Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Outros: O Negão Motorista me Fudeu!

Eram 23 horas quando eu desembarquei no aeroporto de Madrid. Minha ida àquela cidade era para encontrar com dois homens que eu havia fodido no passado. Juan e Paco. Entrei no banheiro para mijar e la estava Romero, um crioulão de mais ou menos 1.85 m. Sua rola mijando era mais do que esplendorosa e gigante! Na Europa não existe mictorios anti-viados e geralmente as picas ficam todas a vista. Olhei indiscretamente para a caceta do Romero. Ele acabou de mijar e saiu. Vontade de mamar aquela rola não me faltava, mas não pensei nem um segundo que podia acontecer. Quando eu sai do banheiro ele se aproximou e perguntou se eu queria transporte. Ele tinha trazido um cliente e não queria retornar com a limousine vazia. Acrescentou imediatamente que eu pagaria o mesmo preço de um taxi.

Entrei em sua limousine e sentei no banco da frente junto a ele. Comecei a gesticular afetadamente para mostrar que eu era viado, a segunda pista que eu dava porque sentando na frente ao lado de um motorista, seja de limousine ou taxi, está na cara que estamos atrás de pica. Ele perguntou se era minha primeira vez a Madrid e eu respondi que vinha sempre àquela cidade. Ele disse que se eu precisasse de uma limousine seu preço era razoavel. A estas alturas eu já estava interessadissimo em provar aquele delicioso caralho. Respondi que eu gostaria de visitar o Escorial, mas teria de ser muito cedo. Romero disse que morava no suburbio cerca de quase duas horas da cidade e para ele me apanhar as 8 da manhã, teria de dormir no carro. Aleluia! As portas se abriram! Perguntei por que ele não dormia comigo no meu hotel. Ele concordou. Eu ja estava indócil, minha boca salivando e meu cu piscando de desejo. Enquanto ele foi ao banheiro eu tirei minha roupa e deitei de bunda para cima. Ele apagou a luz e deitou ao meu lado. Eu estava indócil! Junto a um homem com uma rola cavalar e nenhuma ação.

Discretamente eu encostei minha mão na perna dele. Para minha supresa ele virou-se e sua magnifica rola encostou na minha mão. Ja estava dura. Ele sabia muito bem o que eu queria. Caí de boca na jeba. Depois de mama-la por uns 45 minutos, coloquei a camisinha e fiquei de quatro. Romero enfiou em mim seu caralho monumental. Gemi! Doeu mas foi uma dor saborosa. Ele era um macho divino e sabia comer um cu muito bem. Quando gozou eu mais que depressa retirei a camisinha e lambi toda sua porra. Dormimos. Na manhã seguinte cedo, eu abocanhei mais uma vez sua pica a qual estava ligeiramente ensebada e gostosa.

Falei que gostaria de encontra-lo novamente dois dias depois. Eu tinha que dar o cu para Paco e para o Juan, dois machos que eu ja conhecia e tinha marcado para eles me fuderem. Dei o rabo para os dois, mas, meu pensamento estava com a pica do Romero.No meu ultimo dia em Madrid, experimentei novamente aquela rola maravilhosa. Agora quando eu vou a Madrid tenho três homens. Paco, Juan e Romero.

Adoro servir de puta para os três e ser fudido maravilhosamente bem!

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/Gsantucci@gmail.com



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

28/05/2016 11:50:20 - Voce é um cara de sorte, eu querendo um e voce com tres, se for um negão melhor ainda, mas que não tenha uma pica muito grande porque sou virgem.

28/04/2016 20:47:40 - Quem pode ...pode...né? rsrsrsrs

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente