Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Familia: Meu primo safado

Isso ocorreu quando eu era mais novo! Tenho um primo que é o maior tesão, lindo de morrer, um verdadeiro deus grego. Certa vez ele tirou férias e ficou em casa.

Gostosíssimo! Corpo atlético, barba sempre muito bem feita, cabelos pretos, etc... super narcisista, sabe que é bonito e gosta de se exibir, ser visto, admirado, etc. Toda vez que ia tomar banho deixava a porta do banheiro aberta, e eu conseguia vê-lo pelado tomando banho. Ele deve ter percebido que eu olhava pra ele, porque numa noite ele tomou banho com a porta aberta como de costume. Mas depois ele me chamou de dentro do banheiro, fui até a porta, e ele pediu pra eu entrar.

Aí, pelado, com o pau meia-bomba, pediu pra eu pegar uma toalha pra ele. Eu fiquei visivelmente perturbado com aquele macho musculoso molhado na minha frente, e eu tenho certeza que ele percebeu. Entreguei a toalha rapidamente e saí do banheiro. Ele se enxugou e saiu vestido com a toalha, colocou ela bem baixa, dava pra ver os pentelhos e seu cofrinho. Passou por mim e foi trocar de roupa no meu quarto.

Novamente deixou a porta aberta, vi ele se agachando pra secar seus pés, ficou quase de quatro e eu pude ver seu cu peludo. Isso me deu maior tesão, fiquei de pau duro na hora. De repente ele entrou mais pro quarto e parei de vê-lo. Passado uns poucos minutos ele me chama, cheguei na porta e o vi pelado novamente, com o pau meia-bomba e com a toalha na mão.

Sem rodeios ele me pergunta: Você gosta? Respondi que sim apenas acenando com a cabeça. Ele me puxou pelo quadril até nossos corpos se encontrarem, abaixou minha bermuda junto com minha cueca e me chupou com muita vontade.

Com umas 5 chupadas ele deixou meu pau duro. Era mais novo e qualquer coisa me excitava. Meu pau não era nem grande e nem grosso na época ( ainda não é, hehehe), e ele engolia tudo com muita facilidade, me deixando cheio de tesão. Fui ficando ofegante e ele percebeu e parou de me chupar. Disse que não queria que eu gozasse ainda. Ele colocou uma camisinha no meu pau usando a mão e a boca, eu me segurei pra não gozar ali mesmo. Depois ele se deitou de frango assado e segurando meu pênis foi colocando no seu cu até o talo, entrou sem dificuldade.

Após isso ele apertou minhas nádegas contra seu corpo me fazendo bombar no seu cu. Minha bunda ficou até doendo por causa da força dele. Eu não dei nem 10 estocadas no cu dele e gozei meio atônito com tudo aquilo. Ele se levantou e disse no pé do meu ouvido que ia me dar uma surpresa a noite. Fiquei com aquilo martelando minha mente.

Fomos dormir. As 3 da manhã, eu sinto ele deitado atrás de mim na minha cama. Morri de susto, mas ele tapou minha boca pra eu não gritar e sussurrou no meu ouvido: Eu sou a surpresa, vou te comer gostoso agora! Eu gelei, meu irmão estava dormindo no quarto, na cama ao lado.

Ele me disse pra morder o travesseiro, assim ninguém ouviria. O medo de ser pego me dava mais tesão. Ele começou a morder minha orelha e beijar minha nuca. Fiquei todo arrepiado. Ainda de bruços tirou minha camisa e minha cueca samba-canção. Empinou minha bunda e começou a linguar meu cu, chupar meu saco e bater uma punhetinha em mim.

A língua dele parecia um pau de tão forte, chegou até a abrir minhas pregas com ela! Depois enfiou os dedos no meu cu e massageou minha próstata. Fiquei louco com aquilo. Meu pau já estava babando naquela hora, ele percebeu e parou. Pediu pra eu sair da cama. Ao lado dela, no chão, tinha um edredom bem fofinho estendido, pediu pra eu ficar de joelhos de frente pro seu pau e pediu pra eu chupar.

Nunca tinha visto um pau que ficasse tão apontado pra cima quanto o dele! Só consegui chupar a cabeça porque quando tentava engolir eu engasgava. Tentei umas 3 vezes e ele pediu pra eu parar pra não acordar meu irmão. Nem sei como ele não acordou, meu irmão tinha sono pesado. E depois eu descobri que ele tinha colocado um sonífero no suco dele, não acordaria nem se eu gritasse. Enfim...

Além de chupar a cabeça do pau dele, lambi suas bolas e o restante da pica dele. Depois ele me fez deitar de bruços, colocou a camisinha, se deitou sobre mim e foi enfiando seu pauzão no meu cuzinho. O pau dele não era muito grande, deveria ter uns 18cm, mas era grosso, pelo menos pra mim, deveria ter uns 6cm de grossura. Entrou rasgando, doeu e ardeu à beça. Ele foi muito carinhoso e cuidadoso, meteu bem devagar até entrar tudo, parecia que nunca ia terminar de enfiar. Deve ter demorado uns 5min pra entrar tudo.

Eu senti o saco dele batendo na minha próstata e a dor e ardor acabaram. Ele saiu de cima de mim, me pôs de 4 e ele ficou de joelhos com seu pauzão dentro de mim. Me segurou pelo quadril e guiou meu cu pra ficar rebolando na sua pica e abria minhas nádegas ao mesmo tempo. Ficou assim até eu começar a ficar ofegante novamente, ele percebeu que gozaria e parou.

Me colocou deitado de lado e ficou atrás de mim, e me comeu de ladinho com uma das pernas levantadas. Com uma das mãos tapava minha boca pra ninguém me ouvir, com a outra erguia minha perna e me comia bem devagar, enterrando seu piruzão no meu cu e quase tirando por completo, fez isso durante alguns minutos. Eu estava todo entregue a ele.

Mais uma vez fiquei ofegante novamente e ele parou. Ele se deitou e me pôs em cima dele. Ele estava com as costas no edredom, com as pernas bem juntas e eu de costas pra ele e de pernas bem abertas. Ele novamente me penetrou e com uma das mãos me tapava a boca e com a outra me batia uma punheta, metendo lentamente sua pica no meu cu.

Novamente fico ofegante e ele para. Pede que eu me vire pra ficar de frente pra ele e me manda cavalgar na pica dele. Obedeci e comecei a me punhetar, mas ele pediu pra parar. Queria me ver gozando sem colocar a mão no pau. Ficamos assim uns minutos até eu gozar no peito dele. Ainda com o seu pau no meu cu ele me fez lamber toda a minha porra que tava no seu peito, fiquei com um pouco de nojo, mas fiz, era minha mesmo.

Depois ele me colocou de bruços, tirou a camisinha, abriu minhas nádegas e gozou no meu cu, sem me penetrar. Depois ele também lambeu sua porra que tava no meu cu, me deixando cheio de tesão. Depois ele me pegou no colo e fomos pro banheiro, onde ele me deu um banho como se eu fosse seu neném, me ensaboou todo, me enxaguou e me tocava como se quisesse saber se eu tinha algum local que me deixava cheio de tesão. Pra um cara novo, qualquer lugar que te toquem te deixa excitado. E pediu pra eu fazer a mesma coisa com ele, eu o ensaboei, enxuguei, fui tocando todo seu corpo e percebi que ele estava gostando.

Depois nos enxugamos, ele colocou a cueca samba-canção em mim e eu pus a cueca boxer nele. Depois ele me deu um beijão de língua daqueles e disse que era pra eu dormir, deu um tapa bem forte na minha bunda, ficou até as marcas da sua mão, e apertou bem as minhas duas nádegas e falou: Gostoso!!!

Pedi ainda pra ele me dar um sonífero e vir de madrugada me comer pra ver se eu acordava, mas isto é outra história.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/gfm_toddy



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente