Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Fetiche: Escravo submisso

Bom meu nome será Angel. Esse e o nome que meu dono me deu.

Eu o conheci através de um blog da internet. Sempre gostei de BDSM, por isso minha curiosidade. Escrevi pra ele dando meus dados inclusive telefone. Qual foi minha surpresa quando ele me respondeu pelo whatsapp.

Conversamos e soube que ele era de outra cidade perto. Me mandou um contrato de submissão. Li e assinei e devolvi.

Até que um dia ele disse: Venha amanhã na minha casa. Está tudo preparado.

Me passou o endereço e a hora que era pra chegar. Disse que a casa estaria as escuras que era pra eu entrar. Ainda mandou que eu vestisse uma calcinha fio dental. Fiz tudo que mandou. Só que o ônibus que me levava a cidade dele atrasou. Era pra chegar na casa dele as 21:00 mas cheguei às 21:30.

Isso foi muito grave. Achei a casa e vi que a porta estava entre aberta. Fui entrando e meu coração batia forte. Mal acabei de entrar e vi ele sentado em um sofá usando uma mascara.

Fui me explicando. Ele me mandou calar a boca e me deu um tapa dizendo: Só eu que falo. Não quero ouvir tua voz. Tire a roupa e se ponha de joelhos. Fiz o que me mandou. Em seguida ele levantou e se foi até minha direção. Pegou minhas mãos e amarrou para trás. Feito isso pegou um plug e foi logo colocando em mim enquanto dizia: Enquanto você estiver aqui e me servir esse buraco deve permanecer sempre ocupado.

Depois ele sentou novamente no sofá e pediu que eu ficasse de pé. Fiz o que mandou com alguma dificuldade, pois estava amarrado. Ele me mandou virar para apreciar minha bunda. Ele disse: Tua bunda agora e minha e você se chamará Angel.

Me colocou de joelhos e me fez chupa lo. Obedeci. Confesso que me assustei pois ele era moreno e bem dotado. Foi ai que tive medo mas agora era tarde pra me arrepender. Minha boca já estava dormente e ele não deixava eu parar. Depois de muito tempo chupando ele mandou eu parar. Me mandou ficar de pe e saiu. Voltou com uma mini-saia branca e colocou em mim erguendo até aparecer a poupa da bunda onde estava a calcinha vermelha com o plug atolado.

Me senti estranho depois mandou que eu lava se as louças da cozinha como uma empregada me desamarrou. Colocou um salto alto em mim e mandou eu andar devagar ate a cozinha. Foi estranho com aquela roupa e o salto fazia minha bunda empinar ao mesmo tempo que o plug me fazia andar meio rebolando.

Fiz o que ele mandou senti que ele me olhava. Depois que acabei ele foi conferir o serviço. Novamente me amarrou as mãos. Feito isso me levou até uma cadeira dando tapas na minha bunda.

Me mandou ficar de joelhos em cima da cadeira com a cabeça no encosto.feito isso ele levantou minha saia abaixou a calcinha tirou o plug.. Passou algo no seu pau e começou a colocar em mim.meu cu ainda estava meio aberto pelo plug.. Mesmo assim começou a doer seu pau era muito grande.reclamei de dor ele tirou tudo brabo pegou uma cinta e começou a bater em minha bunda falando: Não quero ouvir tua voz. Está no contrato. Me deu 30 cintadadas e começou de novo a por. Fiquei quieto aguentando enquanto pensava: Bem feito foi mexer com ele eu o procurei agora tenho que aguentar.

Ele pôs tudo. Não sei como aguentei. Saia lágrima do meu olho. Ele socava com força. Foi demorado. Até que senti que ele enfiou mas no fundo e começou a gozar.

Dava pra senti a gozada dentro de mim. Sem tirar de dentro, ele pegou outro plug agora maior que o anterior bem mais grosso e tirou o pau em seguida pos o plug. Levantou minha calcinha. Abaixou minha saia ate aparecer a poupa da bunda.me pois de joelhos me fazendo chupa lo pra limpar seu pau.

Feito isso. Me levou até um quarto onde me pois de bruços na cama e disse: Descansa um pouco! A noite vai ser longa.

Continua..

Bom esse e o fim da primeira parte da minha história se gostaram eu contarei o resto.

Obrigado...

Ops! Obrigada! Agora sou Angel.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente