Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Entre Amigos: Meus super heróis

Desde pequeno sentia que havia algo de "errado" comigo. Não conseguia me interessar por coisas de meninos da minha idade. Tudo parecia superficial e não conseguia me "enturmar", então me interessava mais por leitura, adorava ler e, como era comum na minha idade, comecei a ler gibis, principalmente de super heróis mas uma coisa me incomodava nos desenhos, os heróis masculinos não tinham o volume do pênis aparecendo mesmo usando roupas tão apertadas! Isto não é normal, pensei, e peguei um lápis e comecei a desenhar um volume sob o uniforme, agora sim estava bonito! Bonito?! Eu achava o pau bonito?! Daí caiu a ficha! Eu era gay! Fiquei confuso e ao mesmo tempo fascinado pela ideia de "curtir pau"!
Com o tempo comecei a observar as malas dos meninos da escola, a maioria não tinha nada para ver mas alguns sim. Daí comecei a observar homens adultos daí sim, era outro mundo, ainda mais nos anos 70, calça apertada era moda! Posso dizer que fiquei quase que obcecado por isso mas tinha que me controlar e não dar bandeira. Comecei a desenhar meus próprios heróis, eram bem diferentes dos convencionais, eram realmente "super"!
Havia um vizinho que se destacava dos demais no quesito volume e sempre que o via sair de casa ficava olhando discretamente, pelo menos pensava que estava sendo discreto, logo descobri que não! Um dia ele puxou conversa comigo e comentou que sabia que eu gostava muito de gibis, disse que tinha uma coleção de gibis de super heróis e me convidou para ir a sua casa para escolher alguns para ler e eu, ingenuamente aceitei o convite.
Ele morava sozinho e logo que entrei na casa pôs seu braços ao redor dos meus ombros e me conduziu para seu quarto, em cima da cama havia alguns gibis, pegou um e me deu para olhar, sentamos na cama e enquanto folheava passava a mão na minha cabeça e gostei daquilo mas ao mesmo tempo comecei a ficar nervoso! Comentou comigo que meu irmão havia lhe dito que encontrou alguns dos meus gibis com o volume dos super heróis desenhados por cima, eu gelei! Perguntou se era verdade e, tremulo, disse que sim e completou dizendo que e pegou varias vezes olhando para o volume dele!
Não disse nada! Ele levantou dizendo que ia pegar uma cerveja, ao voltar notei que seu volume estava muito, muito grande! Ficou em pé na minha frente, como eu estava sentado dava para ver claramente que estava duro, me perguntou se queria tocar, nem respondi e peguei, como éra grande e duro, apertei com vontade e pedi para ver, ele o tirou pra fora da calça, tive que usar as duas mãos para segura-lo, estava fascinado ao ponto de, por iniciativa própria, começar a chupar! Tive que abrir muito a boca mas gostei da ideia de ter aquele pau na minha boca! Ele me levantou e começou a me despir, quando abaixou minha cueca acariciou minha bunda carinhosamente, depois tirou toda a sua roupa, tinha um corpo bonito e peito peludo, pentelho farto, nunca tinha visto um homem nu na minha vida e estava fascinado! O tesão era maior que o medo!
Do criado mudo tirou um potinho de creme, vaselina, e me pediu para ficar de quatro, sabia o que ia fazer e assustei, disse que nunca feito isto e que ia doer muito! Disse que iria me preparar enfiando um dedo no meu cu, passou vaselina no meu cu, estava gelada, quando enfiou o dedo doeu um pouco mas a idéia me excitou tanto que não reclamei, massageou meu cu, pos dois dedos, doeu mais, se posicionou atrás de mim e me advertiu que iria doer muito e que iria tapar minha boca pois eu ia gritar, concordei e disse que queria fazer ele feliz, mesmo se doesse, senti a ponta do pau na entrada, pos a mão na minha boca e empurrou, tentei gritar, mas tapou minha boca, tirou o pau para aliviar a dor, pos novamente, desta vez não doeu tanto, viu que estava mais relaxado, tirou novamente, na terceira vez estava melhor, até que começou a ir mais fundo, doía muito mas ao mesmo tempo eu queria ele dentro de mim, até fiquei de bruços e abri as nádegas para facilitar a estrada, entrou mais, passei a mão no pau pra ver quanto tinha entrado, a metade tava dentro! Disse que não ia pôr todo para não me machucar e também por que eu podia não estava preparado! Aquilo me deixou doido! Ele estava tão excitado que começou a beijar minha nuca e a dizer que me amava!!! Depois de me foder avidamente por uns cinco minutos começou a gemer e senti algo quente dentro de mim, podia sentir que gozou uns cinco jatos no meu cu! Ficou deitado nas minhas costa por um tempo sem tirar o pau para fora! Adorei isto!
Quando levantamos da cama, porra começou a escorrer pela minha bunda descendo pelas pernas, ele me disse para tirar a porra do cu como se estivesse fazendo coco, saiu muita porra! Não conseguia tirar os olhos daquele homem na minha frente, mesmo mole o pau dele era grande!
Foi tomar um banho e fiquei admirando seu corpo molhado! Se vestiu, me vesti e me disse para não falar para ninguém, concordei mas pedi para fazer novamente algum outro. Duas semanas mais tarde pediu para minha mãe se eu podia dormir na casa dele pois iriamos assistir um filme até tarde, ela concordou. Quando entrei em sua casa ele já esta nu e de pau duro, parecia maior que da primeira vez! Esta foi a primeira vez que fiz chuca, aliás, ele fez para mim logo ao chegar na casa dele pois disse que me queria limpinho pois desta vez ia enfiar todo o pau! Falei que achava que não aguentaria mas mesmo assim me levou pro quarto e me deitou de bruços e pediu para eu arregaçar o cu, obedeci, passou mais vaselina desta vez, a primeira estocada doeu muito, pedi para tirar, tirou mas logo em seguida pos de novo, arregacei o máximo e senti o pau entrando so que desta vez, sem parar! Falei que não tava mais aquentando mas ele não parou, dai senti as bolas e o pentelho na minha bunda, estava todo! Botei minha para tentar pegar no pau dele mas não dava, estava todo enterrado no meu cu!
Aquilo me deu um tesão tão grande que comecei a empurrar a bunda para sentir o mais fundo possível! Sussurrou no meu ouvido dizendo que eu estava com um pau de vinte dois centímetros enterrado em mim! Disse que não me falou antes para não me assustar! Daí começou a me foder, eu estava tão excitado que não me importava mais com a dor! Mudamos de posição, disse que queria ver meu rosto ao seu penetrado, me deitou de costas e levando minhas pernas até seus ombros, nesta posição dava pra ver o pau entrando, me olhava nos olhos e me beijava carinhosamente! Fiquei com tanto tesão que gozei no seu peito!
Naquela noite transamos umas cinco vezes, dormimos abraçados e quando acordei ele já estava pronto para outra, foi a última fo dia, e, infelizmente, a nossa última transa pois me disse que estava mudando para outro estado pois havia sido transferido. Disse que não queria embora sem me foder mais uma vez! Foi muito carinhoso comigo e passou na minha casa para se despedir antes de partir! Ele foi minha primeira transa, ele foi meu verdadeiro super herói!!!

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/Ghost24



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente