Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Fetiche: Morde minha orelha e encosta o cabeção na portinha

Olá dia galera, sou novo aqui no site com o nick Passivokerporra01, como meu próprio nick diz sou muito puto e tarado em porra de macho. Essa história que vou contar aconteceu ontem e só de me lembrar já fico de pau duro. Bom, vamos lá. Fábio era um contato que eu já tinha há um tempo, já haviamos teclado várias vezes, sempre falando muita putaria e o que faríamos quando conseguíssemos marcar a tão esperada foda. Ontem por volta das 18:00 horas ele me manda um mensagem dizendo que finalmente teria o apartamento livre e que eu seria dele aquela noite. Sem pensar duas vezes, me arrumei e fui. Chegando lá qual é a minha surpresa vendo aquele macho pessoalmente, já tinha visto milhares de fotos dele, mas pessoalmente muito mais gostoso. Fábio e um cara de 1.85, branco, sarado, 30 anos, muito gostoso mesmo. Já abriu a porta do AP apenas de short, mostrando aquele corpo delicioso e o volume que mesmo mole já dava água na boca. Mal entrei ele já me puxou e me agarrou com aqueles braços fortes e me deu um beijo de tirar o folego. Sem perder tempo enquanto me beijava já foi me levando pro quarto, tirando a rola pra fora e falando: -Chupa teu macho agora.

Nao precisou falar duas vezes, aquele pau de 21 cm reto, cabeça rosada e cheio de veias na minha cara, não me fiz de rogado, chupei muito. Engolia seu pau, chupava como um pirulito enquanto revezava entre as bolas, algo que fazia ele suspirar. Então fábio manda eu ficar de bruços, abre minha bunda e começa um cunete delicioso. Fodia meu rabo com a lingua, deixando ele todo babado. Após uns 10 minutos chupando meu rabo ele vem e deita em cima de mim e enquanto morde minha orelha encosta o cabeçao na portinha e vai soltando o seu peso. O tesao era tanto que eu fui relaxando e sentindo cada cm daquele homem dentro de mim. Senti seu peso e seu hálito quente na minha nuca me dava mais tesão ainda. Logo sinto seus pelos encostando na minha bunda, sinal de que havia entrado tudo. Dou um empinada pra ele, que foi o sinal verde pra Fabio começar a socar, começou lentamente e aos poucos foi aumentando o rítimo, tirava seu pauzao e atolava inteiro no meu rabo me fazendo gemer feito uma vadia.

Quanto mais eu empinava o rabo pra ele, mais ele me segurava forte e socava. Entao ele me coloca de 4 e monta em cima de mim. Foi ai que a porra ficou séria. Fabio socava como um touro, me fazia gemer alto e pedir por rola, seu pau deslizava no meu rabo como se tivesse sido feito pra esse proposito. Após uns 10 minutos nessa posição ele me manda ficar de frango assadao, enquanto me beijava continuava a socar seu pauzao. Meu cu já estava pegando fogo, mas só a sensaçao de ver aquele macho gostoso suando de prazer já bastava pra fazer meu tesao subir. Então Fábio olha pra mim com aquela cara de safado e fala: -Vou gozar.

-Então goza, me enche com sua porra quente.

Sem perder tempo Ele aumenta as estocadas e enquanto ele vai ofegando sinto meu macho despejando vários jatos de porra quente dentro do meu rabo, me fazendo gozar sem tocar no pau. Ficamos assim por um tempo e acabamos pegando no sono. Mas a noite estava apenas começando. Continua...

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/marcos594



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

30/05/2016 17:22:08 - Delicia, cada conto mais gostoso que outro, pena eu não realizar meu sonho de poder contar para voces o dia em que encontrar um macho para me fuder todinho.

09/03/2016 18:35:55 - Nossa... que conto maravilhoso, amei, bjs amigo(a). kkkkk

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente