Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Outros: O segurança me comia na escada do meu prédio

Sempre que leio os contos, fico imaginando se realmente seriam reais, ou apenas fantasia na cabeça dos caras. Aí fico imaginando, que da forma que se conta, parece tudo muito fácil e que o mundo seja gay. No entanto, realmente acontecem umas histórias meio doidas e que parecem fora da realidade, assim como foi comigo.

Eu morava num condomínio grande em São Paulo, com aproximadamente dez torres de apartamentos, e uma circulação muito grande de seguranças, porém sempre os mesmos, tanto que acabam se tornando parte da família, e sempre trabalhavam em forma de rodízio entre as torres.

Neste condomínio, tinha um segurança muito educado, moreno, apresentável, não muito alto, e com corpo normal, porém muito atraente e com olhar sedutor. Sempre que eu chegava para estacionar o carro, sempre tinha um segurança vigiando e zelando pela segurança dos condôminos, porém este moreno sempre me olhava de uma forma diferente, e imaginava que fosse coisa da minha cabeça, pois ele sempre foi muito educado, porém muito fechado.

Num dia, tive uma discussão com minha namorada, e para esfriar a cabeça fui dar uma volta no condomínio, e acabei por ficar parado numa escada que dava acesso para as torres de baixo, no que olho para o estacionamento estava lá o segurança parado e vigiando a entrada de carros, porém já era de madrugada, e a circulação de condôminos já não existia mais.

Achei normal o segurança lá fazendo o serviço dele, se não fosse ele me observando e passando a mão no pau por cima da calça. Fiquei na minha, e continuei na minha deprê. Quando olhei para o portão novamente, ele já não estava mais lá, porém estava no estacionamento de cima. Como eu estava me sentindo solitário, fui até ele, e puxei assunto de como era trabalhar de madrugada, de como controlar o sono, e ele intensificou as passadas de mão no pau dele por cima da calça, no que logo percebi e respondi da mesma forma.

Começamos a entrar em assuntos mais quentes, perguntando se as mulheres do condomínio dava em cima dele, no que ele respondeu que acontecia, mas não podia confundir as coisas. Nisto meu pau começou a dar sinal de vida, e ele sempre passando a mão no pau por cima da calça, até que ele disse que num bloco específico tinha um morador que fazia barulhos estranhos no apartamento e ele sempre precisava conferir para saber se estava tudo em ordem, e me convidou para ir lá fazer a ronda com ele, no que eu fui, paramos em frente ao hall do apartamento do suposto morador, e senti uma mão apertando minha bunda. Era o segurança que já começava me alisar ali no hall, minha barriga deu aquela gelada, pois não esperava aquilo, porém achei deliciosa a ousadia dele, no que ele me puxou para um quartinho escuro que ficava em baixo das escadas, e que ninguém tinha acesso, e somente ele tinha a chave. Fiquei morrendo de medo, mas ele continuou alisando minha bunda, e dizendo que morria de tesão em mim, e não via a hora de poder degustar minha bunda grande. Com muito medo, abaixei as calças dele, e comecei a chupar aquele pau de tamanho normal, mas muito gostoso, e a situação me deixava com muito mais tesão. Ele começou dedar meu cu, e com muita vontade começou chupar deixando molhadinho, no que começou a esfregar a cabeça da rola no meu reguinho. Mas como eu estava com muito medo, somente bati uma punheta pra ele, gozamos e saímos de lá.

No outro dia ele estava de plantão, e passou olhando pra minha janela, e como era de madrugada, e todos dormindo, dei um toque pra ele, e o chamei para a escada da torre que eu morava, ele com muito receio foi para a escada, eu desci lentamente para não fazer barulho, e abri o zíper da calça dele, coloquei uma camisinha no pau dele, abaixei minha bermuda, e ali mesmo, com muito medo, mas muito tesão, ele começou me comer. Parecia que ele estava com muita fome, pois ele delirava, apertava minha cintura, e ali mesmo em pé, eu sentia muito tesão misturado com tensão.

Por fim gozamos, e a escada de madrugada passou a ser nosso point. Ah, se aquela escada falasse. Pena que me mudei do condomínio.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

08/01/2016 18:15:55 - hummm vdd mto bom encontrar alguem corajoso assm eu tive uma experiencia com segurança mas na rua eu comi ele na praça da cidade atras da arvore kkkk que loucura mas foi mto bom kkkkkk

15/12/2015 17:04:41 - ki delicia de segurança, eu não encontro um desses, vale a pena voce voltar e ir atras dele no condominio mesmo não morando mais lá.......kkkkk

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente