Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Outros: Eu e o bancário do Banco do Brasil

Há dias faço caminhada aqui onde moro em Rio Preto. Sempre admirei um cara casado que faz caminhada na av. JK , gostoso, belas pernas, uma bunda linda, aquela vontade de chupar ele todinho. Eis que jesus (esse é o nomedele) pegou uma certa amizade comigo.

Casado, ele mora num condomínio chique aqui com filhos. Papo vai papo vem, ele de bike, falei: Sempre quis ter uma bike pra pedalar. Ele disse: Tenho um grupo de caminhada e pedalada. Quando conseguir uma bike, vamos sair por estas estradas afora. Não consegui a bike ainda, mas devido ele ter pego meu whatsapp ando mandando mensagens, mas tudo com respeito, falando: Vamos caminhar por umas estradas de terra é bem gostoso! Dias depois ele disse : Sim! Vamos. Fomos na sexta passada agora. Como é muito distante, tem um sitio abandonado de um senhor que conheço pros lados de Bassit.

Cansados, fomos tomar água. Casa abandonada... Era tudo que sonhei com aquele homem. Quando foi sete e meia, começou a anoitecer. Sentamos no chão e começamos a conversar sobre tudo. Ele levantou e foi mijar e eu admirando aquelas pernas, bunda e pensando: O pau deve ser lindo! Ele me da uma chacoalhada no bichão e não teve como não ver.

Fiquei doido na hora. Ele pergunta: voçê gosta? Percebi um jeitinho seu meio assim. Falei: Sempre te admirei pela sua idade... 53 anos um corpo gostoso deste. Ele riu. Sentamos no chão e ele começou alisar. Não resisti. Falei: Deixa eu ver tudo. Que tesao de macho! 18 cm cabeçudo. Ele abaixou a bermuda até os pés e caiu de boca. Chupava o saco, as pernas, vontade de mamar aquele cu, mas fui pro peito. Ele ficou com medo de chegar gente. Falei: Aqui não vem e continuei. Ele tirou a camisa e ficou nuzinho. Eu idem. Cara de rosto não tão bonito mas aquele jeito de macho que goza gostoso e soca firme.

Chupei e ele quase gozou. Sabe quando você caminha demais e a bunda fica meio molhada? Ele quis comer e dizia ser a primeira fodida com homem e chupada era terceira. Falei vai de devagar pois seu pau é grosso e grande. Fiquei deitado por cima das camisas e short e ele veio. Falei to fodido no bom sentido. Doia e como doia. Ele socava e tirava. Que dor gostosa! Mas a doidera de tesão e de estar dando pro cara era demais. Mordia meu pescoço, minha tara e bombava sem dó. Eu gritava e pedia mais.

Vou te encher de porra! Falei não! Ele tirou e lavou minhas costas com porra grossa. Gozei com o cu ardendo e deitamos. Ficamos até umas 8 da noite abraçados e a volta pra casa, estrada de terra cansados de caminhar e meter. A gente se abraçava e ainda dava umas roçadas.

To louco esperando a próxima caminhada com meu bancário do Banco do Brasil.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/DEIAZZ



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente