Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Familia: Abria mais pra ele comer gostoso

Olá! Essa história aconteceu numa cidade do interior de Pernambuco onde morei. Uma típica cidadezinha onde todos se conhecem e isso é um grande problema para quem está se descobrindo sexualmente. Num determinado tempo comecei a reparar em meus amigos e sentia tesão vendo seus corpos suados quando jogávamos futebol juntos. Tinha sempre aqueles mais bonitões, os mas safados e mijavam na frente de todos, e eu sempre de olho!

Na cidade havia uma empresa onde a maioria das pessoas trabalhavam nela e nos horários de saída dessa empresa para almoçar e jantar eu gostava de ficar num ponto estratégico na estrada onde os caras passavam e eu conseguia ver em detalhes o volume em suas calças sujas de graxa, de terra e suados. Entre esses caras, tinha um que era muito gostoso com um volumão que era impossível não ser notado. Numa certa noite estava louco de tesão, querendo sair um pouquinho do armário, resolvi então ir até a casa dele que era separado e morava sozinho. Ao chegar, dei uma olhada por uma brecha na janela para vê-lo antes de criar coragem, para minha surpresa, ele tava só de cueca dentro de casa, fiquei louco de tesão, estava deitado num colchão no chão naquele calorão do nordeste tentando se refrescar.

Crie coragem, e o chamei na porta, ele que estava com uma cueca bem folgada se apresentou com um calção também folgado balançando aquele volumão, se surpreendeu pela minha presença ali àquela hora da noite, pois apesar de nos conhecermos não tínhamos muito contato no dia a dia. Então, fui direto ao assunto; " Queria mamar você, tá afim?!", ele ficou surpreso e deu uma olhada para os lados para ver se não tinha mais ninguém ali. Então ele deu uma pegada no pau e falou entra.

Quando eu entrei o cenário já estava praticamente pronto, com o colchão no chão e ele semi nú já armando a barraca, ele já foi tirando o short a cueca e deitando, e eu sem pensar muito caí de boca no pau dele que cresceu rapidamente preenchendo minha boca me deixando louco. O pau dele media uns 20 cm e um pouquinho torto, mamei gostoso aquele pau acompanhado de duas bolas enormes e ele se contorcia de tesão quando ele falou "senta nele!" Fiquei apreensivo e bateu um receio, pois era grande, uma delicia! Encarei de outra posicão, fiquei de quatro e disse "vem assim!" Então ele montou na minha bunda, antes deu uma lambida na minha bunda e bem no meu cuzinho que me deixou todo arrepiado e começou a forçar. Tentei escapar e ele me puxou! Quando tava na metade já não lutava mais, já abria mais para ele comer gostoso.

Ele bombou pra caramba e eu pedi para ele gozar na minha boca já não aguentava mais o pau dele no meu rabo, queria sentir o gosto do leitinho, e ele depois de arregaçar meu rabo e todo suado, tirou e ficou de pé enchendo minha boca de leitinho grosso e quente. Ficamos amigos e com esse segredo entre nós, transamos outras vezes inclusive no mato, interior tem dessas coisas, e é uma delicia!

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente