Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Outros: Porteiro comedor

Me chamo Tiago, tenho 26 anos e sou casado com mulher. Sou porteiro e nessa época trabalhava num loft na Vila Madalena. Como o prédio era na planta, não tinha morador ainda. Então eu ficava sozinho durante o expediente.

Num dia de domingo eu estava na portaria quando um cara de aproximadamente 33 anos tocou o interfone e perguntou se ele podia da uma olhada no apartamento. Eu liberei a entrada dele e o levei até o jardim que leva para a escada.

Chegando la ele se apresentou. Seu nome era Diego e notei que ele não parava de olhar pro volume da minha calça. Explico pra ele as medidas do prédio e tal e ele começa a me elogiar. Ele segura no meu braço e me chama de forte e diz que está doido pra da a bunda.

Eu disfarço e falo que não rola e tal porque estou no serviço e não posso deixar a portaria sozinha, mas posso deixar ele dar uma mamada.

Levo ele pra escada e tiro meu pau de 18 cm grosso pra fora. Ele cai de boca e mama com uma vontade que me deixa loco. Até que ele para e pede pra fuder o cuzinho. Eu falo que não tenho camisinha. Ele saca uma camisinha e um gel lubrificante.

Não resisti e enrabei ele ali mesmo na escada. Soco com tudo nesse safado até nos dois gozarmos.

Nos se limpamos e marcamos outra foda mas não rolou. Fui transferido e ainda sinto vontade de fuder aquele puto.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente