Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Fetiche: O careca casado

Olá, tudo bem? O que vou narrar é algo que está acontecendo que pensado com uma pessoa e acontece com outra. Eu sou o Pedro(fictício), mulato, peludo, grisalho, discreto, não afeminado, sério, bunda grande, durinha...

No ano de 2014, fui convidado para participar de uma festa junina no seminário da minha Diocese. Conhecia todos os seminaristas que lá moravam. Lá chegando avistei um moço branco, magro, careca, bonito, sério e que estava dançando a quadrilha. Depois fiquei sabendo que era padrasto de um seminarista. Depois fiquei com aquele moço na minha cabeça e comecei a buscá-lo nas redes sociais. Encontrei um moço muito parecido com ele e lhe enviei convite amizade virtual. O convite foi aceito, porém, nunca chegamos a conversar. Descubro que não se tratava da pessoa que tanto desejei.

Neste ano de 2016, mudei-me para a cidade onde o moço morava. Ele enfermeiro, casado, 1,80m, forte, branco, careca... Um dia iniciei uma conversa com ele via online e fui colocando minhas intenções e ele fingindo que não estava entendendo, depois ele me falou. Continuei investindo e deu muito certo. Como moro sozinho ele veio até minha casa. Quando ele chegou nem acreditei que ele estava ali na minha frente.

Não perdemos tempo conversando, fomos direto ao ponto: abraços, apertos, não teve beijos, a mão dele na minha bunda e eu com a mão no pau dele. Tiramos nossas roupas e ele já foi forçando minha cabeça para baixo para que eu mamasse aquele pau duraço. Um pau não muito grande, acho que uns 17cm, grosso, saco pequeno. Mamei muito. Daí percebemos que não havia preservativo e não houve penetração mais gozamos juntos. Ele ainda voltou algumas vezes, mais pra ele é muito complicado pelo fato de ser casado e a mulher é marcação pesada.

Demos um tempo nos nossos encontros, pois o combinado era que eu jamais o procuraria, somente ele entraria em contato. Um dia liguei para ele pela rede social e a esposa viu e ficou indagando o porque da ligação e ele não ter atendido. Faz dois meses retomamos tudo e ele praticamente vem toda semana aqui. Hoje mesmo pela manhã ele passou aqui e me deu um grande presente de Natal: me enrabou gostoso e gozou na minha boca.

Agora ele me beija na boca e eu faço cunete nele, mas sou passivo.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/pedro_eros1



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente