Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Fetiche: Ele era um animal enfiava com violência

Tudo bem galera! Espero que sim, hoje não podia deixar de contar o que fiz ontem... Com um amigo meu e seu primo, e saiba que faltou tempo, pois ontem justamente ontem que eu queria poder trepar muito. Nos encontramos por acaso, fui ao posto colocar gasolina e ele já estava abastecido, quando parou ao meu lado e perguntou se estava tudo bem, apertamos a mão e ele apresentou seu primo, Lu, moreno, 1,86cm, bonito, sem pelos e dono de uma pica de sonhar, fomos beber, comecei a ficar excitado com aquele homem e sentia minha bunda úmida com cada levantada que ele ia ao banheiro, comecei a olhar para seu pau de propósito, o tesão já estava tirando meu sono as noites, e aquilo me excitou ainda mais, estava enlouquecendo. Falei que estava com frio e que era melhor ir embora, quando me levantei quase cai, ele me abraçou e achou melhor sairmos mesmo, perguntou se eu queria ir a um lugar mais tranquilo, e chegamos em um portão com muro alto todo fechado e muito bonito, quando abriu era uma construção grande com uma casa de cair o queixo no alto a obra estava parada.

Neste momento me convidou para entrar e me levou para dentro e trancou o portão. Ele pegou as coisas na mala eu o ajudei a entrar com tudo, ao subirmos ele colocou a mão dentro da calça e falou que sempre teve esse desejo e me fez pegar em seu pau, seu primo me agarrou por traz, colocou a mão na minha bunda que estava molhada, me encoxando a bunda e tirando minha camisa, meu amigo caiu de boca nos meus mamilos que por causa do frio estava pontudão para fora, confesso que não tenho tesão no peito, mas com o frio e a língua dele quente eu tremi. Ele me disse pra ir ao banheiro, e tirar a roupa, mas ali mesmo eu tirei a calça de moleton que estava e deixei verem a minha calcinha sexy que eu tinha comprado.

Quando sai estava com as calcinhas da mulher tirando foto, uma meia 7/8 eu acho, e uma minúscula tanguinha ouro. Ele simplesmente, ficou louco, me pegou pelos cabelos e me colocou de joelhos aos seus pés, tirou a roupa e me mandou chupar seu pau. Pegou-me pelo cabelo e levou minha boca até seu pau e mandou chupar, não cabia na boca, a cabeça era um pouco mais grossa que o corpo, minha mão não fechava em torno do pau, era muito grosso, o seu primo tirou minha tânguinha e mandou ficar em varias posições, e começou a chupar minha bunda, aquilo estava muito bom. Abriu os gomos de minha bunda e voltou a chupar e a enfiar a língua no meu reguinho e meu cuzinho, mas estava ficando muito excitado e acabei gozando e ele percebeu, me virou de costas e continuou a lamber e enfiar a língua em meu cu, nossa aquilo estava ficando gostoso.

Mandou que eu ficasse na posição de frango assado novamente, chupou meu cú e enfiou os dedos no meu rabo, dizendo que era para eu me acostumar e começou a forçar seu pau, eu estava bem louco, mas era muito grande, lambeu mais um pouco e voltou decidido a enfiar, veio com muita força e conseguiu colocar a cabeça, nossa que dor, eu chupando meu amigo não podia fazer nada só engasgar com seu cacete enterrado na garganta, Lu tirou e voltou a enfiar com mais força, era um animal, foi enfiando e tirando com muita violência, estava descontrolado, mas não entrava tudo, até que enterrou com força, voltou a fuder, começou a estocar muito rápido, com força e bem mais fundo, senti meu reto ser socado, seu pau se agigantou dentro de mim e gozou, senti ele gozar dentro de mim, começou a sair esperma pela lateral da camisinha, a ponto de escorrer pela minha bunda e pernas, deliciaaaaaaa.

Ele me pediu pra levantar a bunda e tirar uma foto para eu ver minha bunda arregaçada. Quando me levantei meu amigo começou a bater uma punheta loucamente e gozou uma grande quantidade de porra na minha bunda que escorreu pelas minhas coxas chegava a pingar no chão, coloquei três dedos que sumiram dentro de meu anelzinho, foi ai que ajoelhei e chupei seu pau que estava mole, começou a endurecer e não mais cabia na boca, ele levantou-se e mandou-me deitar de barriga para baixo, agora é a minha vez de comer esse seu rabo.

Começou a lamber e enfiar a língua, comecei a relaxar novamente, quando ele enfiou os três dedos, delirei, e continuou a lamber e a fuder com os dedos, ele enfiou mais um dedo, cuspiu bastante saliva, ajeitou-se e começou a forçar a penetração, seu pau duríssimo, mandou eu abrir minha bunda com as mãos e voltou a empurrar seu pau contra meu cuzinho quando a cabeça começou a entrar eu simplesmente zurrei, começou a atolar aquela tora dentro de mim, eu sentia as pregas da minha bundinha se romperem, não tinha notado que o pau do Gerson era descomunal, uauuuuuu e começou a tirar, e colocar cada vez em movimentos mais rápidos e violentos com o pau enterrado ate o talo e ele estocava com muita violência. Ele quando parou com o pau enterrado ate o talo, seu pau cresceu e ele nem teve tempo de dizer que iria gozar e gozou aos berros, foi simplesmente uma trepada rápida e deliciosa.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/decalcinharj



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

20/05/2016 17:23:24 - Não curto sexo a tres, mas deve ter sido bom pra vc. abraços...

17/05/2016 22:48:32 - bom demais.....com 2 amigos assim eu treparia todos os dias alias todas as noite...so de lê fiquei todo molhado.....hummmmmmmmmmmm

16/05/2016 20:51:18 - nossa que conto maravilhosos. pq eu nao acho dois amigos assim???????????????????

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente