Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Fetiche: Foda no ônibus

É a primeira vez que escrevo e espero que gostem.
Tenho 24 anos e há um ano iniciei em um novo emprego. Como o local ficava longe de casa, a empresa disponibilizava um fretado para o trajeto.
Era minha primeira semana e eu estava bem calado no fretado, pois não conhecia ninguém e todos pareciam bem enturmados. Então um rapaz veio conversar comigo, disse para eu me enturmar e conhecer o pessoal. Falei que pensaria no caso e ele passou a mão em minha coxa e disse que eu não me arrependeria.
Chegamos a empresa e percebo que o rapaz que puxou assunto comigo no ônibus passaria a ser meu vizinho de mesa.
Ele vinha com conversinhas para o meu lado, passava a mão na minha perna e no meu volume por debaixo da mesa o que ia me deixando excitado.
Em um feriado, trabalhando por escala apenas três pessoas pegaram o fretado: eu, o rapaz e uma moça mais velha. Sentei mais ao fundo do fretado e meu vizinho veio sentar ao meu lado. Começou a passar a mão e apertar o meu pau. Aquilo estava muito bom e percebi que o pau estava bem duro. Ele então desabotoou minha calça e começou a me punhetar. Disse pra eu me acalmar e ficar de vigia. Eu ainda nervoso não entendi muito bem e foi quando ele abaixou e começou a me chupar. Que delícia sentir aqueles lábios.
Paramos em um ponto onde a mulher desceu e ficamos apenas nós e o motorista. Foi quando meu colega abaixou a calça dele e disse que queria dar pra mim.
Fiquei sem palavras e disse que não daria, ele disse que pra tudo tinha jeito e que ele sentaria no meu pau naquele ônibus.
Ele tirou uma camisinha da mochila, colocou em mim, ficou de ladinho e pediu que eu forçasse meu pau no seu cuzinho.
Não resisti, comecei a empurrar meu pau naquele cuzinho apertadinho. senti um pouco de dificuldade, embora meu pau não seja grande ele é um tanto grosso.
Quando senti o meu pau arregaçando aquele cuzinho, comecei a acelerar os movimentos. Me sentei no banco e ele começou a pular em cima do meu pau. Que delícia sentir meu pau arrombando aquele cuzinho.
Cheguei ao meu limite e anunciei que ia gozar. Ele rapidamente tirou o preservativo e caiu de boca no meu pau, engolindo cada gota do meu gozo. Continuou me chupando por mais um tempo e foi quando percebemos que estávamos parado no ponto final e o motorista estava vendo tudo.
Ele fez a proposta de que se pudesse comer um cuzinho não falaria nada pra ninguém, mas essa já é outra história.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

31/10/2016 18:49:58 - Amei seu conto, muito exitante. e o motorista levou vantagen? rsrsrsrs abraços...

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente