Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Outros: Vi seu mastro pingando de tesão

Se arrependimento matasse euzinha já estaria morto! Sou Professor de educação Física. Casado com uma linda e deliciosa mulher. Gostaria que vcs me ajudassem a encontrar meu verdadeiro HOMEM que por medo não dei a ele. Anos atrás fui à Paraíba fazer um curso na Universidade YPÊ. Na aula de hidro, chegou um rapaz relativamente alto, cabelos castanhos e encaracolados, e muito popular entre os presentes, principalmente entre as mulheres. Já ali me chamou a atenção. Depois da aula prática na piscina, fui tomar banho no vestiário. No momento que tirei toda a roupa ele entrou e me fitou. Fiquei sem graça por estar ali completamente pelado. Vi que dentro de sua sunga crescia um volume enorme.

Porém, no banco próximo de nós havia um outro rapaz, assim disfarcei e fui para o chuveiro, onde os boxes eram abertos (sem portas). Me ensaboei, e quando abri os olhos ele estava pelado na minha frente, e olhando pra mim. Senti um arrepio que correu em toda minha espinha dorsal. Ali estava um Macho que me fez sentir algo nunca esperado: Fiquei hipnotizado com tanta beleza e masculinidade. Seu corpo era muito atraente, e seu pênis era enorme e muito grosso, além de lindo, reto como se tivesse sido feito a mão. Era idêntico ao meu, como se fosse um clone, no entanto era muito maior. O meu tem 16 cm, o dele devia ter uns 20 cm. Dai em diante não conseguia tirar os olhos dele, além de desejar segurar e chupar aquele mastro, e depois ficar de quatro e levar, pela primeira vez na minha vida uma enrabada, pecebendo que seu olhar me encarava, e seu mastro fazendo movimentos de descer e subir, além de latejar que ele queria me pegar, fiquei louco de tesão e desejos, mas infelizmente dois rapazes entraram e conversando entraram nos boxes ao lado, aí meu pauzinho baixou, e ele foi para o chuveiro ainda de cacete hiper duraço.

Quando estava me secando, e somente nós dois, ele peguntou meu nome e onde eu estava. Dei a ele todas as informações. No dia seguinte, na aula pratica de hidro, ele ficou atrás de mim, e durante os deslocamentos ele sempre encostava seu caralho em mim. Já no vestiário ele disse que me procurou onde eu havia dito que estava. Fui para o chuveiro, e quando o vi na minha frente, passei a me ensaboar eroticamente mi virando para mostrar e oferecer meu rabo pra ele. Porém, ao abrir meus olhos o vi de mastro hiper e lindo bem duraço. No entanto, com ele havia um rapaz moreno e bem alto que chegara exatamente naquele momento. Fiquei envergonhado do rapaz e saí do chuveiro. Indo embora em seguida. No dia seguinte, na hora do almoço, após a aula de musculação, passei por ele no restaurante olhando-o disfarçadamente para que não notassem, e fui para o vestiário certo de que ele viria atrás de mim. Dito e feito. Já o esperei sem roupa e meu tesão era tão grande por ele que meu pau endureceu antes dele chegar. Ao chegar, foi logo tirando a roupa, já de rola dura. Encostou seu mastro no meu, e me mostrou o quanto era super dotado.

Fiquei enlouquecido por ele. Quando eu ia segurar seu mastro, entrou um rapaz para tomar banho, aí fui me enrolar na toalha, e ele veio para bem juntinho como a pedir que eu pegasse no poste dele, e, quando o olhei bem nos olhos, louco para beijá-lo e segurar firme naquele monumento, chegaram mais dois alunos da Universidade, então fiz mensão de sair para me trocar, e ele segurou no meu braço mandando eu esperar, vi seu mastro pingando e tremendo de tesão por mim. Porém, infelizmente, os rapazes sentaram nos bancos do vestiários e ficaram conversando, aí não teve outro jeito se não ir embora. Todos os dias, desde o primeiro encontro, nunca deixei de pensar nele, e sonhar fazendo amor com ele. No último dia, o rapaz alto e moreno já chegou com ele, depois das aulas o mesmo rapaz almoçou na mesa com ele conversamos um pouco, e ele mostrou que me desejava do mesmo jeito que eu o desejava, mas suas companhias não nos deixou em paz. Repentinamente tive medo de convidá-lo para sair e me apaixonar de uma vez, pois sendo casado achei perigoso por estar sempre indo com a família. Pessoa passar finais de semana em Cabo Branco e Tambaú, onde em ambos temos parentes.

Até hoje, após esses anos, nunca o esqueci, e sempre o procuro nas redes sociais e em João Pessoa. Sonho e penso nele o tempo todo. Queria ser dele, e ele ser meu primeiro e único Macho. Então, apesar de tanto desejo de dar meu rabo, fico na esperança de encontrá-lo. Assim, apelo a todos que enviem essa "H" história a todos que vcs conheçam. E, se ele reconheceu esta história, me escreva com urgência acompanhado de foto para que eu o identifique: Beijos.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/Netinho24



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

30/05/2016 18:32:57 - Voce esta igual a mim.

16/01/2016 18:48:42 - E amigo foi amor a primeira vista... dizem que amor de pika e o que fica, mas vc. nem experimentou a pika dele, foi amor mesmo a primeira vista, e visão do corpo e da rola dele, tomara que vc. tenha sporte de encontra-lo, parabéns pelo conto, abraços...

16/01/2016 15:52:30 - Bota bicha azarada nisso hem. Que pena. Desejo que na próxima vez tenha mais sorte.

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente