo os ovos, a lateral e lambo toda extenção, enquanto ele geme me chamando de sua puta, sua vadia e coisas mais sujas...e como que levado por uma força desconhecida, eu me ouço dizendo:
-Quero esse pau no meu rabo, Eugênio! Come meu cu, come! me faz tua puta...tua vadia...
-Deixe a gente chegar na praia que eu como, você agora não vai aguentar. Eu tenho kamed na bolsa. Lá eu como teu cú! sráum prazer!
-Não! me come agora! Eu aguento! Eu quero esse cacete dentro de mim!
-Tudo bem! Se é assim...fica de quatro pra eu chupar seu cc e lubrificar bem, vai...
Deitei o meu banco mais pra trás e empinei a bunda o máximo que pude. Logo senti sua lingua no meu cu, vezes lambendo, vezes chupando...enfiando um dedo, dois, três...até que saindo a cabeça daquele "monstro" tentando abrir passagem nas minhas pregas...sinto cada cm daquela carne dura invadindo meu reto até os ovos toparem no rego da minha bunda.
-Está doendo? Ele me pergunta.
-Não! Está gostoso! Me fode, vai! come sua cadela...
Ele começa devagarinho o movimento de vai e vem, e vai apressando, até ficar me fudendo com força, enquanto eu gemo como uma vadia safada, me sentido uma puta em todos os sentidos da palavra. O tesão era tanto que eu gozo de novo sem pegar no meu pau, quando sinto ele ejaculando dentro de mim, urrando de prazer no meu ouvido, chupando e mordendo meu pescoço. Nisso, um carro passa devagarinho como se que estava dentro quisesse ver o que estava acontecendo, mas isso, pouco importava pra nós naquele instante. O que realmente me importava é que ele me fizera ter ereção e gozar duas vezes, como nunca tinha gozado antes, e que, a partir daquele instante, tudo seria diferente! Nada mais seria do mesmo jeito. De repente o silêncio tomou conta do momento. Em silêncio vestimos nossas roupas, e em silêncio...seguimos para minha casa de praia. Onde a partir dali, nossas vidas seriam diferentes.
Mas isso, é uma outra história. Até breve!!!!

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

05/12/2016 03:22:43 - Nossa que delícia gosei demais com este conto!

24/10/2016 22:22:35 - adirei seu conto uma delicia

24/10/2016 20:45:14 - mais que estoria gostosa essa eu amei e adorei muinto bom viu

24/10/2016 19:08:24 - adorei o conto excotante demais fiquei de pau duro delicia

24/10/2016 18:59:11 - Caracas, cara que conto gostoso cheio de tesão, to na mesma situação sua, n. tenho ereção, e presiso de um migo assim pauzudo pra me fazer sua puta, me apresenta seu amigo. vou adorar ser dele tamb. não seje egoista ok? kkkk abraços...

24/10/2016 18:46:50 - nossa eu piro com as estórias aqui contadas mais uma que eu fiquei babando...

24/10/2016 18:12:09 - Parabéns pelo conto! Quero mais!

24/10/2016 17:41:07 - Genial, espetacular.gostei e me vi no carro. que tesãoooooooooo.

24/10/2016 12:51:40 - quero ter um amigo assim igual ao Eugenio.

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente