Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Fetiche: Na igreja com o padre

Sou Pedro, tenho 48 anos, negro, serio, discreto, peludo, solteiro... Sempre ouvi falar que os padres curtem outros homens. Chegou um padre novo na igreja do bairro onde moro, numa cidade do interior de São Paulo. Todos queriam conhecer e cumprimentar o novo padre. Um homem muito sério, com cara de bravo, porém, muito solicito, observador, estatura média, negro, grisalho, não é bonito,mais diria simpático e com uma cara de comedor.
Um homem muito reservado, foi ocupar a casa onde o outro padre morava, um pouco distante da igreja e já meio fora do bairro sentido sítio.
Marquei um horário para me confessar e, como a igreja não havia espaço para ele me atender, ele marcou comigo na casa dele. No horário marcado estava eu lá. Ele me atendeu muito cordial e me convidou para entrar. Uma vez na sala e já sentado, ele saiu para pegar alguma coisa. Um homem extremamente cheiroso! Aquilo me chamou a atenção e me foi deixando excitado.
Ao retornar com um pano roxo na mão, percebi seu olhar para minha mala. Não deu outra: passei a mão e apertei na minha mala por cima da calça e dei uma olhada bem safada para ele. E ele passou a língua nos lábios. Agachou-se na minha frente e foi logo pondo a mão. Fiquei de pé desabotoei o cinto e ele se encarregou de desabotoar minha calça. Puxou a calça e e ficou esfregando o rosto no meu pau por cima da cueca. Depois abaixou e engoliu meus 17 cm.
Que boca maravilhosa. Chupava com uma maestria; deu um trato no meu saco. Ficou uns 15 minutos me chupando. Fizemos um 69 e linguei muito aquele cu peludo. Depois tirou a roupa e me levou até um quarto e lá, para minha surpresa, numa cama me entregou uma camisinha e um creme e disse "me come".
Não perdi tempo. Ele ficou de quatro e eu fui metendo e ele gemendo de dor e de prazer e pedindo pra mim meter tudo; depois ficou de frango assado e dai dei uma linguada no cu dele e meti tudo novamente. Quando anunciei que ia gozar ele começou a bater uma e gozamos juntos. Ele me mostrou um banheiro, tomei banho e fui embora. Nunca mais voltei. Quando nos encontramos apenas nos cumprimentamos. Tenho namorada e ele sabe.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/pedro_eros1



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

11/11/2016 18:58:18 - Ai delícia,eu também queria ser o padre.

07/11/2016 21:33:23 - que bacana esse conto, inveja do padre

06/11/2016 20:30:59 - QUERIA SER O PADRE

06/11/2016 11:23:10 - muito massa

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente