Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Fetiche: O Garoto da Moto

Olá meu nome é Menelau, moro aqui na cidade de Nova Esperança, um dia conheci um rapaz aqui que é gordinho e que é o garoto da moto preta, ele tem os dentes um pouco pra fora e gosta de um churrasco.

Um dia enquanto conversávamos ele soltou uma pra mim: - Vamos fazer uma festa? Eu entro com o espeto. Disse ele para mim. - E eu sou a carne. Disse para ele.

Ele ficou animado e me chamou para ir até a casa dele, que faria a festinha no fim de semana. Aceitei, e ja fiquei todo excitado achando que ia rolar alguma coisa. ( E na verdade eu estava certo ia rolar algo, eu ia me aproveitar dele bêbado.)

Logo que cheguei ele foi me receber na por e disse o espeto ja esta preparado. Ah como gostei daquelas palavras. Ele foi me levando para dentro do seu quintal, enquanto a festa rolava e ele já tinha tomado algumas, e foi se embriagando mais e comendo um pouco de carne, ele pediu que eu pegasse um pouco da carne e bebesse com ele e eu o fiz, ficamos nos olhando um para o outro, por um tempo, ele já bêbado, se levantou e me chamou, me levou para dentro do quarto dele, foi ai que não aguentei, logo que entramos no quarto tirei a roupa dele e o joguei na cama.

Bateu aquele frio na barriga esperando que ele me jogasse para fora de lá, mas apenas me disse algumas palavras: - Agora sei o que você quis dizer com você ser a carne. - Então agora sabe que estou louco para ser grelhado neste espeto no meio das suas pernas. Disse a ele. Ele me forçou a deitada na sua cama, abaixou meu short e já foi tirando aquela piroca branca e de chapéu rosinha, sem muito tempo de pensar em nada ou de fazer nada ele logo, foi procurando a entradinha do meu cu, forçando sua entrada, ate que conseguiu e meteu no meu cu, eu abri meu rabo para ele e ele agarrou meus cabelos, então mandei um grito, e ele se afundou dentro de mim e logo então soltou um urro forte.

- Ah que delícia! Que delicia de churrasco, esse sim é um delicioso churrasco mano, ah que gostoso! Ele então começou a forcar a piroca dentro de mim, continuou a estocar sua vara dentro de mim com força e logo então comecei a gemer, sem ele, o escutei ele a gemer também. De repente ele virou para mim e disse: - Seu cu é mais gostoso que uma boceta, nem minha mulher dá pra mim deste jeito, vou largar ela e comer só você. Disse ele bêbado.

Eu pensei que não ia dar e deu, gozou no meu cu todo e lambeu meu pescoço, me abraçou deitado na cama, provei aquele beijo embriagado dele e logo então senti que a piroca formosa arrebateu para mole e então me beijou de novo, e me deixou ir Embora.

Depois de algumas semanas viajei e fui com ele sozinho para dentro de uma mata virgem e lá de novo me comeu pela noite toda.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente