Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Outros: Minha primeira punheta

Olá, meu nome é Fernando, mas todos me conhecem por Nandinho e vou contar hoje a história da minha primeira punheta.

Tudo começou quando minha mãe comprou um computador pra me ajudar a estudar - sempre gostei de estudar e sempre fui excelente aluno.

O cara que vendeu o computador tinha instalado e configurado a internet (discada). Eu usava internet - que era lenta e cara - somente pra fazer os trabalhos da escola.

Em dezembro de 1995, meu primo foi nos visitar e vendo o computador com internet acabou acessando um site pornô e o PC pegou vírus.

Meus pais - muito religiosos - ficaram indignados com isso. E eu fiquei chateado porque o computador deu defeito. Levei o pc pra consertar e a loja me devolveu depois de 2 dias e aparentemente estava normal, porém depois de 1 mês ele não ligava mais. Levei novamente mais 3 vezes pro conserto, e sempre depois de 1 mês ele parava de funcionar. Desconfiado que estava sendo enganado fiz um curso de montagem e manutenção de computadores em 1996 e passei eu mesmo a mexer no computador.

Até então eu era muito novo e nunca havia me masturbado e nem pensava nisso. Sou de uma família muito religiosa e nunca falei sobre sexo com meus pais. Até que vi meu irmão mais velho se masturbando (ele fazia isso desde muito novo, sempre escondido, é claro), eu nunca tive atração por ele, mas vi que saiu um líquido do pênis dele que não era xixi e fiquei curioso (eu nem sabia o que era esperma naquela época).

Tentando acessar o site pornô que meu primo viu, acabei acessando um site gay e vi um ensaio erótico de um time de pólo aquático, imprimi duas fotos, numa os jogadores estavam com aquela sunguinha bem pequena e apertada e noutra eles estavam pelados de pau duro com a cabeça do pau voltada pro umbigo. Eu senti meu corpo esquentar com aquelas fotos (me descobri gay nesta hora).

Me tranquei no banheiro e fiquei pelado, dava pra contar os pelos que tinha debaixo do braço e próximo ao meu pênis, eles eram finos e lisos.

Comecei a fazer os movimentos que vi meu irmão fazer. Senti muito desconforto e dor, parecia que o músculo do meu pênis queria crescer, mas a pele dele não deixava - acho que devido a fimose que tinha - mas consegui colocar um pouquinho da cabeça do meu pequeno pau pra fora (deveria ter uns 10cm no máximo) e com meu pau ainda meio mole gozei pela primeira vez. Foi só um jatinho bem mirradinho e sem força.

Senti uma pressão grande no meu saco, minhas pernas tremeram, e senti um arrepio muito gostoso da coluna até meu cu (esta foi a melhor parte).

Nem preciso dizer que guardei aquelas duas fotos pra repetir a dose né!

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente