Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Entre Amigos: O Deus grego da minha sala me comeu

Bom meu nome é Miguel tenho 18 anos, branco, magro, cabelo preto com cachinhos de anjo. Todos na minha escola sempre souberam que eu sou gay e eu sempre fui apaixonado por um garoto da minha sala o Mário, nossa ele é um Deus grego, branco, cabelo preto, fortinho e com minha idade, mas ele tem uma namorada então eu sempre tentava matar esse amor, mas um dia depois da aula de educação física quando ele estava no vestiário tomando banho ele me ouviu chegar e abriu a porta me pedindo a toalha, na hora eu gelei, ele estava totalmente pelado na minha frente, aí eu dei a toalha e saí mas não parava de pensar no tamanho daquela vara.

Um tempo depois a professora de biologia passou um trabalho em grupo sobre corpo humano, aí eu, ele sua namorada e minha amiga ficamos no mesmo grupo combinamos de fazer na casa dele. Quando cheguei lá dei de cara com ele de bermuda e sem camisa exibindo seu peitoral e seu tanquinho, eu entrei e vi a namorada dele, cumprimentei ela e a minha amiga, e nisso as meninas foram embora e ficamos só nos dois terminando o trabalho.

Quando ele estava deitado na cama de barriga pra cima pude notar o volume na sua mala ele percebeu, mas eu disfarcei, aí eu deitei de costas para ele, quando senti ele me roçando pelas costas ,seu pau estava duríssimo, então ele me virou e colocou tudo na minha boca, ele enfiava fundo, até que ele mandou eu tirar a roupa e obedeci, ele chupou meu cu e cuspiu e logo foi enfiando aquele pau de uns 19 cm, no começo doeu, mas logo começou o prazer, ele enfiava devagar e fundo aí depois começou a bombar até encher meu cuzinho com seu leite quente, depois chupei o pau dele até ele gozar novamente, só que agora na minha boca.

Depois disso começamos a fazer sexo sempre que dava e hoje somos namorados.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente