Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Fetiche: Pedreiro negão me arrombou

Na minha mente eu sempre tinha tido vários fetiches: técnicos da Sky, Uber e o que vcs mais imaginarem, mais nada nunca superou a vontade que eu tinha de ser fodido por um pedreiro, um belo dia, estava eu em casa, quando cheguei na minha varanda, tava tendo obra na casa da minha vizinha e daqui de casa dava pra ver o telhado, ele estava lá, aquele homem preto, forte e que já fantasiei com uma rola enorme, deixei pra lá, depois de um tempo percebi que ele n parava de mexer na rola e olhar de rabo de olho pra mim, comecei a olhar pra ele e disfarçar com o celular na mão:

-Mexendo muito no whatsapp?

-Sim, e vc trabalhando muito?

-Sim...

-Tá afim de fazer algo mais divertido?

-To sim, alguma amiga ai?

-Não, mas posso fazer tudo que vc quiser

-Hmmm tá afim de ser putinha de um negão?

-Claro

Ele perguntou como vinha pro outro lado, percebi que dava pra pular o muro do lado de lá, ainda mais com aquela altura, então falei pra ele pular, ele falou que se eu quisesse ia ser ali mesmo na area de serviço, fui dentro da minha casa e busquei camisinha, quando voltei ele mandou eu ajoelhar e assim eu fiz, quando aquele macho abaixou as calças pulou aquela rola preta que parecia ter uns 21cm, não perdi tempo, cai de boca feito uma putinha, depois de muito tempo chupando aquela piroca e aquelas bolas ele falou:

- Quer levar piroca nesse cu é?

- Quero meu macho, me fode

Então ele levou a sério, me botou de quatro e enfiou aquela piroca toda de uma vez só, eu me sentia como sempre quis: uma puta.

-Não era isso que vc queria? sua puta, toma piroca.

Eu ia mandando ele aumentar a velocidade e ele aumentava e me fodia muito!

-Vou gozar

-Goza na minha cara vai

Então ele tirou o pau do meu cu, tirou a camisinha e eu ajoelhei e voltei a chupar, em pouco tempo chegou minha recompensa por ter sido uma boa putinha: aquele leitinho de macho, quentinho, o filho da puta gozou duas vezes, e eu chupava pra deixar aquele pau bem limpinho.

-Agora vou voltar, a trabalhar, adorei ser seu macho, sua puta.

E assim aquele macho preto me deixou ali, cheio de porra na cara, me sentindo uma puta, com meu cu completamente fudido

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/Jhonatan_fh



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente