Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Fetiche: Já sou puto

Depois de tantos contos que ja escrevi aqui, já me convenci que sou puto.

To no Disponivel.com há muito tempo. Sempre zapeando e de vez em quando faço uma aventura com muito tesão e fico desejando achar alguém pra mais uma.

Ultimamente tá difícil! Tem muito indeciso, então to matando o tesão enfiando cenouras, cabo de escova e outros no meu cuzinho. Agora mesmo to enfiando uma mandioca quente no rabo, o que ta me deixando com o maior tesão... Já sei. Vou sair agora mesmo e procurar um macho pra me foder.

Sou de Curitiba e são 11:00 da noite, peguei meu carro e to dando um role. (só pensando e dar outra coisa). Passando pela rua dos travecos o movimento tá grande.

Parei o carro no escuro e vou andar a pé, na esquina tem uma boneca com uns peitões gostosos de fora, cheguei perto e ela logo perguntou, o que quer viadinho!

Deve ser a experiência, pois não dou pinta, mas na verdade queria pica. Ela então sem falar nada tirou uma geba pra fora e falou vem putinho, chupa aqui. Fui com pressa e cai de boca, ainda lembrando da mandioca que tava no meu cu a pouco. Chupei muito e pedi pra ela me comer, ai ela falou o boquete é de graça, mas pra comer só por cinquentão... Topei, pois o tesão era louco.

Então ela me encostou no muro, me inclinei um pouco e ja senti a geba maior que a mandioca me preenchendo, ela tava com muito tesão então meteu forte, me arrombando e eu adorando. Ela ficou batendo estaca um tempão e gozou... Pensei acho que acabou... Mas como eu disse agora eu era um puto. E ela falou viadinho agora voce é meu escravo, vai trabalhar comigo. Arregalei o olho, pois por fora sou macho, mas ela sabia que eu queria. Então parou um carro e ela foi atender e acertou com o cara que ele levaria duas pelo preço de uma, e me empurrou pra dentro do carro e fomos pro motel.

Chegamos rapidinho e como eu era o escravo, ja fui incumbido de chupar a pica do cara até ficar dura, enquanto eles se beijavam eu chupava as duas picas, demorou um tempinho e o cara já queria comer, e fui enrabado mais uma vez, e o meu travesti continuou metendo na minha boca. Ai o cara quis comer minha boneca que rapidinho arrebitou a bunda e deu pro cara meter a vontade, mas a pica do veado ficou dura como uma rocha e ele me puxou pro colo e me arrombou mais uma vez, todos gozamos rapidinho, e logo já estávamos na rua de novo. Pensei em ir embora mas meu traveco macho falou: Não! Vamos meter a noite toda, não era pica que você queria, agora aguenta...

Foi uma noite de sonho em que descobri que sou puto e agora adoro dar o cu. Pra quem quiser e goste de comer um macho...

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/afimsex



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente