Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Outros: Aventura de um marinheiro

Essa estória aconteceu comigo quando eu era tripulante de um cargueiro e estava com o navio fundeado em areia branca esperando por sal e ia demorar tinha chovido e só ia carregar dali a uns 15 dias. Como eu era responsável pela seção me dei 3 dias de folga e fui para Mossoró.

Lá aluguei um quarto de hotel para mim e saí a tardinha em busca de um boyzinho, pois estava na secura fazia uns 20 dias já que meu navio vinha de rio grande. Fui em uma pracinha e vi uns 4 garotos conversando. Comecei perguntando onde podia tomar um chopp e um mais assanhado falou que ia me mostrar. Tomamos uns chopp e o convidei para assistir a um jogo de futebol no meu quarto. Lá falei que ele era bonito e perguntei se já tinha transado com homem, ele disse que não mas o chopp o deixou solto e ele deitou a cabeça em minha perna.

Meu pau ficou duro e o pus para fora e ele começou a mamar, tirei a roupa dele um garoto lisinho, moreno meio alourado um pitéu, meti naquele cuzinho com vontade, primeiro a lingua que o deixou doido, mamei aquele cu dele que o fez morder o travesseiro morder o travesseiro.

E eis que batem na porta. Era o colega dele que tinha levado a mochila pois ele cabulou a aula pois estavam esperando dar a hora, eu disse que ele não estava a pedido dele que se escondeu debaixo da cama e o coleguinha dele perguntou se eu morava no rio que tinha um amigo lá e acabamos dando uma foda, moleque gostoso, mas eu doido para mandar ele embora logo pois apesar dele ser branquinho e delicioso, cuzinho lisinho e que eu chupei muito. Era novinho e não queria que ninguém soubesse que ele tinha me dado a bunda, que tinha namorada essas coisas.

Só que o colega dele ouviu tudo e se segurou, pois tinha entrado na pica e eu não queria que se encontrassem, pois minha estadia seria de 3 dias ali em Mossoró. Marquei com o branquinho para o dia seguinte e mandei ele levar a mochila do outro, pra não dar bandeira. Feito isso o moreno saiu debaixo da cama e ficou zoando quando o outro foi embora e eu disse que ele tinha dado do mesmo jeito que ele, chamei para tomar um banho de chuveiro, ele virou de costa e botou o cu em minha boca, chupei aquele cu e comecei a comer o moleque de novo com meu pau esgarçado e como já tinha gozado 2 vezes eu fingi orgasmo na 3 foda pois ficamos quase até as 10 horas fudendo de todo jeito e o garoto aprendia tudo na maior sofreguidão.

Era uma quinta feira e o bus acabava as 11 horas então o despachei e marcamos no dia seguinte, comi os 2 no dia seguinte de novo, só que horários diferentes, que garotos lindos e de Mossoró. Levo o cheiro doce do caju e as peles lisinhas de dois garotos que comi durante minha estadia.

Loltei umas 3 vezes lá e não chovia. Me impedindo de ir em terra para comer aqueles frutinhos apertadinhos. Desembarquei do navio e peguei outras rotas que breve conto aqui.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/não



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente