Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Sexo Anonimo: Experiência do coroa passivo

Conheci um corroa na sala de bate-papo e marcamos no centro (RJ), ele bem mais velho eu tenho 40 ele deve ter uns 60, homem grande da área da saúde.

Nos encontramos e fomos direto para um hotel na Gomes Freire lugar apropriado segundo ele. Foi minha primeira vez com alguém adulto bem mais velho. Já tinha saído umas duas vezes com gente bem mais nova em torno de 25 anos.

Chegamos como de costume muito quente. Fomos tomar banho separados um de cada vez. Tudo normal, abrimos uma cerveja para descontrair e conversamos um pouco. Ele tomou a iniciativa de começar as caricias, estava os dois só de toalha, no começo foi bom até que comecei a ficar excitado com a boca dele. Muito bom um 69. Eu lambendo o rabo dele bem liso. Muito bom. Ele mamando tudo.

Até que chegou o momento que ele pegou meu pau, colocou camisinha e ficou de quatro para eu enfiar naquela bunda grande. Tentei, mas não conseguia. Meu pau perdeu a potência. Nunca tinha me acontecido cara, mas não consegui. Quando olhava aquele cara bem mais velho não dava. Não sei. Estava preparado, sabia o que ia encontrar e nada. Ele com a experiência começou a mamar mamou muito e nada de voltar ao normal. Ai falou: Vou tentar outra coisa pode ser?

Eu falei pode. Não sabia que ele ia lamber meu rabo e enfiar o dedo no meu cu. No começo senti um incomodo e falei acho que não vai ser legal e notei que ele começou a ficar mais excitado. Antes o pau dele tinha ficado igual o meu meia bomba, mas agora começou a ficar duro. E ai ele pediu se podia brincar para descontrair. Falei que nunca tinha deixado ninguém, mas se ele achava que dia dar certo. Tudo bem sem penetração total, tudo bem ele respondeu, falou para nos não perder a viagem e riu.

Beijou-me, começou a descer até meu pau para mamar e me colocou na posição frango assado. Mamou, lambeu meu rabo bem lambuzado e começou a pincelar o pau dele no meu rabo. Deixei pois era pequeno e como falou que não tinha penetração tudo bem.

Ele começou a dar suspiros. Meu pau coisa estranha não acham, mas foi brincando eu relaxando me beijava descia mamava esfregava e foi pra lá e pra cá até que um momento colou a boca dele na minha aquele beijo de língua gostoso mesmo ele era bem carinhoso nisso e foi de uma só vez ele enfiou aquele pau no meu cu caralho que dor fudida. Mas estava numa posição de que não podia sair e eu mesmo pelo extinto me movimentei e aliviou a dor mexi mais e ele falou viu como esta dando certo teu pau esta crescendo e foram algumas estocadas dele eu vou te falar ate que estava gostando, mas ele quando sentiu que meu pau estava duro tirou o pau dele de dentro do meu cu e sentou no meu que entrou tudo de uma só vez.

Ardeu muito à cabeça do meu pau, ele gritava: Viu seu safado teve que levar no cu para aprender a comer a bunda de coroa? Aprendeu? Sempre que quiser estou aqui para te dar energia pelo rabo, não vai virar veado agora, come meu cu seu puto goza tudo dentro do meu rabo que depois eu vou gozar no teu. Você quer? Quer mesmo? Fala seu safado!

Eu falei: Não quero! Não sou veado! Você me comeu, mas foi sem eu esperar, vai me come sim quero ser teu seu veado velho come teu garoto.

E ai foi às coisas começaram pela experiência dele, depois conto o que aconteceu entre eu ele e um travesti.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/podemos08



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente