Já é assinante?
Esqueci a senha

 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Outros: Prazer em Fortaleza

Sou um homem casado tenho 60 anos, cabelos castanhos escuros, olhos azuis um pouco acima do peso, porém sou totalmente depilado não tenho trejeitos afeminados, sou muito discreto perante a sociedade mas na cama com outro homem eu solto a franga sou bem putinha adoro mamar uma rola, amo beijar e dar o cuzinho em todas as posições, mas me escondo no armário.

Tenho muita vontade de assumir, mas filhos e demais obrigações profissionais não me deixam a vontade para isso, razão pela qual eu curto meu lado homossexual sempre que posso e tenho oportunidade, principalmente quando viajo a trabalho para outro estado.

O que vou relatar aqui aconteceu em uma viagem à Fortaleza, gosto de chegar com antecedência aos locais de trabalho para descansar da viagem e por vezes aproveitar do lugar, cheguei a tarde fui para o hotel arrumei tudo coloquei uma sunga bem pequena tipo biquíni e fui a praia dar uma volta depois de um tempo andando na areia, sentei numa barraca para tomar uma cervejinha, eu tinha todo o visual de um cara de fora da cidade, permaneci ali sozinho mas percebi que era observado por dois rapazes.

Um moreninho e o outro mais clarinho ambos com cerca de 25 a 28 anos mais ou menos e ambos com o corpo bem cuidado passei a olhar e eles comentavam entre eles e me retribuíam com o olhar e ao mesmo tempo alisavam os paus sobre a sunga.

Eles resolveram se aproximar e vieram até a barraca nos cumprimentamos e sugeri que sentassem e tomassem cerveja comigo e começamos a conversar, eles me perguntaram de onde eu era se estava a passeio pela cidade e o que eu curtia, respondi bem direto que estava a trabalho e que eu era casado mas curtia homem e era somente passivo.

Gostaram da minha resposta e se apresentaram Aldo 25 anos moreno com cerca de 1,80m e peso mais ou menos 78 kgs corpo de atleta, se apresentou como ativo e Roberto 22 anos mais baixo 1,75 loiro era bissexual, me disseram que meu corpo por ser lisinho e minha aparência lhes despertou a atenção e resolveram conversar comigo para ver se rolava alguma coisa.

Como fui direto dizendo que era passivo eles me perguntaram se havia interesse em real agora eu aceitei e Aldo me disse moro perto vamos no meu apto paguei a conta e lá fomos conversando sobre vários assuntos. Chegamos ao apto e em comum todos vão tomar uma ducha.

Já no box todos pelados já vi que Aldo era bem dotado do tipo que eu gosto uma rola reta grande e grossa e Roberto apesar de dizer que era bi também tinha uma bela rola, Aldo veio perto de mim e já me ofereceu sua pica que passei a mamar com gosto as vezes me engasgando com aquela linda pica, enquanto sentia Roberto enfiando os dedos no meu cuzinho que nesta altura já estava piscando de tesão, fiquei um bom tempo mamando a pica do Aldo e pude sentir o gozo na minha boca engoli tudo não deixei cair nada e em seguida em me beijou na boca com muita fúria e Roberto continuava a mexer no meu cuzinho alternando com os dedos e a língua.

Fomos para cama Roberto já se posicionou para que também chupasse sua pica o que eu passei fazer ficando de 4 com a bundinha esperando uma bela dedada ou então um banho de língua do Aldo que pude sentir e isso aumentava cada vez mais meu desejo de ser enrabado e arrombado por aquele macho gostoso.

Depois que eu já tinha mamado por cerca de 10 minutos a pica do Roberto pude sentir a pica do Aldo invadindo meu cuzinho eu gemia de tesão e pedia mete tudo na sua putinha ele dava palmadas na minha bunda e dizia viado gostoso, tesão de cuzinho parei de chupar o Roberto pois ele também queria meter fazer DP eu nuca tinha feito.

Eu estava de 4 sendo enrabado pelo Aldo ele deitou com a barriga para cima eu sentei na pica dele e o Roberto colocou minhas pernas no seu ombro deixando meu cu bem visível e a disposição para mais uma rola além daquela que já estava pelo menos com a metade dentro de mim.

O Aldo ficou quieto não se movimentava mas me dizia coisas ao ouvido que me deixava louco de tesão e querendo cada vez mais rola, enquanto o Roberto tratava de socar no meu cu sua pica que estava duríssima ele dizia toma viadão seu puto vamos te arrombar e depois de algum tempo entre socar a pica me beijar ele gozou, eu confesso que tinha medo de levar duas picas ao mesmo tempo mas foi uma experiência incrível, com muito tesão em todos os sentidos e logo que gozou Roberto tirou sua pica e depois a camisinha e deu para chupar e limpar o que eu fiz deixando ela limpinha e pronta para outra.

Logo que Roberto saiu Aldo me posicionou de frango assado e me beijou muito antes de movimentar sua pica totalmente atolada no meu cuzinho que vibrava de tesão e mordia com meus movimentos a pica daquele macho que gemia e depois de muito socar gozou gostoso enchendo a camisinha de gala.

Descansamos um pouco de depois retomamos tudo de novo sai de lá com o cuzinho em brasa mas satisfeito e marquei de voltar outro dia que eles me disseram que iriam armar uma suruba com mais pessoas. Sendo 5 ativos e 3 passivos se eu topava com certeza mas conto outro dia.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/ksado4



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente