Já é assinante?
Esqueci a senha

 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Fetiche: E o negão gozou gostoso

Aconteceu ainda a pouco. Eu voltava do trabalho cansado e com a cabeça doendo muito, e sem expectativas. Definitivamente este ano não foi bom. Recentemente perdi um amigo de forma trágica e a três meses minha querida Mãe foi morar com Deus.

Mas o que aconteceu hoje foi muito bom; ao descer do ônibus perto de casa, fui atravessar a rua e não percebi que vinha carros em minha direção e quase fui atropelado. Fiquei assustado e resolvi sentar um pouco no banco da parada de ônibus, passados alguns momentos já recuperado do susto fui em direção a minha casa, mas fui parado por um carro onde um Negão me pediu informação de como fazia para chegar até a BR, dei a informação, ele agradeceu e já ia arrancando o carro quando me chamou novamente, voltei e olhei em seu olho e ele logo me disse que estava totalmente perdido, ele veio em uma oficina mecânica para trazer uma peça de motor de caminhão e não sabia voltar, era de São Paulo, disse que estava cansado, com fome e que não conhecia nada na cidade, me perguntou se eu morava perto e se morava com família. A princípio fiquei um pouco receoso. Mas disse a ele que morava perto e que morava sozinho.

Ele me perguntou se eu podia fazer uma caridade em deixar ele ir até minha casa para comer alguma coisa tomar um banho e descansar para que pudesse voltar para São Paulo. Pensei um pouco e disse que sim. ( ao mesmo tempo pedi a Deus que me protegesse). Entrei na caminhonete e fomos para casa. Ao chegar abri o portão da garagem para que ele pudesse guardar a caminhonete. Entramos em casa e ele gostou de um dos meus móveis, conversamos um pouco, e depois falei para ele ir tomar um banho enquanto eu preparava um mexidão para a gente jantar. Antes do Julio, (nome Fictício) ir para o banheiro perguntei se ele trouxe toalha na mochila ele disse que não, então peguei uma toalha para ele, fui para a cozinha fazer o mexidão, assim que ele terminou o banho, veio ate a cozinha e elogiou, disse que o cheiro estava muito bom, agradeci e disse que era algo simples mas que dava para saciar a fome, em seguida disse para ele pegar o prato e se servir a vontade ele disse que ia me esperar tomar um banho e em seguida a gente jantava. Tomei um banho rápido e logo em seguida jantamos.

Ficamos conversando por um bom tempo, depois fomos ver tv, eu acabei dormindo por um tempo no sofá ao lado do Julio, acordei assustado com uma mão que percorria meu corpo em um toque suave, não me contive e acabei em seu colo, beijamos por um bom tempo, carinhos e amassos, depois cai de boca em seu cacete que já estava duro e babava muito, mal conseguia engolir a metade do cacete dele. Fomos para a cama e eu continuei a mamar o Negão com muito gosto. Senti que ele delirava com as minhas sugadas em seu cacete. Parei um pouco para pegar gel e diminuir a luz, foi quando ele me disse que tinha uma fantasia, e se eu poderia realizar para ele; esperei ele falar a fantasia e me prontifiquei a realizar. ( ele queria dar uma gozada na portinha do cuzinho para depois socar a rola para dentro...) disse que sim... voltei para a cama e dei continuidade na mamada, pouco tempo depois ele disse que já não aguentava e que ia me dar leite no cuzinho, virei depressa empinei a bunda e ele gozou gostoso bem na portinha e em seguida com carinho foi forçando a entrada do meu cuzinho com seu cacete bem lambuzado de sua porra... entrou com certa dificuldade, mas o Negão sabia o que estava fazendo.

Quando já estava tudo dentro ele começou a bombar gostoso e me deixou com um tesão incontrolável. Pedi a ele que socasse com força e me fizesse gozar sem colocar a mão no meu cacete. Ele muito prontamente me atendeu... socou com força que meu corpo gelou e ao mesmo tempo eu estava em sintonia com as socadas que ele dava no meu cuzinho que já estava em brasas. Quando ele me virou de frango assado e socou novamente o cacete em meu cuzinho, foi ai que eu senti seu cacete direito, doeu muito mas ele não parava de socar... eu já estava quase gozando sem colocar a mão no meu cacete e ele percebendo as contrações que meu cuzinho fazia, socou mais forte e gozamos juntos... eu gemia muito e ele também.

Ficamos parados por um tempo em total silêncio ao som de Roxette. Depois fomos pro banho onde ele me deu uma boa massagem. Dormimos juntos e pela madrugada acordei e fui tomar agua. Meu Negão dormia sereno como uma criança. Voltei para a cama e dormi novamente. Pouco depois o despertador tocou e era hora de levantar. Tomei um banho e fiz café. Assim que ele acabou o banho, tomamos café e ele desceu para ir embora, fui até a garagem abrir o portão para ele. Ele me agradeceu a boa acolhida e me deu um beijo bem gostoso junto com um abraço forte. Deixou seu número de telefone e disse que quando tivesse outra oportunidade que ele voltaria, disse que estava para entrar de férias e me perguntou se poderia vir me ver.

Disse que sim. Deixei meu endereço com ele, e pedi que quando chegasse em São Paulo me desse um retorno para saber que havia chegado bem. Voltei para casa, ainda não acreditado no que tinha acontecido. Fui arrumar a cama e para a minha surpresa tinha um bilhete debaixo do travesseiro juntamente com uma nota de cem reais. No bilhete ele agradecia a acolhida, o carinho e que a grana era para que eu comprasse um presente. E ainda no final do bilhete ele dizia: Que Deus o proteja mineiro caridoso.

Escrevi este conto aqui pois sou leitor e gostaria de compartilhar com os nobres colegas uma de minhas experiências. Já são 14:00 e o telefone tocou, era Julio me dizendo que já estava na empresa e que a viagem tinha sido tranquila. Conversamos um pouco e nos despedimos.

Abraços a todos, e até breve com mais um conto!

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/Dom13



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente