Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Sexo Anonimo: Do banheirão para o estacionamento

Moro em Brasília, e apesar de não sair com frequência com caras, tenho o maior tesão. Sou pinta de galego estrangeiro.

Vez por outra vou a algum banheiro público para ver a galera, pois sempre tem alguém batendo uma punheta. Hoje, no supermercado, não foi diferente. Mas o cara que trocamos olhares era um cara que parecia mais interessante que a maioria, e resolvi dar corda. Ele era alto, cabelo levemente grisalhos, e a pica dele parecia bem grande pelo que vi no banheiro.

Quando saio do banheiro, o cara chega até mim e fala que o carro dele está no estacionamento. Que tesão. Não aguentei e arrisquei para ver o que acontecia. Fiquei com receio de entrar no carro, mas resolvi tomar coragem e ver o que acontecia. Ainda mais porque ele falou que não iria sair do estacionamento do supermercado.

E de fato, não saímos do estacionamento. Mas ele me levou para um canto mais calmo do estacionamento e tirou a pica para fora da calça. Que tesão, que pica. E se alguém aparecesse? Afinal, de dia, em pleno sol, apenas em um canto do estacionamento? E teria câmaras?

O tesão falou mais alto. Tirei o short e mamei o cara no carro. Ele vendo a minha bunda branquinha e grande, fala que quer me comer. Onde?? A minha surpresa é que seria ali mesmo, no estacionamento do supermercado em plena luz do dia.

E foi o que aconteceu. Ele tirou uma camisinha do porta-luvas, meteu no pau e me enrabou ali mesmo. Que tesão. Que pica grande e gostosa.

De longe vi algumas pessoas passando, e paramos. Ele tirou a vara do meu rabo e me disse que queria me encontrar com calma. Marcamos para o meio da semana, na sua casa.

Apesar de não ter dado tempo pra nenhum de nós gozar, ele disse que essa foi apenas uma prévia do que virá. Que vai me comer e meter fundo.

Ao sair do carro dele e nos despedirmos, não aguentei de tesão e tinha que gozar. Fui para um outro canto do estacionamento e bati uma punheta bem batida. Que tesão. Não sou de fazer essas loucuras, mas o tesão falou mais alto desta vez.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

28/04/2016 20:51:25 - Nossa que delicia de aventura, espero que tenha rendido algo alem disto. rsrsrsrs valeu..

24/04/2016 15:58:15 - Beleza, faico no aguardo de algo.

24/04/2016 08:20:41 - Tbm quero!

24/04/2016 08:20:41 - Tbm quero!

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente