Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Outros: Primeira vez

Na época estava com 19 anos, 1,63m de altura, 60 kg, todo lisinho, sem pelos, trabalhava com um advogado amigo do meu pai, nome fictício Dr. Walter, homem de 52 anos, l,80m de altura, peso aproximado de 90 kg, divorciado e chamava muito a atenção de mulheres.

Eu era o único funcionário do escritório atendia as ligações, marcava entrevistas, preenchia a papelada, fazia café e limpeza. Tudo corria normalmente, até que um dia ele estava todo empolgado porque teria um encontro com uma mulher e falou, que não ficava com uma a algum tempo, e estava todo cheio de amor para dar. Passado uma hora ele voltou todo decepcionado, dizendo que não rolou.

Senti que ele estava um tanto excitado, pude ver o volume formado nas calças, estava duro. Mas como nunca tive interesse por homens continuei minhas atividades normais, até que senti ele passar por mim e encostar o seu volume na minha bunda, me esquivei, mas ele insistiu, e começou a falar no meu ouvido, para ajudar ele a se livrar daquela vontade de dar uma descarregada no tesão. Falei que não era gay e ele disse saber, só queria que eu ajudasse a se livrar do tesão. Pediu para eu passar a mão por cima da calça e sentir como o pau dele estava durinho, de tanto insistir passei e fiquei massageando, até que pediu para eu tirar para fora, meio sem jeito soltei o cinto da calça e abaixei, ele estava com uma linda cueca azul e já curioso baixei a cueca e vi o pau dele, devia ter entre 18 e 19 cm não muito grosso, durinho e reto, posso dizer que achei ser um pau normal, mas naquele momento fiquei super excitado com vontade de pegar na mão acariciar.

Foi ai que ele falou que as mulheres gostavam de por na boca e mamar, e disse: você não quer experimentar garanto que vai gostar. Com um pouco de nojo resolvi abrir a boca e sentir o gosto. A primeira impressão que senti foi que não tinha gosto de nada, mas não demorou para ele fazer aquele entra e sai da minha boca e acreditem, comecei a gostar, ele gemia de prazer e falava aquelas frases de efeito, tipo, que boquinha gostosa, e eu já estava me sentido o cara mais experiente em mamar um pau. Não demorou muito e eu levei a primeira gozada na boca e pude sentir o gosto de um homem. Ele me fez engolir todo o leitinho o qual achei um gosto estranho mas atendi o pedido dele e fiquei chupando até deixar o pau dele limpinho, molhadinho e ainda em ponto de bala.

Me agradeceu mas disse que o melhor estava por vir, dizendo isso, tirou toda a minha roupa e me deixou totalmente pelado e pude sentir a mão dele explorando meu corpo, senti algo estranho um calor tomava conta de mim, meu cuzinho começou a piscar e senti que o dedo da mão dele procurava meu buraquinho, e já imaginando aquela rola me penetrando.

Me pôs de quatro e mandou eu ficar tranquilo e com a rola retinha apontada para meu cu disse que ele ia por bem devagar que ia doer um pouquinho mas eu iria acostumar. Como estava difícil de entrar ele pegou um sabonete, passou no meu cu e pude sentir a cabeça do pau romper meu anelzinho, até então virgem, gemi de dor mas não pedi para tirar, queria saber até quanto suportaria, num instante sentir suas coxas encostada na minha bunda e ele dizendo estou todinho dentro de você. Fiquei sentindo aquela rola de 18 a 19 cm , todinha dentro de mim, para que eu me acostumasse com seu volume e não doer ou o menos possível com o vai e vem , que estava por vir, ele começou o entra e sai bem devagar, quase subi pelas paredes de tesão. Depois foi me mudando de posição até que me pôs de quatro novamente e disse vou marcar meu território com meu semem.

Foi ai que senti o calor do pau e as pulsações indicando que estava para receber meu premio por ter proporcionado tanto prazer para ele, e gozou feito um louco, logo aquela porra quentinha começou a escorrer assim que ele tirou o pau e ainda pude sentir as ultimas gotinhas na boca, o tesão foi tanto que gozei como nunca sem tocar no meu pau.

Após ele ficar com o pau mole, me agradeceu com beijo na boca. Fiquei com ele durante seis meses.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/binho1000



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente