Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Familia: Foda com meu cunhado dotado

Bom, essa será minha segunda aventura narrada aqui no site.

Me chamo Felipe, 25 anos e sou de Fortaleza-Ce.

Então, quando minha irmã se casou com o marido dela, eu tinha por volta dos 16/17 anos, e já entendia muito bem da minha sexualidade. Mas sempre fui discreto, até por conta da minha família ser evangélica e tal.

Eu desde que o conheci, o achei muito bonito. Branquinho, loiro e peludo... do jeito que eu gosto. E nos passeios em família, não podia deixar de notar o volume que ele carregava entre as pernas... hehehe Ficava louco só de imaginar como seria o pau dele.

O tempo foi passando e ficamos mais próximos, vez em quando dormia na casa deles e tal. Ele sempre ficava em casa usando apenas aqueles shorts de seda, tipo samba canção, bem confortáveis. Ficava louco vendo aquelas pernas peludas e bem torneadas desfilando pela casa... e dava pra ver o pau dele balançando pois ficava sem cueca.

Numa dessas idas à casa deles finalmente aconteceu...

A gente costumava dormir bem tarde vendo TV e conversando. Minha mana logo foi pro quarto deles dormir, a gente continuou conversando e assistindo. Conversa vai, conversa vem... a gente foi entrando em assuntos digamos que mais quentes... hehehe

Ele falando das aventuras dele nos tempos de adolescente e tal. Eu me fazendo de inexperiente, que não manjava dos assuntos...(SQN) Até que ele solta que já tinha notado o jeito que eu olho pra ele. Fiquei morrendo de vergonha, mas fui dando abertura e disse que achava ele muito bonito mesmo, que minha irmã tinha tirado sorte grande.

Ele: mas se eu fosse gay eu teria escolhido é vc, vc tem uma bunda gostosa igual a da sua irmã... tem uma cara de que aguenta tudo.

Eu: que é isso... sei dessas coisas não.

Ele: pensa que me engana é? Vc já deve ter deixado muito macho louco de tesão com esse seu rabão...

Eu: para, tá me deixando sem graça já...

Ele: quero te deixar é sem outra coisa... mas vamos deitar, já está tarde e tenho deveres a cumprir com sua irmã. Mas não se preocupe, tem pra vc também. No meio da noite eu passo no seu quarto pra te mostrar uma coisa. Sei que vc está louco por isso faz tempo.

Fiquei paralizado, que loucura seria essa que estava prestes a acontecer. Finalmente iria realizar o sonho de pegar meu cunhado. Mas alí, na casa deles com minha irmã dormindo no outro quarto? Fiquei excitado e receoso ao mesmo tempo. Quase não consigo pregar o olho esperando que horas ele ia aparecer lá no quarto de hóspedes...

Quando foi por voltas das 3:30 da madrugada, vejo ele chegando no meu quarto... suei frio. Mas o tesão era tanto que nada ia me fazer hesitar.

Aí ele chega já com o pau meia bomba fazendo volume no short e já começando a pulsar de tesão... o que me deixou com mais vontade ainda de pegar aquele macho!

Ele chega então perto da cama e diz:pronto, agora ele é todo seu! Aproveite e mate essa vontade que eu sei que faz tempo que você tem.

Não perdi tempo, saquei pra fora aquele pau e quase nem acredito no que eu estava vendo! Ele tem um pau de uns 20cm, bem grosso, aquela cabeção rosado e pentelhudo... nossa, cai logo de boca naquela maravilha! Mostrei toda a habilidade que eu tinha com a minha boca e ele se contorcia de prazer...

-Nossa cunhado, que boquinha é essa que vc tem hein? PQP!!! Soubesse tinha experimentado ela já a muito tempo...

Enquanto eu mamava aquele membro, ele começou a descer meu short e começou a alisar minha bunda e massagear meu buraquinho que já estava piscando louco de tesão...

- Agora vira pra cá que eu quero chupar esse rabinho todinho...

que delícia aquilo. Tava sendo maravilhoso sentir aquela língua quente passando no meu rabo e deixando ele bem molhadinho... foi então que ele disse: agora que já está bem meladinho, vamos a parte que eu sei que vc tá louco que chegue. Vou comer esse cuzinho pra ele sentir o que é ser devorado por um macho!

Eu: cara, vai com calma aí... seu pau é muito grande, não sei se vou aguentar...

Ele: aguenta sim, sua irmã aguenta sem reclamar. Imagina vc... e não se preocupe, faço com jeitinho...

Então me coloquei de quatro, tentei relaxar ao máximo pra receber aquela vara dentro de mim... ele então começou a forçar a entrada, tentou um vez... duas... quando entrou aquele cabeção, senti como se estivesse rasgando tudo. Recuei...

Ele: relaxa, não viemos até aqui pra desistir néh? depois que entrar a cabecinha vc vai se acostumando e vai sentir só prazer...

Então, fomos a mais uma tentativa... quando o pau dele começou a entrar, quis gritar... mas ele mandou eu morder o travesseiro pra não fazer barulho e acabar acordando a minha irmã. Então ele foi enfiando o pau cm por cm... até que já estava tudo dentro de mim e ele começou as estocadas... cada estocada que ele dava era uma mistura de dor e prazer que não dá pra descrever... mas a dor foi dando espaço ao prazer a cada bombada que ele dava.

Mudamos de posição, ele se deitou na cama e mandou eu cavalgar em cima do pau dele que ele queria ver minha cara de safado enquanto ele me fodia. Sentei naquele pau com vontade e cavalguei gostoso e olhando ele revirando os olhos de tanto tesão...

Enquanto eu cavalgava ele começou a me punhetar dizendo que queria ver eu gozando com o pau dele atolado dentro de mim... fui ao delírio!

Então anunciei que estava prestes a gozar... ele então me colocou de frango e continuou a me punhetar e a estocar cada vez mais forte no meu rabo... não aguentei muito tempo e logo gozei. Acho que nunca havia jorrado tanta porra assim de mim... foram uns 10 jatos, sem brincadeira.

Então chegou a vez dele anunciar que ia gozar... mandou eu mamá-lo que ele queria me dar leitinho na minha boca. Coloquei aquele pau delicioso na minha boca, quando de repente começo a sentir ele pulsando e a derramar aquele leitinho quente, grosso na minha boca e escorrendo por toda minha cara...

Foi uma loucura tudo isso, umas das fodas mais gostosas da minha vida.

Quando terminamos, ele me dá um tapinha na cara e diz que nem em sonhos eu falasse sobre o que tinha acontecido... ele foi pro quarto deles e eu fiquei ali, extasiado ainda sem acreditar em tudo que tinha acontecido.

Depois disso, ainda acabamos tendo outras brincadeiras e vez em quando rola alguma coisa entre a gente. Ninguém nem desconfia o porque dele ser meu cunhado preferido! heheheh

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/http://disponivel.uol.com.br/Lipynhooo



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

21/11/2016 15:54:53 - Delicia.. deu vontade de te comer tb

17/11/2016 18:23:57 - Eita, conto gostoso! Me deu vontade de te comer de frango tmb e te punhetar. Delícia...

14/11/2016 14:51:29 - Muito bom seu conto, mas vc não perdoa nem sua irmã, rsrsrsrs!!!!

13/11/2016 19:56:45 - Delicia...

13/11/2016 08:30:25 - Ótimo conto....fiquei com tesao danado e louco pra comer vc tb.

11/11/2016 11:24:52 - nossa este conto me fez lembrar do meu cunhado ele e bem dotado uma delicia de pau tenho vontade de dar meu rabo pra ele tenho medo dele contar pra irma dele so fico imaginando aquele pau

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente