Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Outros: Dentro do Ônibus

Sou um homem comum, eu ando sempre de ônibus, e certo dia estava indo para a casa em um microônibus, e como moro longe não me preocupei onde tinha lugar para sentar e sentei no ultimo banco.

Como sou coroa e discreto, não percebi o rapaz que estava mais na frente, ele entrou no ônibus e sentou ao meu lado. Não sei se foi por querer, mas ele esbarrou na minha perna, e logo me pediu desculpas, eu disse que não tinha nada. Ele de repente me pediu para trocarmos de lugar, eu disse que sim, e ele passou pra janela, e seguimos viagem assim, ele me disse que preferia a janela por que ele podia dormir ja que a viagem seria longa e eu disse que minha viagem também era longa.

Ele de repente roçou na minha perna e fingi que não liguei, ele roçou de novo, Olhei pra ele e ele sorriu e levantou a mochila, me mostrando a rola dele, fiz que não liguei, mas já tava louco, ele roçou de novo, e eu não resisti, levei a mão por baixo da mochila senti o tamanho da rola grossa e dura, tentei abrir o zíper mas não consegui, ele me ajudou e abriu, a pica pulou dura pra fora.

Olhei pra frente, pro motorista, ele olhou de volta pelo retrovisor, percebeu a movimentação e ficou olhando. Eu cai de boca na pica, e a punhetalo, o motorista diminuiu a velocidade e ficou olhando pelo retrovisor.

Eu mamei aquele rapaz novo pra mim que ja tenho 60 anos, ele com muito tesão, jorrou leite, muito leite e eu lambi tudo. Ele falou, eita coroa guloso, engoliu 20 cm de pica, agora quero fazer esse seu cu de xoxota.

Uma semana depois, nos encontramos no motel e o garota me fez, de puta, de piranha, me fodeu muito. Ficamos nos curtindo quase um ano.

Ele se casou e viajou, mas disse que toda vez que eu voltar quero essa puta pra mim.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/SIM



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente