Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Familia: Depois de transar com meu tio

Continuei transando com o meu tio todas as noites, pois ele sempre achava um jeito de ir dormir na minha cama. Não sei como ele conseguia sair da cama de minha tia. Até que um dia a empregada contou para ela que nós estávamos conversando e ela notou que nos estávamos transando. A empregada contou para minha tia e ela me perguntou se nós transávamos, respondi que sim. Só que ela entendeu que eu comia o marido dela, mas na verdade que depois de algum tempo eu também passei a comer o cu dele também.

Assim sai da casa e fui morar sozinho. No entanto sentia muita falta de transar com outro homem, então saí a caça. Então foi que conheci o Robson. Um rapaz de 28 anos numa sala de bate papo onde trocávamos algumas ideias até que resolvemos a nos conhecer melhor.

Ele me convidou para ir ao seu apartamento. Lá chegando, eu estava muito nervoso, pois eu iria transar com uma pessoa que conhecia apenas pela internet.

Que rapaz! 28 anos, bonito, porte atlético um tesão de homem. Ofereceu-me uma cerveja e colocou sua mão na minha perna, abraçou-me e beijou-me. Nunca tinha beijado um homem. Gostei.

Depois de alguns abraços e beijos e levou-me para o quarto, deitou-me e começou a retirar minha roupa. Achei maravilhoso. Ele ficou só de cueca e beijando começou a acariciar-me, então me enchi de coragem e peguei no pau del , que estava duro, muito duro e pulsava. Não resisti a tentação e coloquei-o em minha boca (eu nunca tinha feito isso) e comecei a chupar aquela coisa gostosa, enquanto isso ele acariciava a minha bunda e passava passava o dedo atrás do meu saco e indo até o meu cu. Senti um tesão danado, até então nunca tinha sentido isso. "Deus do céu! Que coisa maravilhosa!

Já não sabia mais o que fazer, senão virara apara ele e me oferecer a minha bunda. Ele, muito carinhoso, deitou encima de mim, abraçando-me, pincelou o pau no meu cu. Já não aguentava mais de tanto tesão. Lubrificou o meu cu e tentou penetrar, doeu, ele tentou novamente e com muito carinho foi enfiando aquela pica devagarinho, me sentia sendo deflorado, foi difícil aguentar aquela pica no meu cu, apesar de todo tesão, mas ele foi muito carinhoso.

Depois que eu acostumei com pau dentro de mim, ele começo a bombar com mais rapidez até gozar dentro de mim. Descansamos e conversamos bastante e seu pau não baixava e ele não prava de alizar o cu, fazendo com que eu remexesse e pedindo para que me entrasse novamente.

Na terceira trepada desse dia e resolvi cavalgar no pau dele enquanto eu me masturbava atéchegarmos a gozar juntos, mais uma vez dentro de mim e eu gozei na barriga dele. Esta narração é verídica e me senti que fui desvirginado com esse rapaz. Hoje somos casados com mulheres, no entanto quando temos oportunidades nós vamos para motéis. Nós nos amamos.

Já pedia ele para arranjar um parceiro para um sexo a três...

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/coroa-df



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

27/08/2016 10:13:51 - nossa q delicia...to aqui babando e o cuzinho piscando d tesao...

26/08/2016 20:22:15 - Safadinho e taradinho você, hem!!!

24/08/2016 18:53:59 - Cara que conto gostoso, amei, abraços....

24/08/2016 12:12:44 - Tesão seu conto, cara! Tem mais a contar?

24/08/2016 02:23:25 - Delicia hen, sou o amado do disponivel, entra em contato, bjsssssss.

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente