Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Outros: Que beleza de fim de ano

Estava precisando de sexo e o ano acabava. Sai do trabalho dia 30 e fui para a sauna.

Peguei uma cabine e de lá fui para o chuveiro. Lá já vou olhando todas as picas e sorrindo. Tenho um jeito muito másculo e robusto e os homens me acham atraente, muitos dizem que sou um coroa bonito. Coisa de viado... Mas ao olhar direto para os pintos fica claro no que estou interessado.

Sai e fui para o labirinto, que hoje é só uma sala meio escura com bancos. Olhei e vi um jovem bonito alto mexendo no pau. Sentei ao lado e perguntei se podia pegar. Ele me respondeu que não falava português. Disse-lhe "may I do a blow job". Ele riu e aquiesceu e comecei a chupa-lo. Pau gostoso e perguntei se ele não queria ir para a cabine. "Later" e levantou.

Fui para a sala escura do outro andar. Me encostei num cara e peguei seu pau. Ele tirou a toalha e dirigiu minha cabeça para se pau e pus-me a chupa-lo. Ficamos de sacanagem, mas ele não quis ir para a cabine. Chupei-o mais um pouco. Quando chupo começo a sentir um enorme tesão e meu cú pisca pedindo pica. Então depois de um tempo sai.

Desci e um meio calvo sorriu e fomos para minha cabine. Ele estava de pau mole, mas ficamos de sacanagem e eu comecei a chupar sua enorme pica e nada dela endurecer, só ficava meio borracha. Ele estava excitado e disse que já tinha fodido comigo e que gostaria que eu fosse um dia destes a sua casa para fodermos a tarde toda. Eu disse que sim, só que depois de meia hora de excitação, meu queixo já doía de tanto mamar, e nada de pau duro. Ele pediu desculpa e disse que talvez mais tarde...

Fui para o corredor de cabines e um velho se aproximou e perguntou se eu não queria ir com ele e um amigo. "Vocês são ativos?" "Sim, vamos". Fomos para a cabine dele e no caminho um cara cinquentão, grande e bonito, perguntou se eu tinha topado. Fomos os três e tiramos as toalhas. Comecei a chupar os dois. O velho conseguia uma meia bomba, mas o pinto tinha um gosto bom. O do bonitão também e logo perguntei se ele não queria me foder. Fiquei então de quatro e ele meteu devagar, eu disse que era minha primeira foda. Ele foi me comendo e eu chupando o velho, os três muito excitados. O bonitão, o velho e eu gemíamos e ele gozou em meu rabo. Tirou e perguntou ao velho se ele não queria me comer também. O velho deu a entender que não ia conseguir. Eu sorri, meu pau também não sobe mais, principalmente quando estou com homem. Foi bom, ficar sendo o viado de dois faz com que eu me sinta muito viado. Adoro ser viado e quando estou dando e chupando fico muito feliz.

Sai e novamente fui para a sala escura. Chupei um cara, depois outro, mas nenhum quis me enrabar. Desci novamente e encontrei o calvo. Ele sorriu e ficamos conversando. Disse-me que estava muito cansado e desculpou-se. Ia propor chupa-lo até ele gozar, só de camaradagem. Gosto de cultivar o tesão dos machos. Só que apareceu um massagista fortão com quem já tinha fodido algumas vezes. Ele perguntou se o outro era meu namorado, mas dissemos que éramos apenas bons amigos...

Convidei então o massagista para a cabine. O de sempre, muito beijo no corpo todo do cara, parrudo e muito másculo. Deixei a porta meio aberta por causa do calor. E também porque gosto muito quando outros ficam olhando. Imagino que estão pensando "olha só que coroa viado... como gosta de pica!"

Pedi para ele meter. Primeiro ele deitou e eu sentei em sua pica rebolando e cavalgando. Olhei para trás e dois voyeurs alisando seus paus. Eu quase ria de satisfação. Uma pica bem grande do rabo e machos se excitando a me ver sendo enrabado!

Seu pau amoleceu um pouco e eu saí de cima. Eu estava num estado de excitação enorme. Poucas vezes me senti assim. Ele tirou a camisinha e eu o chupei até sua pica ficasse bem dura. Ele então pediu para eu ficar de quatro. E meteu, meteu, meteu. Eu só gemia e pedi para ele socar tudo, arregaçar meu rabo. Gosto de ficar apertando a pica com o cú. Os machos adoram. Com minha excitação comecei a me masturbar. O problema é que quando tomo no cu, meu pau fica minúsculo e é meio difícil a punheta. Mas fui assim mesmo e, de repente, comecei a gozar. Gozei muito tempo, foi a gozada mais longa que tive em dezenas de anos, fosse fodendo buceta ou cu ou chupando ou sendo enrabado. Ele estava deliciado, a cada momento meu cu piscava e apertava muito seu pau, ele metia mais, mais eu gozava, mais o cu apertava sua pica. Não sei quanto tempo demorou, mas meu coração estava disparado. Quando afinal acabei de gozar ele tirou e nos beijamos. Ele não gozou. Já tinha fodido antes com ele, como disse, e sabia que ele demorava. Uma vez me comeu por uns quarenta minutos antes de ejacular.

Depois que ejaculo, viro hétero. Fui embora. Mas a excitação continuava e mais tarde tive uma leve arritmia. Fui dormir cansado e satisfeito. E no dia seguinte de manhã, enfiei meu consolo um pouco no rabo e masturbei-me de novo.

Pensei "que beleza de fim de ano..."

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/sergio55



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente