Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Outros: Novo apartamento, Vida maravilhosa

Depois de muita procura, optei por comprar um apartamento num prédio sem elevador e sem garagem. Com condomínio baixo e próximo a uma estação de metrô, que possibilitava alugar 2 dos 3 dormitórios para ajudar no pagamento das prestações.

Mudei para o apartamento e dei uma mobiliada, já pensando em ofertar os quartos. Coloquei anúncios em alguns sites e aparecerem vários interessados. Acabei optando por aceitar propostas de 2 caras, na faixa de 25 anos, que trabalham durante o dia e estudavam a noite.

Eles mudaram no final de semana e combinamos algumas regras para que nós 3 pudéssemos conviver bem. Os dias foram se passando, rotinas estabelecidas e tocamos nossas vidas.

O apartamento tem um banheiro completo e um pequeno na área de serviço (sem chuveiro). Passamos a usar o banheiro principal sem trancar a porta, possibilitando que o outro também usasse o banheiro enquanto alguém estivesse no banho.

Sempre que eu, ou o Wilson (nome fictício) estávamos no banho, Waldemir (nome fictício) vinha só de cueca urinar. Escutava aquele barulho de jato forte dele urinando, e várias vezes ele pegava pedaços de papel para limpar a baba do pau. Disfarçava mas não deixava de observar e ficava excitado vendo aquela vara bonita dele.

Dias foram se passando e agora era comum os três fazerem isso. Um tomava banho e o outro ia mijar. Não demorou muito, agora um tomava banho, outro mijava e o outro ficava na porta olhando só de cueca, normalmente de pau duro. Nenhum dos 3 dava pinta de curtir, mas o tesão começou a rolar.

Em um sábado à tarde, passei pelo quarto do Waldemir e reparei que ele e o Wilson estavam deitados só de cueca na cama e vendo algo no notebook do Waldemir. Dei uma parada na porta e brinquei:- Devem estar vendo sacanagem. Não façam barulhos, rs. Eles ficaram sem jeito e Wilson disse: Ando num puta tesão.

Foi ai que reparei que os 2 estavam com os paus duraços. Aquilo me excitou e eu disse: Esperem que já volto. Fui no meu quarto, peguei 2 toalhas de rosto, tirei a cueca e coloquei a bermuda sem cueca e retornei ao quarto. Quando entrei, Waldemir deu uma fechada no notebook. Entreguei as toalhas para eles e disse: Usem essas toalhas, caso precisem. Eles sorriram, pegaram as toalhas e eu disse: Agora abre que também quero ver. Waldemir deu uma vacilada, mas o Wilson pediu para ele mostrar.

Estavam num site gay vendo vídeo de caras trepando. Não sei o que me deu mas na hora disse: - Posso ver com vocês? Mas eu ja estava de pau duro e, por estar sem cueca, ficava nítido meu tesão. Waldemir respondeu : Sem problemas mas acho que não cabe na cama. Fiquei sem saber se era uma dispensada ou se era pura constatação por se tratar de cama de solteiro. Não fiquei pensando e respondi: Vamos para meu quarto, na minha cama (de casal) ficaremos melhor acomodados.

Fomos para meu quarto e deitamos na cama com o Waldemir no meio com o notebook. Acabamos de ver o vídeo e Wilson pediu para colocar outro. Assistimos mais dois mas não eram bons. Foi então que Waldemir colocou um vídeo de capoeira e disse que era um dos preferidos dele, após jogarem capoeira, mestre e alunos começavam uma série de brincadeiras deliciosas.

Não deu outra, o tesão tomou conta, e o Wilson tirou a cueca e começou a bater uma punheta. Waldemir estava constrangido mas eu tirei minha bermuda, e também comecei a bater uma. Wilson, muito sacana, brincou com ele: Tira essa cueca e brinca como nós. Mal acabou de falar e já começou a tirar a cueca do Waldemir.

Agora os três pelados na cama, paus duros e vendo aquele video delicioso. Wilson tira o notebook do Waldemir, apoia notebook no travesseiro, se ajoelha na cama e começa a abraçar o Waldemir que pede para ele parar. Wilson só dizia: Fica tranquilo, ninguém vai saber de nada, é algo sigiloso entre 3 machos, faz sinal para mim que também levantei e Wilson começou a me beijar e pegar no pau do Waldemir, que foi se liberando e em seguida também começou a nos beijar. Pronto, agora os 3 estavam com o tesão liberado e prontos para sacanagem.

Sempre Wilson comandando a putaria, fez com que Waldemir deitasse, começou a mamá-lo, pediu para eu deitar para que Waldemir pudesse me mamar e eu teria que mamar pau do Wilson. Que delícia, os três mamando, um mamava o pau do outro. Depois de um tempo, novamente Wilson inverteu as posições, passou a mamar meu pau, Waldemir passou mamar o pau dele e eu mamava pau de Waldemir. Uma loucura deliciosa.

Agora todos já tinham mamado o pau do outro. Wilson tira o notebook da cama e pede para Waldemir ficar de bruços, que simulou um pouco de resistência mas obedeceu. Wilson, ficou de 4, e começou a chupar o cuzinho do Waldemir, aquela posição facilitava eu chupar o cu do Wilson e não deu outra, foi começar a chupar o cu do Wilson e o Filho da Puta começou a gemer. Wilson rebolava aquela bunda linda. Pediu para Waldemir levantar e passou a mamar novamente o pau do Waldemir enquanto eu continuava a chupar o cu dele.

Senti aquele cuzinho piscar pedindo vara. Eu estava com pau todo babado e vendo aquele cuzinho molhadinho, comecei a colocar a cabeça do pau bem na entradinha, Wilson rebolava, parava de mamar Waldemir e pedia para eu colocar no cu dele bem devagarinho, e voltava a mamar.

Fui sentindo aquele cuzinho abrir e fechar, engolindo devagarinho minha vara, quando estava tudo dentro, ele pediu para socar bem forte. Há tempos ele estava querendo 2 machos fudendo ele. Agora eu fodia aquele cu sem só, tirava e enfiava o pau todinho de uma só vez. Agora já sabia que aquele cu estava acostumado a levar vara. Senti que eu iria gozar e tirei o pau, gozei na entradinha do cu dele. Ele gemia e pedia para eu enfiar tudo. Foi quando ele se virou e começou a mamar meu pau todo melado. Se virou para Waldemir e mandou ele foder o cu dele sem dó. Vi a transformação do Waldemir, o cara ficou maluco em ver aquela porra escorrendo do cu do Wilson, lambeu o cu dele, chupava, beijava e depois também começou a foder o Wilson. Não demorou e Waldemir encheu o cu do Wilson de leite.

Wilson ainda não tinha gozado, ele deitou na cama e mandou Waldemir bater punheta para ele e para eu morder os mamilos dele. Passou um pouco e Wilson começou a dar sinais de que iria gozar. Mandou Waldemir engolir a vara dele, que obedeceu na hora. Um puta tesão que me deu quando vi a boca do Waldemir cheia de leite e parte do leite escorrer pelo pau do Wilson. Não aguentei e também cai de boca na vara do Wilson, Waldemir começou a me acarinhar e quando tirei a boca da vara do Wilson, começou a me beijar e passar para a minha boca parte do leite que estava na boca dele.

Uma delicia de suruba. Depois ficamos os 3 deitados na minha cama, aquele cheiro de sexo no quarto. O Wilson disse que precisava tomar banho, pois tinha que ir para casa da noiva, mas que não iríamos mais parar de trepar. Da próxima vez iríamos foder o Waldemir e depois seria eu

. Já fazem 8 meses que quase todos os finais de semana rola uma trepada gostosa entre nós, e quando um não está, os outros dois se divertem muito e sempre na minha cama.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente