Já é assinante?
Esqueci a senha

 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Entre Amigos: Jovem com novas experiências

Havia acabado de mudar, ia montar uma republica de estudantes, como foi meu pai que alugou o apartamento, fui o primeiro a chegar os outros garotos viriam somente no início das aulas, o que demoraria 20 dias.

Compramos os moveis e as coisas necessárias para uma casa comum, contratamentos uma faxineira, uma vez por semana, e me instalei, mas precisei chamar o pessoal para instalar a internet para o computador e para a televisão. Marcado o dia, fiquei aguardando, não sai do apartamento.

Quando Nelson (técnico) chegou, percebi que não tinha muita experiencia e marcou para o dia seguinte, e veio com um amigo Felipe, jovem também, porém com mais experiencia.

Trabalharam a tarde toda, e fizeram os testes, tudo funcionando.

Felipe, por ser mais experiente teve que orientar e passar os cabos pelo andar até chegar no apartamento, e se sujou todo, no final do serviço estava cansado, sujo, com cheiro forte de suor e meio de mal humor.

Para suavizar ofereci uma cerveja aos dois, e comentei que iria pedir um lanche no restaurante ao lado, e se eles queriam comer comigo. Nelson aceitou na hora dizendo estar com muita fome, Felipe informou que tinha um compromisso, iria buscar a namorada no final da aula, porém, se fosse rápido ele também aceitaria.

Assim que encomendei por telefone a comida, ele pediram para ir ao banheiro para se lavarem.

Enquanto pegava uma toalha para se enxugarem percebi que ambos estavam mijando ao mesmo tempo, um ao lado do outro, achei gozado, pois ambos se davam bem, e sem constrangimento.

Entrei com a toalha, eles não pararam continuaram mijando, balançaram e guardaram o pinto, tudo normal, até que Felipe tirou totalmente a roupa e se enfiou no chuveiro, não era o que tínhamos combinado, porém, ele realmente estava muito sujo. Estava com a toalha na mão, e pude ver um corpo maravilho, atlético, sem pelo, um membro pequeno porém muito grosso.

Mexeu com minha cabeça, fiquei de pau duro na hora, quis sair do banheiro para não dar na vista que seu corpo me encheu de tesão, porém ambos estavam conversando e me incluíram na conversa.

Nelson percebeu minha reação, sorriu, e imediatamente também tirou a roupa e, apresentando um corpo de porte menor, mas lindo também.

Assim tomaram banho, saíram do banheiro de cueca sentaram no sofá para lanchar, um cerveja na mão e outra no lanche, e bom papo, até que entrou o assunto sexo.

A conversa ficou mais intensa e senti uma certa sedução, e me soltei um pouco, falando da minha experiencia, e falta de experiencia com garotos, diferentemente deles que curtiam sexo com os dois sexos.

Não deu outra, me propuseram experimentar, e eu aceite, já estávamos na quarta latinha de cerveja, eu estava muito solto.

Os dois se aproximaram me fizeram sentar no tapete da sala, e me tiraram a camisa, e depois a bermuda, fiquei de cueca mostrando que estava de pau duro. Tiraram minha cueca, me lamberam, me beijaram, deram um banho de gato no meu corpo inteiro, linguaram meu cu de uma maneira que sentia a saliva escorrer pelas pernas, estávamos alucinados de tesão, chuparam meu pau, morderam minha bunda, minhas coxas, me fizeram chegar a loucura. Quando estava quase gozando, senti Felipe encostar seu pau duro como roxa no meu cu, e empurrou seu corpo contra o meu, apesar de nunca ter sido comido, pela saliva que escorria, seu pau entrou quase inteiro de uma unica vez, me fazendo gemer de dor, dilacerando a entrada, minhas pregas, senti uma dor descomunal, me senti currado e estuprado, tamanha era a força de sua virilidade.

Ele parou, espero me acostumar com aquele enorme volume, depois alguns segundos, começou a bombar e entrar cada vez mais, até senti-se totalmente dentro de mim. Bombou muito, parecia uma eternidade, ele não gozava, até que me fez mudar de posição, sentei sobre ele, e cavalguei deliciosamente, até que ele gozou uma enxurrada, sentia seu gozo quente dentro de mim, eu me apertava contra ele, queria tudo dentro de mim.

Olhei para Nelson, ele estava nos olhando e batendo punheta, quando começou a gozar, trouxe seu pau latejante na minha boca, estava sentado num pau, e o outro gozando na minha boca.

Foi uma experiencia incrível, deliciosa, a primeira de muitas outras que experimentamos, ficamos viciados, pelo menos uma vez por semana eles me ligavam se podiam vir e apareciam felizes.

Até hoje, eles foram os únicos que me comeram, mas quero outras experiencias, sempre com garotos que sejam viris e flex.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/sim



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente