Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Fetiche: Na cama da Mulher do Pedreiro

O que vou contar aqui aconteceu mesmo, se depender de mim, irá se repetir muitas vezes, hehehe.

Moro em Belo Horizonte e tenho o costume de colocar anúncios em sites de encontros, procurando machos pra me comer. Semana passada recebi uma mensagem de um cara, residente em uma cidade da região metropolitana, dizendo que queria me comer na hora do almoço. Trocamos algumas idéias, achei interessante e perguntei pra ele onde íamos nos encontrar. Ele disse que na casa dele mesmo, só que tinha que ser entre meio dia e 13h, porque ia trabalhar depois. Topei e ele me passou o endereço.

Fui pra lá no horário e já o encontrei na porta da casa me esperando. Um cara moreno claro, uns 35 anos, sem camisa, de bermuda e muito simpático. Me falou que era pedreiro e que a mulher dele estava trabalhando. Me levou para o quarto e, para minha surpresa, era o próprio quarto do casal!

Percebi que não tinha outro quarto na casa e, na cama estava cheio de coisas do casal, e da mulher dele!! O danado, afastou as coisas de cima da cama, abaixou a bermuda e me mostrou um belo pau, grosso e já meio duro.

Comecei a chupar e ele:
- Mama gostoso, viadinho, vai!
Eu chupei bastante aquele pau delicioso, ficando cada vez mais duro, até que ele me mandou ficar de 4 na cama. - Fica assim que eu vou te comer.
Respondi que sim, podia fazer o que quisesse comigo. O pedreiro não deixou por menos, enfiou aquela pica grossa no meu cu de uma vez. Eu gemi e gritei um pouco.
- Ai, safado, mete tudo vai.
E ele foi socando tudo lá dentro, mexendo o pau no meu cu e falando.
- Que cu gostoso é esse !!!
- Vou te foder muito, safado !!!


Me pôs de lado e continuou metendo, e falando putarias no meu ouvido, Enquanto isso eu sentia seu pau socando forte no meu cu e, na minha frente, bolsa e coisas da mulher dele, KKKKKK. O cara me fez ficar de bruços, puxou minha bunda pra trás e socou tudo lá dentro de uma vez.
Falou :

- Agora relaxa e fica quietinho que eu vou gozar. Eu obedeci e senti ele acelerando o cacete dentro do meu cu. Metia socando cada vez mais rápido, foi fudendo meu cu, fudendo, fudendo, até que:
- Vou Gozar!!! Toma!!! Ahhhhhhh
E senti meu cu ficando melado, o pau dele deslizando lá dentro, escorregando no meio da porra que inundava meu cu. Relaxou um pouco. e tirou ele pra fora.

Me virei e vi que tava encharcado de porra até as bolas !!! Limpei ele com a língua, e ele me passou um papel pra secar meu reguinho que tava pingando porra hehehe. Enquanto eu me vestia, ele foi ao banheiro e voltou com aquela roupa de pedreiro, toda suja de cimento e areia, disse que ia voltar pro trabalho, depois daquela foda gostosa.

Nos despedimos e ficou de me chamar de novo quando o tesão pedir. Tomara que não demore muito, kkkkkkkkk.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/papaanjobh



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente