Já é assinante?
Esqueci a senha

 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Outros: Jovens no shopping

Fiquei o final de semana passada em casa sozinho em Santos, pois, minha mãe e meu pai foram visitar parentes em Sorocaba. Fui ao shopping para almoçar, pois não suporto comer sozinho, mas antes fui ao banheiro dar uma mijada e lavar minhas mãos.

Quando entrei no banheiro havia dois garotos, mais ou menos na mesma idade que eu, batendo punheta no reservado, um de frente ao outro com as portas abertas. Sorri, e senti maior tesão. Alvaro, o nome de um deles, cara bonito cabelos longos, magro, 1,70 mais ou menos, percebi que tinha o pinto fino porém, comprido, com a cabeça bem vermelha, o outro Wagner mais atarracado, frequentador de academia, pelo porte que tinha, pinto menor, porém, muito grosso.

Alvaro me chamou dizendo vamos nessa..., respondi que iria almoçar... e sai do banheiro... Após o almoço, voltei ao banheiro para escovar os dentes, pois pretendia ir ao cinema, e me deparei com eles no corredor. Alvaro sorriu, e me perguntou e agora vamos lá..., fiquei na dúvida, pois nunca havia transado com homem, mas sempre tive curiosidade. Respondi, só se for no meu apartamento, é aqui próximo, topa ... demorou ... foi o que o Alvaro respondeu, em seguida o Wagner menos falante, perguntou se poderia ir também...

O próprio Alvaro respondeu ... claro que sim ... vai ser legal. Entramos no apartamento os três, abri uma cerveja para cada, e o Alvaro já foi tirando a roupa, ficando só de cueca, e falou ... ai vamos nessa... tira sua roupa também, quero te ver pelado.

Assim que tirei minha rouca ele delirou, meu pau era bem maior que o dele, porém, mais fino que do Wagner, era uma tora o dele.

Alvaro começou a me apalpar, mexer no meu pau e na minha bunda, de repete me vi encochado por dois caras um pela frente e outro por trás. Alvaro se esfregava de pau duro no meu pau, se abaixou e começou a chupar meu pau, e o Wagner a chupar meu cu, nossa que sensação incrível, sempre transei com meninas gostosas, com muito prazer, mas esse prazer que estava sentido para mim era muito melhor.

Quando estava quase gozando na boca do Alvaro, mudaram de posição e senti que o Alvaro queria me comer, tentei me desvencilhar, mas era impossível, era muito prazer e senti que o Alvaro estava entrando no meu cu, virgem, coitado, sentido uma vara que entrava e sai, senti um desconforto quando entrou a cabeça, mas havia muito prazer. Assim que ele gozou, foi a vez do Wagner, desta vez senti muita dor, o pau dele era bem mais grosso, mas aquela situação era uma loucura, e eu queria gozar, e ser gozado.

Enquanto Wagner bombava, Alvaro me chupava o pau e meu saco, que delícia, até que gozei, gozei muito, parecia uma cascata de porra, espirrava com vigor, e Alvaro sorvia tudo, lambia os lábios, mordia meu pau, uma loucura.

Wagner também gozou, um jorro quente enorme que senti no meu cu, bombava com vontade, viril, uma loucura.

Terminamos, tomamos mais uma cerveja e marcamos outros encontros, só dessa vez eu queria que passassem a noite comigo, para realizar todas minhas fantasias, queria experimentar outras posições.

Sempre tive a fantasia de me sentar no colo de alguém, isso para rememorar o colo de um tio que me pegava quando era criança, e eu gostava, aliás pedia para ele me pegar no colo.

Fantasias são para serem realizadas, senão, não vale a pena tê-las.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/sim



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente