Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Outros: Muitos machos me chamando de putinho safado

Bem dispenso minhas apresentações, pois é só ler meus contos anteriores. Essa foda que vou narrar aconteceu ontem e é totalmente verídica, não havendo nada de ficção. Como todos sabem adoro sexo, adoro ser fudido e desejado por outros machos. Sou muito safado na cama, adoro ser penetrado e sentir um pau pulsando e gozando em mim, mas tudo com segurança e discrição. Ontem (17/10) acordei totalmente tarado e querendo ser fudido a qualquer custo. Passei o dia todo naquele tesão, então decidi que seria a puta de vários machos no cinema pornô que tem aqui no centro de São Luis-Ma. Tomei meu banho, coloquei uma calça, camiseta e fui pro tal cinema. Como já conheço o povo, paguei e entrei, dei uma volta pelo mesmo pra dar um close e parti pro quarto escuro.

Na ida, passei por um cara que não era tão bonito, mas extremamente alto. E como tava a fim de zueira e fuder, já baixei minha calça ficando de cacete duro e com o peitoral a mostra. Em instantes estava cercado por vários machos. Então comecei a tatear, pra saber as dimensões dos cacetes, e percebi que muitos deles eram grossos, o que adoro, e logo já havia colocado um na minha boca, engoli todo, sem frescura e assim foram se chegando, até que já haviam 5 caras de paus duros e grossos sendo chupados por mim. Em determinado momento, juntei dois paus e os coloquei junto na minha boca, mas como eram grossos não passavam de metade e eu sentido os dois gemendo e se deliciando com a minha chupada. Nesse ínterim, tinha vários machos me dedando e preparando meu cuzinho pro melhor, receber aquelas rolas todas ou quase todas dentro de meu rabo. Senti um cara encapando seu pau e lambuzando meu cu, e enfiou, confesso que senti um desconforto grande, uma vez que seu pau era muito grosso, mas não estava nem aí, queria ser fudido e fui com esse propósito, enquanto era enrabado, por esse desconhecido, comecei a chupar o pau do grandão que havia cruzado no início, quando cheguei, e fiquei admirado ou assustado, mas pode ser os dois, pois o seu pau deveria ter uns 21 cm e extremamente grosso, o que adorei. Comecei a chupar ele, enquanto era enrabado, muitos machos a minha volta me chamando de putinho safado, de gostoso, que iriam me arrombar e coisas do gênero.

Quanto mais eu gemia, o que eu fazia com todo o gosto, mais e mais caras ficavam a minha volta. Então senti que fizeram um rodízio de machos no meu cu, mas não estava nem aí, queria era servir de puta pra aqueles machos, ora era um ora outro que me fudia e mais outros tantos machos colocando seus paus pra me chupar. Em determinado momento eu fiquei escorado na parede e de quatro, com as calças já arriadas até os tornozelos, sinto o pauzudo alto, pede pra um ficar na minha frente e colocar o pau na minha boca e disse pra me preparar, percebo ele se posicionar e como meu cu já estava aberto pelos outros paus ele vai deslizando, aos poucos, até entrar tudo e sinto meus olhos lacrimejarem. Mesmo estado aberto senti seu pau arregaçar o resto que faltava, e nesse momento ele começa a fazer movimentos de vai-e-vem, e eu movimentando a boca no pau do macho, que também era grande e grosso. Enquanto sentia um pauzão ir todo no meu rabo, sentia outro pauzão ir todo dentro de minha boca, enquanto sentia mais outros paus na minha mão sendo punhetados. Então decidiram fazer um rodízio na minha boca. O grandão começou a bombar e disse que iria gozar, imediatamente ele tira o pau de meu cu, tira a camisinha e coloca seu pau na minha boca e começa a pulsar e a gozar. De imediato sinto meu cu sendo preenchido por outro cacete, também grosso, já seria o terceiro pau a entrar no meu rabo.

Já estava cansado da posição e o povo percebendo isso, me seguravam pra que eu não caísse no chão, me senti uma puta de cabaré, daquelas que só quer sexo, não se importando quem seja. E assim foi enquanto dois me seguravam, senti mais dois paus na minha boca, enquanto era vorazmente atacado e fudido pelo macho, e quanto mais ele bombava, mais eu gemia e pedias cacetes, não sei ao certo quantos estavam a minha volta assistindo eu ser currado por machos, mas eram muitos, chupei uns 10 paus, enquanto era fudido, até que ele anunciou e enterrou todo seu cacete no meu cu e gozou, tirou seu pau de meu rabo e já veio outro. Esse me colocou de pé e enterrou seu pau todo de uma só vez no meu rabão e dizia que eu já tinha dado pra três e chupado vários que teria que agüentar ele. Enquanto ele me fudia, outros dois abriam bem a minha bunda pra ele enfiar mais e mais, e quanto mais eu gemia mais era fudido, então de relance, olhei a minha volta e vi que tinha mais uns 3 caras de paus já com camisinha e preparados pra me fuder. Mas como queria ser fudido, nem me importei, esse cara me fudia e fazia eu sentar em seu cacete, enterrando tudo, até que anunciou que iria gozar, tirou seu pau de dentro e tirou a camisinha, nisso já veio outro me fudendo, na verdade estava entregue a luxúria, gozou na minha mão, enchendo ela de porra, grossa e de cheiro forte. O que começou a me fuder socava de forma rápida e profunda, me arrancando gemidos fortes, o que incentivavam mais e mais caras a ficarem a minha volta. Então me curvei e senti um cacete entrado todo na minha boca, não sei quanto tempo o cara estava lá, mas chupei ele por uns cinco minutos e sento ele jorrar bastante leite na minha boca, o que acabei cuspindo, mas ele não foi embora, continuou ali abrindo meu rabo pra outros meterem, até que o macho gozou, fundo na minha bunda e abria ao máximo meu rabo, enterrando até o talo, saiu ainda de pau duro, mas ainda não havia acabado.

Enquanto era fudido, percebi um negão, me olhando e se punhetando, quando o macho saiu ele sentou na cadeira e com o pau já encapado fez eu sentar em seu cacete, que parecia que não ia acabar de entrar nunca (depois descobri que tinha 23 cm e extremamente grosso), até que enterrou tudo, e como era mais forte do que eu, então me levantava, fazendo eu cavalgar como uma puta em seu cacete, enquanto chupava e punhetava mais dois, mas decidi ir até o fim com aquele macho. Sentia seu pau entrar todo dentro de mim, enquanto ele me levantava e enterrava todo seu cacete dentro de meu rabo,então chegou um terceiro, e entrou no meio dos dois e enfiou seu pau na minha boca. Enquanto recebia 23 cms bem grosso no meu rabo, punhetava mais dois, recebia um cacete de 19 cm e grosso na minha boca. Já havia perdido a noção de tempo, mas continuei. Acredito que fiquei uns 15 minutos nessa fudeção, então o negão falou que tava na hora do leitinho, e inundou a camisinha e meu cu, enquanto um a um gozou na minha boca. Confesso que fiquei depois com vergonha, mas saciado. Voltei pra sala comum, depois de um tempo, todo suado e arregaçado. Voltei, dei uma volta um close com o povo e voltei pro Dark, e fiquei com um fortinho, pau não muito grande, mas grosso, ficamos nessa chupação e esfregação até que decidimos ir pra uma cabine. Lá comecei a chupar seu pau e já estava pulsando. Então se ajoelhou e começou a chupar meu cu e pau, e percebeu que eu já estava todo arrombado, então enfiava a sua língua toda dentro, e como lambia, chupava, mas não havia percebido que no meu êxtase de prazer ele havia encapado seu pau. Levantou de vez e enterrou todo no meu cu, enquanto me punhetava, e metia de forma voraz, que delicia, depois de ser fudido por vários caras e chupar muitos paus, ainda era desejado pelo macho saradinho, me fudeu e como, de forma intensa, por uns 15 minutos, até que eu disse que não agüentaria mais e iria gozar. Enquanto gozava e apertava seu pau ele socou, socou e socou, até que enterrou todo dentro de mim, gozando fartamente. Estava saciado. Saí do cine e fiquei na frente pegando um ar e conversando com alguns conhecidos, e decidi que deveria voltar e dar mais uma fudida.

Subi e fui ao Dark mais uma vez, e lá nem quis saber quem era, senti um pau de uns 18 cms e grossura mediana, e já caí de boca enquanto chupava senti mais dois machos se chegando e dedando meu cu. Então o macho que estava chupando encapou o cacete e meteu todo no meu cu, e fudia de forma intensa, não me fiz de santo e já comecei a chupar os paus a minha volta, até que me detive num pau grosso, que mal cabia na minha boca, e quanto mais ele me fudia, mais eu engolia seu cacete, e assim foi, ficamos nessa meteção e chupação por vários instantes, acho que por uns 20 minutos, até que o pauzudo anunciou que iria gozar e o fez fartamente, e depois deu pra uma bichinha qualquer limpar seu pau, enquanto eu gozava também com um pau gozando gostoso no meu cu. Então decidi que era hora de ir embora.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

21/06/2016 12:22:57 - Que conto. Muita inveja, pois não tenho essa coragem. Gozei litros

21/06/2016 12:22:40 - Que conto. Muita inveja, pois não tenho essa coragem. Gozei litros

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente