Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Outros: Mudei de casa e arrumei outro vizinho gostoso pra me comer

Olá, sou negro tenho 35 anos, 1,90 por volta de 85 kilos, cabelos e olhos pretos, louco por pica e moro em Guarulhos. Já escrevi outros contos aqui. No último relatei sobre um vizinho delicioso que me arrombou quando morava perto de um shopping, aqui mesmo em Guarulhos, depois de dar gostoso para ele me mudei de casa, vindo para outro bairro aqui mesmo na cidade. Na nova casa, já comecei dando gostoso para o técnico que vei instalar a tv, e daí para cá num posso reclamar, mas vamos ao meu novo vizinho delicioso, que vem me arrombando desde que chaguei no novo endereço.

Logo que cheguei no novo endereço percebi que por aqui ai me dá bem (realmente estou me dando muito bem), mas esse vizinho eu conheci logo nos primeiros dias, pois estava sempre na rua com os colegas, ele tem por volta de 30 anos, branco, um corpo de jogador de futebol e uma pica que me deixa louco. Sempre que saia na rua o via com os amigos ou andando, ele costuma usar shorts de jogador, mostrando as belas coxas, uma bunda linda e o melhor um pacote que me enlouquecia só de imaginar, sempre que o via tentava puxar assunto e ele conversava.

Certo dia por volta de 3 meses morando no novo endereço, quando saio na rua o vejo lá sentado sozinho, como sempre puxei conversa e perguntei o que fazia, ele disse que nada estava só passando tempo, sem perder tempo o chamei para ir em casa conversar um pouco, ele disse que sim estava sem nada para fazer mesmo. Chegando lá perguntei se gostava de filmes, ele disse que sim, de propósito peguei logo um pornô e coloquei, ele se sentou com aquele pacote exposto na minha frente e percebi o pau duraço, praticamente pedindo para ser chupado, não perdi tempo e comecei a acariciar. Naquela hora percebi que o pacote se confirmava, uma pica linda, grandona, por volta de 22 cm grossa, cai de boca, engolindo toda sentindo a minha garganta ser arrombada, mas engolia até as bolas dele. Fiquei ali mamando por mais de 20 minutos.

Louco para ser rasgado por aquela pica pedi para me foder, ele prontamente atendeu meu pedido e foi metendo aos poucos aquele membro gigante no meu cuzinho, que estava virando cuzão, (nunca mais foi o mesmo), depois de um tempo começou a meter sem dó, até que não aguentava mais e me perguntou onde eu queria que ele gozasse, disse para ele que o meu macho é que decide, ele escolheu gozar na boquinha do meu cuzão. Muito bom ver aquele macho jorrar aquela porra se acabando de tesão. Logo em seguida gozei muito também. Depois disso ele vem sempre me visitar para eu mamar aquela pica e ele arrombar meu cuzão. Adoro, pois ele me deixa de cú a garganta arrombados.

Se você curte arrombar o cú de um negrão passivo sem dó e gosta de ser mamado entre em contato.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/gilbahia



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

15/04/2016 03:16:55 - Não sei pq vc me bloqueou no seu perfil do Disponível, adoro ler sobre suas aventuras com seus vizinhos gostosos. Aquela em q vc conta sobre o vizinho antigo casado e pauzudo, me fez gozar várias vezes lendo. Mesmo assim, parabéns pelo conto, e continue nos contando sobre suas aventuras. Adoro lê-las.

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente