Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Sexo Anonimo: Rápido e intenso

Meu nome é Fernando, tenho um relacionamento estável muito gostoso com o meu namorado. A gente é parceiro de tudo e temos muito tesão um no outro. Somos flex, adoramos comer e dar.

Mas eu sempre gostei de variação, muito amor e tesão pra dar (e comer). Então, dia desses estava num aplicativo e comecei a teclar com um cara loiro, cabelos compridos, estilo meio hippie arrumado, magro, uns 30a. Tipo de cara para quem gosto de dar (se fosse novinho magro ou nerd, eu já ia querer comer). Fui vendo as fotos, inclusive do pau, e me interessei.

Ele falou "cola aqui", peguei uber e fui (pertinho de casa, uns 2 km).

Chegando lá, um quarto meio caótico, num prédio antigão e cheio de aptos. Ele me recebeu de cueca, com a jeba visivelmente dura e já dirigiu para ela minha mão, antes mesmo que eu colocasse (claro que eu faria isso de cara). Quando nossos lábios se tocaram, deu aquele arrepio, aquela química. Nos despimos rápido e eu já ia tirando a cuequinha dele, mas ele não deixou: "calma, quero foder bastante, temos tempo".

Ficamos no sarro, de cueca. Eu montei nele pra sentir a picona já massageando meu rego, mesmo com dois tecidos entre eles. Já fui relaxando e minha cueca foi ficando melecada. E ele falando "vai aquecendo, minha putinha, vai rebolando no mastro". Levantei, fiquei de pé em cima da cama, tirei a minha cueca e falei "não aguento mais esperar, me dá tua rola." Ele consentiu.... tirei a cueca dele e caí de boca, sem delicadeza nenhuma, eu estava sedento. Baita naco de carne, uns 21 cm.

Ele gemeu uns 3 min e disse pra parar, senão ele gozava. "gozar é no meu cu", falei. Ele deu um sorrisinho, encapou o instrumento (nunca transo sem, nem com namorado, porque quero transar saudável por muito tempo) e me mandou ficar de 4. "mas de 4, essa jeba, logo de cara?", balbuciei. "Sim, garanto que não se arrepende."

Pohan... doeu viu. mas só nos primeiros 2 min. Achei que não dava conta. E ele: "relaxa, daqui a pouco vai chegar na sua próstata. Acontece pq meu pau é comprido". Chegou. E aí pirei: "me fode muito, gostoso, estoca estoca mais". E ele zen, só com a piroca lá dentro, dava uma bombada a cada, sei lá, 30 s. eu me retorcia, mordia fronha, dedo, calava (pq tinha um cara no quarto ao lado, roommate dele), ia pro céu retornava. Até que o safado dá uma respirada mais forte... gozou! E eu achando que ia durar muito!

Aí ele declarou "delícia de cu, gozei rápido porque não transava há uma semana. Como é bom te beijar, que encontro massa." Eu estava meio decepcionado com a rapidez. Ele percebeu: "vamos dormir agarradinho aqui uns 15 min, aí a gente acorda e continua. fico duro rápido"

Aí eu animei e me abracei com aquele macho, esperando a próxima. Mas ela fica para a próxima vez.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/http://disponivel.uol.com.br/Inteligentegostoso



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

14/10/2016 10:35:16 - humm delicia....tambem quero...

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente