Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Outros: Segurança do Banco

Sou um cara bem discreto, que curte macho maduro, demorei um pouco para sair com homens, como eu trabalho em sistema de rodízio, faço trabalho em várias cidades.

Sempre para ir trabalhar, prefiro ir de trem, numa dessas viagem, percebi um coroa maduro parrudo, grisalho, ele usava uma calça , que demonstrava que tinha um linda bundinha, muito gostoso mesmo, não dava pinta que gostava de homem, era muito sério.

Certa vez estava fazendo um serviço em uma cidade do ABC, tive que ir ao banco, e para minha surpresa o segurança era o maduro que havia encontrado antes, estava mais gostoso ainda, com aquela farda, muito serio como sempre.

Um certo dia eu estava de folga e resolvi dar uma volta no centro da minha cidade, fui na praça descansar um pouco, resolvi ir ao banheiro, não sabia o que rolava pegação, mas tudo bem quando eu entro, lá tinha 2 caras se punhetando, e quando fui mijar entrou um cara que ficou do meu lado, quando olho melhor é o segurança do banco. Ele estava olhando minha vara que não é tão pequena, fiquei surpreso por que meu pau ficou duro na hora rsrs, ele ainda estava com aquela cara de sério mais percebi que gostou!

Eu sai rapidamente pois não gosto de ficar em banheiros, acho muito perigoso, ele veio atrás e sentamos no banco da praça, batemos papo, até que começou aquela conversa sobre pau, falando sobre o tamanho e essas coisas, perguntou se eu tinha um local, eu sou casado, nunca tinha levado ninguém para casa, minha mulher estava viajando, e eu com maior tesão naquele macho, não ia perder a chance, convidei ele para ir em casa, e ele topou.

Chegando em casa ele pediu para tomar um banho, pois estava muito quente, quando ele saiu do banheiro, pude comprovar que tinha uma bunda magnifica, corpo todo definido bem parrudo, uma delícia, eu imediatamente, tirei minha roupa, não resisti, abracei aquele macho e deu um beijo nele, ele não pensou 2 vezes, abaixou e pegou minha rola, fez uma chupeta maravilhosa, meu pau estava durão, virei ele de costa, abri aquela bunda maravilhosa, e comecei a chupar aquele rabo delicioso.

Coloquei ele de frango assado e comecei a socar bem devagar, ele pedia mais e mais, não parecia aquele segurança serio que eu conheci no banco, era demais, virei ele e o coloquei de quatro, ele pedia pra bombar minha rola de 19 cm, naquele cu delicioso, o tesão era demais, quando estava para gozar ele pediu para eu tirar, queria sentir meu leitinho, atendi ao seu pedido, coloquei meu pau na sua boca.

Assim ele pode saborear aquela porra quente, inundando sua boca, fomos tomar banho, meu pau ficou duro e meti mais uma vez, fiz ele gozar gostoso, terminamos essa foda deliciosa, a melhor foda é sempre aquela que a gente nunca espera, ainda saímos mais duas vezes, como sou casado e ele também fica difícil para os dois.

Bom esse foi a história que aconteceu, mas em breve vou relatar outra que aconteceu com um guarda de estação!

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/Denis391



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente