Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Sexo Anonimo: Aventura na praia

Para começar venho aqui trazer uma historia que me aconteceu recentemente. Me apresentando sou Petrus sou negro 30 anos malhado, bem educado, solteiro, dono de um dote de 23cm, e que tem muito leite.

A uns 15 dias atrás acordei cedo, cheio de tesão, pensei em me masturbar já que não sou casado, mas algo atrapalhou esse desejo, dai fui me dedicar aos afazeres domestico, e preparar a comida da semana, já depois de tudo feito decidi sair e tava pensando em qual lugar iria resolvi ir a praia retocar o bronze negro.

Cheguei a praia por volta de umas 13hs, fui a uma barraca e lá fiquei tomando umas cervejas e ja me deparei com um cara bronzeado camarão, malhado, olhos verdes, coxas e traseiro enormes que mais pareciam bolas de basquete enxertadas na bunda de tão dura. La nos entreolhamos mas ele não dava pista alguma, algo que chamava a atenção: Além daquele belo traseiro, era seu desenhado peitoral e com pelos que quando saia da agua ficavam perfeitamente lisinhos. As horas se passaram e já no finzinho da tarde e cheio de tesão decidi caminhar pela orla e pensar, mas antes disso ele se levantou e foi caminhando. Enquanto isso me desviei de seu olhar e fui pagar a conta e seguir meu plano.

Foi ai que começou a grande surpresa, andava e pensava naquele cara lindo, e ja depois de caminhas uns 2 km tem uma região da praia com pequenas entradas na areia de morro e ao olhar deparei-me com o dito cara, ele desta vez me encarrou, fitou-me os olhos que até me deixaram sem graça, mas segui olhando e correspondendo, sentei-me na areia ai ele desceu, foi mergulhar e voltou. Só que veio em minha direção, educadamente deu boa tarde, e perguntou se podia sentar ao meu lado na areia. Disse sim por favor, começamos um papo legal, ele contou que nunca tinha transado com homens mas sentiu vontade de transar comigo. Disse que meu olhar despertou nele um desejo de saber e se aventurar. Como o local era deserto, fiquei imaginando mil coisas. Foi quando ele disse vamos até ali na gruta, você topa? Eu disse sim! Ai começou o melhorar.

Fomos e lá chegando ele de cara veio apalpando minha coxas grossas pegando na minha bunda, e por fim segurava com vigor meu caralho de 23cm. E disse: Porra nunca via algo tão grande e grosso, e gostoso de pegar. Eu então disse: Sinta a vontade para realizar suas fantasias. Então ele se ajoelhou, tirou minha sunga e caiu de boca. Puta que o pariu, nunca tinha sido chupado por uma boca tão macia e quente como aquela, parecia um veludo, ele chupava como se fosse o último pau que ela ia chupar. Quase gozei. Ai ele disse: Quero tudo, quero beber sua porra, e depois quero que você me coma. Quero sentir como é isso.

Ai mandei ele cair de boca e chupar. Ele gemia feito um bezerro com aquela boca macia. Depois de uns 10 minutos, 8 jatos de porra fervente jorraram para dentro dele, ele louco e delirando bebeu cada gota da minha porra. E ai ficamos nus na praia pois já era noite e fomos mergulhar. Ficamos uns 15 minutos na água. E ai ele disse ta pronto pra me comer? Eu disse: Sempre.

Saímos da água e retornamos ao local onde tínhamos deixado nossas roupas. Ele novamente caiu de boca, e depois levantou-se virou e disse: Quero dar pra você cara, quero que me faça de seu puto. Nossa com aquilo meu caralho turbinou, e mesmo sem capa, fui enfiando meus 23cm de rola naquele rabo. Nossa que rabo macio apertado e virgem, a cada centímetro que entrava ele gemia feito louco. E dizia: Nossa que pica quente e grossa gostosa. Enfia mais, enfia tudo, seu puto que ser seu meu macho.

Enfiei devagar até o talo. Ele gemia feito um vadio, que tinha descoberto o prazer, comecei a socar e socar e socar. Ele gemia e dizia: Vai me estupra meu macho, me deixa sedento de ser seu puto pra sempre. Meu pau inchou tanto que sentia as veias pulsarem e ele disse que tava sentindo também. Foram 30 minutos de uma foda que terminou com 10 jatos fartos de porra fervente dentro daquele rabo maravilhoso. Daquele homem musculoso e másculo, que descobriu o prazer anal e de saborear um leite fervente de um negro.

Nossa nunca gozei tanto e com tanta sensação de saciedade e quero mais com aquele cara. Espero repetir a dose novamente.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente