Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Entre Amigos: Do acaso um gozo

Tudo aconteceu por acaso. Vou aqui dar nome fictício para não dar problema para meu amigo. Eu sou professor de geografia numa escola. Estava eu na cidade dando aula numa sexta-feira até 21 hs. Teria reunião na escola no dia seguinte pela manhã. Eu teria que voltar para minha cidade e retornar no dia seguinte. Ai perguntei na sala de professores se alguém sabia de alguma pousada mais em conta para eu ficar para não ter que ir e vir a minha cidade. Me indicaram uma pousada que era próxima da escola.

Pois bem, quando eu estava para ir embora um professor de Matemática, um senhor já de mais ou menos 58 anos me disse: Poxa você vai pra pousada? E eu afirmei que sim. Ele disse, se não se importar em dividir a companhia de um velho rabugento pode ficar lá em casa.

Eu ri e disse que sim tudo bem. Ai esperei ele terminar a aula dele e fui com ele. Ele me explicou que morava em também em outra cidade, mas que tinha alugado uma kitnete que ele ficava os dois dias que dava aula em São Pedro da Aldeia. E disse que às vezes sua esposa vinha para passar final de semana, mas que ela ia ter alguma coisa na igreja e não viria e que ele iria embora depois de nossa reunião.

Ficamos conversando num barzinho e quando já era umas 23hs fomos embora. Ao chegar ficamos ainda conversando e vendo tv e tomando uma cervejinha. Ele tomou banho primeiro e quando acabou me chamou. Ele saiu do box se secando e eu entrei para tomar o banho. O banheiro era no quarto e fui tomar meu banho. Quando estava quase acabando ele entrou com uma toalha para mim e ficou conversando.

Sai do box e fui conversando e me secando. De repente reparei que ele me olhava discreto e brinquei: Está me achando feinho nu? E ri. Ele se aproximou e disse: Não! Estou te achando um tesão. Pegou a toalha e começou a me secar. Quando percebi ele estava abaixado chupando meu pênis. Ele percebeu que eu tremia de tesão e fomos para o quarto. Ele se deitou comigo e passou a me chupar todinho. Eu como nunca tinha estado assim com outro homem, no inicio estranhei mas aos poucos fui me soltando e acabamos num 69.

De um momento para outro ele começou ora chupava meu pênis e ora deixava a língua ir até meu cuzinho apertado. Fui me soltando e disse que nunca tinha feito isto. Ele então me colocou de 4 e ora chupava ora colocava um dedo e ia acariciando. Depois de um tempo ele chupava e alojava seu dedo inteiro no meu cu. Passou um momento e começou a chupar. Colocava um dedo, depois chupava e ia colocando dois. E fui gostando. Teve um momento que ele chupou e colocou um e foi mexendo com o dedo dentro de meu cuzinho.

Depois chupou de novo e relaxei porque achei que ele ia colocar dois, mas ai senti que era o pênis dele bem na entrada do meu cuzinho, ficou pincelando ele no rego e na bunda e colocava na entrada do cuzinho. Ai parou e voltou a chupar meu cu e de novo veio com o pênis e colocou na portinha e foi penetrando bem devagarinho. Punha a cabeça e tirava e molhava meu cuzinho. Depois de um tempinho percebi que era só a cabeça mas que ele tinha colocado todo ele (16cm). Era pequeno igual ao meu e me deu muito tesão sentir ele todinho.

Ai começou a bombar devagarinho. Quando meu cu se acostumou, começou a bombar até gozar dentro dele. Foi uma delicia. E assim fomos até ficarmos extasiados. Dormimos. Acordei com ele pagando um boquete delicioso e gozei muito e ele tomou tudinho. Ai comecei a retribuir o boquete, e ele de novo me pegou e meteu gostoso. Depois disto tivemos relações até o final do ano.

Em várias vezes eu também fui ativo com ele, mas adorava ser passivo. Porém, no final do ano ele voltou para Campos porque se aposentou e não mais nos relacionamos. Ele é casado e a esposa não sabe. E eu tenho namorada que também nem sonha que sinto tesão em ser bi. Quem sabe ainda encontro outra pessoa para dividirmos tesão e prazer.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/allanbi2



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente