Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Fetiche: Dei a bundinha pela primeira vez

Meu conto aconteceu mais ou menos a 3 anos atras. Estava eu voltando do trabalho quando avisto de longe um senhor de mais ou menos 50 anos, 1.70 de altura, uns 65 quilos, no ponto de ônibus na mesma calçada em que eu estava. Como o horário já era mais avançado tinham poucas pessoas na rua, poucos carros também. Chegando mais próximo de ponto reparei que ele estava me olhando, mas como era a direção que vinha o ônibus acabei não dando bola.
Chegando mais próximo tive certeza que ele olhava pra mim e na direção do meu pau. Continuei andando e fui ficando de pau duro, porém eu estava sem cueca e não tinha percebido o zíper aberto, logo o pau saiu um pouco pra fora enquanto eu passava em sua frente.
Ele continuou olhando e eu parei no ponto na parte de trás onde tava meio escuro. Ele foi até lá e deu pra ver o volume na sua calça também. Minha rola já estava metade pra fora e ele pegou de leve, eu toquei na dele por cima da calça e tinha um volume bom. Ele tirou pra fora e pude sentir aquela rola branca com alguns pentelhos e 18 cm. Abaixei e dei uma chupada na rola dele ali mesmo, engoli cada centímetro daquela rola gostosa até as bolas, fiquei com aquela rola na boca mais ou menos uns 5 minutos.
Depois ele abaixou e chupou a minha por uns minutos também, como o horário já era tarde não passou ninguém, pra nossa sorte.
Perguntei pra ele se ele morava ali perto e ele disse que não. Como não moro sozinho propus a ele irmos la perto de casa que tinha um lugar mais escuro onde não passava ninguém e ele topou, porém no caminho tinha que passar em casa para por pra carregar o celular, enquanto isso ele ficou me esperando na escada do prédio onde moro.
Quando eu voltei percebi que estava escuro e que também não passaria ninguém ali também pelo horário ser tarde. Começamos a nos beijar ali mesmo, mas depois descemos mais um andar abaixo da garagem, pois lá não tinha câmera e se viesse alguém daria pra ver. Já lá em baixo voltei a mamar aquela rola deliciosa dele enquanto ele gemia gostoso, eu engolia ela todinha até as bolas e voltava passando a língua até a cabeça, ele quase gozou na minha boca.
Depois foi a vez dele me mamar gostoso até que eu quase gozei também, mas segurei pois queria gozar comendo um cuzinho. Voltamos a nos beijar e eu disse que queria comer ele, ele não disse nada e me colocou pra mamar mais aquela rola, mamei ela como nunca havia mamado uma antes.
Ele sentado no degrau e eu mamando aquela delícia, ele aproveitou que eu estava com a bunda arrebitada e foi abaixando meu shorts (como passei em casa troquei de roupa). Me virou de costas e começou a chupar meu cuzinho enquanto eu segurava na parede e gemia com aquela língua molhando meu cuzinho bem gostoso e disse que ele que iria me comer. Eu disse que não, pois eu não dava, aí ele disse que eu mamava igual a um passivo e ia ser passivo dele ali.
Ele continuou com a língua no meu cu enquanto ia colocando camisinha no pau dele, eu fiquei meio com receio, mas a língua dele tava muito boa e resolvi deixar.
Continuei na mesma posição e ele foi subindo com a língua até chegar no meu pescoço, eu já não aguentava mais de tesão, tava quase gozando.
Ele abriu minha bundinha e começou a ir colocando aquela rola no meu cuzinho bem de vagar, foi doído no começo até entrar toda, mas depois que entrou ele deixou a rola dentro por uns segundos até eu tomar um ar e foi metendo e tirando ela de dentro de mim. Enquanto ele metia aquela rola em mim ia me chupando o pescoço, as orelhas e falando que eu seria sua mulherzinha.
Me colocou de 4 e começou a meter mais forte, aquela altura da foda meu cuzinho ja tava mais ou menos acostumado e a dor foi se transformando em prazer. Ele metia e apertava minha bunda, abria, enfiava até as bolas e depois socava por um tempo. Depois disso sentou num degrau e pediu pra mim cavalgar naquela rola, fiquei ali uns 10 minutos cavalgando e beijando aquele coroa gostoso e tesudo.
Quando ele já tava quase gozando me colocou de pé encostado na parede e meteu com toda a força até gozar, gozou tanto que senti a camisinha enchendo dentro do meu cu.
Fui em casa me limpar e pegar uma água pra gente, quando voltei ele ainda tava de pau duro, enquanto ele tomava água eu amava sua rola, mamei por uns 10 minutos e ele acabou gozando de novo, só que agora na minha boca, delícia. Depois disso ele foi embora e nunca mais nos vimos, mas foi umas das melhores transas que já tive.
Espero encontrar outros coroas aqui como ele.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/manpass



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

15/09/2016 10:32:11 - delicia ser penetrado por um pau destes

14/09/2016 21:47:27 - Delicia de conto adoro um koroa ativaço. abraços...

14/09/2016 21:19:38 - bacana de conto adorei

14/09/2016 08:41:26 - Estas são, realmente, as melhores fodas q existem: inesperadas e com coroas. Tbm adoro.

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente