Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Fetiche: Tesão de visita

Estou hospedado na casa do meu tio e hoje recebemos a visita de um amigo, fizemos um programa de macho. O cara tinha o maior pintão, volumão mesmo, em determinado momento ele foi mijar deixando a porta aberta, como aqui o banheiro tem muitos espelhos, eu consegui ver a mangueira, fiquei de pau duro na hora.

Aproveitei que meu tio estava dormindo e babando no sofá, e dei umas encostadas no cara de propósito, falei pra ele: " po fica mais a vontade, elas vão demorar! " (minha esposa safada traidora, que fica conversando com outros caras no celular escondido e apaga fotos e conversas e acha que não sei, ela fica vendo putaria na internet achando que sou otário e a esposa dele, outra safada que transa com outros caras e que aposto e ganho, que nesta viagem elas estão transando com Deus e o mundo) e falei pra ele: " vou pegar um chinelo pra vc, espera aí vou por um pijama". Deixei a porta aberta, me troquei na frente dele mostrando o rabo, peguei o chinelo e voltei, ele viu que eu já estava sem cueca.

Tímido, ele não queria tirar o tênis, eu ajoelhei na frente dele e comecei a tirar pra ele, meu pau saiu pra fora do pijama, ele viu e ficou com o pau duro, mas relutante ele disse: " Para cara! vai subir mó chulezão! " E eu disse: " Relaxa! macho tem chulé mesmo e eu curto! ".

Tirei o tênis dele e senti um fedor forte mesmo, peguei os pés fedidos tirei as meias dele e cheirei os pés, ele ficou de pau duro, e meu tio dormindo...Puxei ele pra outra sala e abri a calça dele, peguei no pauzão mijado e suado, bati uma pra ele, passei um pouco da baba do pau dele no meu cu e sentei nele sem camisinha, o cara delirou!

Pegou minha cabeça e empurrou para o chão e fez eu cheirar o pé dele novamente, lambeu meu cu e depois sentou o sarrafo na minha bunda, gozou litros de porra quente, deixando meu cu transbordando e aquele cheiro de água sanitária, chulé, mijo, pentelhos e pau suado por todo o ambiente.

Ele foi no banheiro lavar a boca e o pau na pia, e eu fiquei na sala, cheirando a meia e o tênis dele com meu cu cheio de porra. Ele voltou todo desconcertado, colocou o tênis, pediu para eu abrir a porta e avisar a esposa que ligasse pra casa que ele mandaria o filho do casal buscá-la.

Ele saiu com pressa e sem olhar para trás chamou o elevador. Ele me deixou feliz com o cu cheio e com as meias fedidas dele de presente, que no desespero de sair ele esqueceu. Me senti vingado da vaca traidora da qual infelizmente sou casado, e ele certamente aliviado depois de meses na seca da qual se queixara no bate-papo que tivemos no início desta noitada na companhia do meu tio que ainda estava acordado. Meu tio só foi acordar no outro dia com o barulho das vacas chegando no meio da manhã.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente