Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Outros: Posição de levar ferro

Era uma tarde chuvosa de uma sexta-feira, como havia combinado, fui à casa de um amigo preparar com ele um trabalho da Pós Graduação. Exatamente como combinamos, toquei no interfone de sua residência em ponto, 08h.00. Ás 10h.00, a copeira veio até o escritório e nos ofereceu um delicioso lanche. Depois, meu amigo me chamou ao seu quarto e me mostrou, na internet, alguns contados e declarações, e acertos de encontros através do SAFADOS, e do seu e-mail algumas fotos de mulheres e homens que se ofereciam apara ele. Em seguida, abriu uma pasta de arquivos e só havia fotos dele nu, dentre algumas, três me chamaram mais atenção: Ele de pé de frente e de perfil, e deitado na sua cama, todas com o pênis duro, enorme e grosso. Havia outras tiradas em motéis. Disse ele que a fotografa era sua esposa, mas que apenas por diversão, e nunca ela imaginaria que ele iria expor seu corpaço a outras pessoas.

Meu amigo é realmente um deus negro, e pelo seu tamanho "em geral" tá mais para um alazão reprodutor. Com seus 32 anos, pele, olhos e cabelos negros, mãos, braços e dedos grandes, 1,92 cm de altura e seus 110 Kg de puro músculo, extremamente lindo. Depois que olhei fixado e sem piscar o olho, ele passou a mão na minha bunda e disse que eu estava babando. Disse para eu me virar, e o vi deitado na cama exatamente como na foto, nu e com o enorme e grosso mastro duro como uma barra de ferro. Fiquei vermelho e trêmulo.

- Vem cá vem menina! Disse ele.

- Não sou gay amigo! Respondi.

- É, mas eu vi como você ficou olhando minhas fotos. Na verdade, apesar de eu ser casado, sempre me despertou um enorme desejo de experimentar um homem dentro de mim. Porém nunca tive coragem.

- Vem, Dá uma pegadinha aqui dá! Disse ele sorrindo bem à vontade e debochado. Ninguém vai saber, vem logo. Tremendo, vermelho, e morrendo de excitação, ainda tentei resistir dizendo que era casado e não era gay. Ele se levantou, pegou minha mão, sem que eu reagisse, e a colocou firme em seu mastro enorme. Tentei tirar, no entanto ele a segurou bem firme sobre seu pau latejante. Depois soltou, e eu continuei segurando e massageando. Fiquei fascinado. Meu amigo mandou que me ajoelhasse e fosse colocando-a na boca. Chupei com um enorme apetite, a engolindo toda, apesar do tamanho e espessura. Eu bombava minha boca em sua rola, e mamava em suas enormes bolas. E, pela primeira vez na minha vida senti o prazer de experimentar esperma no meu buço, e fui engolindo bem devagar aquele mingau delicioso.

- Agora, vou lhe batizar oficialmente de minha boneca! Disse ele. Mandando que eu deitasse de bruços sobre dois travesseiros para que minha bundinha ficasse em posição de levar ferro. Ele confirmou que eu nunca havia dado meu cuzinho a ninguém. Então, abriu a gaveta da cômoda, tirou um gel, mandou que eu aplicasse em seu mastro, passou na boquinha do meu anus, e foi metendo bem devagar, tanto porque era minha primeira vez, e o poste dele era enorme, também para eu sentir o prazer dela entrando e ele sobre mim. Demoramos muito tempo naquela mete engole na cuzinho, até porque eu chorava, gemia e gritava de tesão, orgasmo e dor. Minutos depois que ele iniciou a metida, eu já passei a ter um sentimento de dominado e apaixonado por aquele deus negro. Curtimos horas e horas um sexo completo de variações de posições e lugares sem sair da sua suíte. Fui uma primeira experiência maravilhosa e inesquecível. Mesmos na cama dele, no sofá, na hidro, no tapete, na rede da varanda, e no chuveiro. No final, já passava das 17h. 00, quando ele passou uma pomada anti-cicatrizante fora e dentro do meu cuzinho assado e sangrando. Confesso que o tesão que senti foi inimaginável, que entrei tão forte em um orgasmo que gozei sem nem tocar no meu pequeno pênis de 15 cm, que estava dura, melando bastante a cama do casal. E, enquanto eu gozava, gemia, e gritava, gemia chamando-o de meu Macho Gostoso... (seguido de seu nome).

Três dias depois, ele foi pra minha casa da sequência ao trabalho inacabado, onde aproveitei para lhe apresentar minha esposa que estava de saída para dar aula em uma academia de ginástica.

- Que avião de mulher linda e maravilhosa minha bonequinha tem. Vou pega-la também! Na verdade achei que não seria difícil isso acontecer, tanto pelo fato dele ser a maravilha que é, também pela olhada fixa que ela passou a dar nele, pelo beijo descarado que ele deu nos lábios dela ao se despedirem, sendo retribuído de imediato, e com ambos agindo como se estivesse sido por acaso, e pela troca de e-mails e celular que fizerem na porta do carro dela. Na verdade ela deu mais atenção a ele do que a mim, e se despediu dele como se ele fosse seu marido não eu. Em outro encontro que tivemos, onde se tornou rotina até os dias de hoje, ele me mostrou alguns contatos dela com ele por e-mail, por telefone, e pelo SAFADOS, inclusive postando fotos sensuais e eróticas e filmes que ele fez usando micro filmadoras, relógios, chaveiros e notebook e computadores dos motéis. Hoje só tenho a agradecer ao SAFADOS por me levar ao quarto de Maycon, meu namorado, meu primeiro e único homem, meu alazão reprodutor, e amante de minha esposa.

Layze, minha esposa sabe que sou a boneca de Maycon, só não sabe que eu sei que ela é a amante dele. Aliás, prefiro assim, pois como ela disse a ele, a aventura e o risco lhe dão mais tesão e prazer. E, também, através dos contos no Match, descobri que Layze namora há muitos anos uma aluno da academia e que freqüenta nossa casa, nossa piscina e nossa cama. Minha mulher é muito gostosa e linda, tem uma xoxota tipo capô de fusca, e uma bunda empinadinha e volumosa e durinha, mas, se tiver ela e meu macho na cama, e mais outras mulheres aviões, tipo Camila Pitanga, por exemplo, ainda prefiro ele!!!

Beijos quentes e bem molhados à todos os Machos, Boneca apaixonada!

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/Netinho24



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

28/02/2016 16:36:29 - Se continuar usando a pomada, teu cu não vai cicatrizar nunca, kkkkkk

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente