Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Sexo Anonimo: Pedalando e mamando

Sabe aquelas coisas que acontece apenas uma vez na vida, isso aconteceu comigo.

Fui como de costume fazer minha pedalada semanal e sempre eu aumentava o percurso propositalmente para ver minha capacidade física.

Neste fim de tarde fui por um local que não tinha o costume de pedalar e quando vi meu pneu começou a ficar murcho, pensei estou ferrado longe sem como consertar o que fazer agora, comecei a empurrar a magrela e como era longe calculei que ia demorar quase uma hora e como tinha uns locais meio deserto apressei o passo.

Logo avistei de longe alguém vindo de bicicleta também mas me parecia ser uma criança alguém de porte pequeno, quando chego perto não era criança e sim um senhor baixo de mais ou menos uns 60 anos e viu minha situação pedindo se precisa de ajuda amigo.

Falei estou com o pneu furado eu acho e tenho que ir desta forma empurrando.

Ele falou se quiser posso te dar uma ajuda como é longe vc senta aqui no varão da minha e vamos junto vc vai segurando a tua fica mais fácil, falei não vai atrapalhar o senhor, ele falou senhor nada sou parceiro e nada vai me atrapalhar vai ser um grande prazer te ajudar amigo.

Me ajeitei no varão da bike dele segurando a minha e fomos embora, ele pediu desculpa por ter ir roçando as coxas em mim no pedalar, falei que nada pior é ter que empurrar ate em casa e rimos.

Só que sentia que cada vez ele se esfregava com mais força e me ajeitei ele desculpa e varias vezes desculpa ate que ele falou vamos trocar de lugar, não tenho muita habilidade em levar alguém assim, paramos trocamos o lugar e continuamos ai eu que pedi desculpa por ter se esfregado nele ele prontamente falou continua que estou gostando virando e me tascando um beijo na boca que quase caímos, paramos e fiquei sem ação, ele prontamente colocou o pau pra fora meia bomba uma pica enorme, grande mesmo acho que deve ter mais que 23cm parecido com aquele negão da internet, nunca tinha visto aquilo e falou não se assuste não faz mal a ninguém e riu, em ainda na bicicleta ele veio me apalpar e nos beijamos ele um coroa todo liso com uma pica daquele tamanho me deu um tesão (olha que não tenho muito tesão em homem) mas aquilo como foi fiquei com meu pau tímido pela diferença de tamanho (uns 16cm grosso) ele abocanhou e falou que delicia uma pica bem dura e mamou muito engolia tudo sentia bater na garganta dele e pediu me masturba por favor, peguei com as duas mãos aquilo tudo parecia uma jiboia ele mamava nisso me deu uma vontade de sentir aquilo de perto e me abaixei para dar uns beijos e coloquei aquilo na boca me encheu que coisa gostosa aquela pica que so entrava a ponta o restante eu ficava com as duas mãos punhetando e a boca cheia daquela pica, ele pode mamar a vontade não endurece mais do que isso, mama viado e chupei muito mesmo.

Ele vamos continuar aqui mesmo ou vamos la em casa, moro aqui perto estou sozinho meu parceiro esta viajando, ele morava com um outro homem ai me deu mais tesão ainda, falei sera que da tempo ele que coisa e voltou a me mamar mas em instante enchi a boca dele com uma gozada gostosa de gemer alto, ele veio me beijar com aquela porá toda escorrendo nos cantos da boca, que beijo gostoso ele falou agora sim podemos ir e terminar o que começamos, sim pegamos as bicicletas e fomos la sim foi delicioso nos chupamos num 69 gostoso eu querendo ver se aquela pica enorme realmente não endurecia e ficava so naquele quilate ele você quer tentar mesmo, meu parceiro pede as vezes não curto muito mas conseguimos um pouco não precisa tudo fiquei congelado e falei vc ajuda e prontamente fui ficando de bruços ele lubrificou bem aquela coisa enorme já mamada por mim meu rabo também e falou só não gozo dentro de vc tudo bem, falei claro e la veio ele, nossa que coisa arrepiante quando ele encostou a cabeça enorme vermelhona na porta do meu cu me deu um tremor mas resisti ele com habilidade falou deixa comigo agora e segurava a ponta e forçava, vai doer mas so um pouco e forçou com muita força não é que entrou a cabeça do pau dele no meu cu ardendo, doeu muito mas me soltei queria mesmo sentir aquilo que era fora do normal e foi entrando acho que bem mais que a metade da pica já estava atolada no meu rabo e pedi põe tudo agora ele não e fácil, fui rebolando mexendo indo e vindo e quando dei por mim estava sentindo o saco dele tocar na minha bunda, estava tudo la dentro ele falou vc é guloso meu parceiro nunca conseguimos colocar tudo, mas vc me deu um tesão que facilitou seu viadinho guloso e socou muito, ardia, doía muito ate que comecei a me gozar com ele me punhetando e pedi goza em mim ele não consigo não e fácil, bombom mais um tempo e falou se segura que vou tirar e gozar fora, eu não queria mas ele tirou que saiu puxando tudo pra fora fiquei todo melado, sujo e sangrando ele eu te falei para ir devagar, passou a mão no meu rabo e me mostrou o sangue fiquei possuído de tesão com aquela dor ardume e sangue tudo junto e fui mamar o pau dele ele falou pera ai, se limpou um pouco e fomos para o 69 de novo ele começou a urrar parou de me mamar e gritava vou gozar , vou gozar e começou aquela pica ficar com as veias saltadas e começou a jorrar aquela porá toda na minha boca, não parava mais, gritava, gemia foi delicioso, eu engolia e não parava mais de sair ate que deu um gemido forte e se soltou todo, eu nunca tinha bebido esperma mas gostei muito.

Nos recompomos depois de vários beijos ele me elogiou que eu era melhor que o parceiro dele que demorava muito tempo para fazer ele gozar e comigo foi fácil, estas coisas que se fala depois de uma boa trepada.

Se limpamos e fomos arrumar minha bicicleta, na garagem nos beijamos de novo e ele me mamou novamente, tarado estava nos dois.

Ai chegou o companheiro dele, um cara lindo gostoso ele pediu o que estão fazendo aqui falamos do problema com o pneu ele só isso mesmo, ele falou vc precisa ver a habilidade que ele tem e me convidaram para vir outro dia para nos conhecer melhor e se tivesse um amigo seria melhor.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/podemos08



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente