Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Sexo Anonimo: Entregador de pizzas

Cheguei de São Paulo, por volta de meia noite, havia levado minha mãe, e iria ficar o final de semana sozinho em casa. Como cheguei tarde, não queria fazer o jantar, solicitei uma pizza, e enquanto espera a chegada fui tomar um banho. Antes de terminar, tocaram o interfone, atendi, era a pizza. estava molhado, com uma toalha enrolado.

Coloquei um roupão, e atendi a porta. Para minha surpresa era um jovem, creio que 18 anos, pois estava com cabelo de reco ( parecia soldado do exercito). pedi para ele entrar enquanto pegava o dinheiro, me desculpei pelo roupão, ele sorriu, e falou. Não tenha pressa essa é a minha ultima entrega, não vou voltar a pizzaria.

Falei rápido, então coma comigo, não gosto de comer sozinho. ele sorriu, na boa respondeu.

Batemos um bom papo, quiz saber como vivia e como era no exercito, e se valia a pena trabalhar na entrega.

Ele me contou com tranquilidade tudo que perguntei.

Sentamos na sala, após comer, e como estava de roupão, ele não tirava o olho das minhas pernas; Percebi e procurei me mexer para que o roupão abrisse o quanto podia. não deu outra, ele se mexia muito no sofa. Propus assistirmos um filme, e pedi para ele sentar próximo, numa maneira de melhor ver a tv.

Aos poucos fomos nos aproximando, e não deu outra, nos agarramos, nos beijamos, ele me chupou com vontade Pediu para tomar banho, pois, estava muito suado.

fui com ele ao banheiro, e tomamos banho juntos, foi uma delicia, nos esfregamos, e nos acariciamos de uma maneira incrível, nunca tinha transado um homem, mas queria comer aquele garoto de qualquer forma. Mesmo molhados fomos para a cama, chupei beijei, lambi sua bunda e comi com muito gosto. Não senti dificuldade de penetrar, o que me indicou que ele estava acostumado a dar, diferente de mm, que nunca tinha sido penetrado.

Mas queria também dar pra ele, era um tesão, corpo atlético, magro, pouco pelo, depilado, uma cor bonita, um pênis maravilhoso apesar de ser menor que o meu, um tesão realmente.

Dei um tempo e comecei a chupar seu pau, até ficar totalmente duro, e fiquei de barriga para baixo, pedindo para ele me penetrar., pedi que fosse devagar. ele me lambeu, enfiou a língua no meu cu, e depois começou a penetrar.

Quando entrou a cabeça, quiz parar, mas ele estava por cima, e não permitiu, e foi enfiando devagar, a cada centímetro me doia mais, parecia que estava entrando uma garrafa alargando tudo.

aos poucos foi entrado, quando senti o saco encostar na minha bunda, percebi que ele estava totalmente dentro, e começou a se movimentar. Nossa, foi uma delicia, nunca tinha sentido prazer tão grande.

Até senti que ele gozou dentro, senti o jato quente. e aos poucos ele foi acalmando e ficou por alguns minutos deitado sobre mim.

Queria fechar as pernas, mas não conseguia, ele estava dentro de mim, não me restando me acalmar e esperar.

Depois, tomamos banho, e assistimos um filme. Ele dormiu em casa, e na manha seguinte quando acordou, já havia preparado o cafe, que tomou como todo jovem, com euforia. Voltamos a nos comer, agora com mais facilidade e menos dor.

Sempre que fico em casa só, ligo para ele e ele fica comigo à noite, é muito bom, foi uma experiência que não vou esquecer.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/sim



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente