Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Sexo Anonimo: Na obra da minha casa

Hoje sou um homem casado tenho 60 anos, cabelos castanhos escuros, olhos azuis um pouco acima do peso, porém sou totalmente depilado não tenho trejeitos afeminados, sou muito discreto perante a sociedade, mas na cama com outro homem eu solto a franga sou bem putinha adoro mamar uma rola, amo beijar e dar o cuzinho em todas as posições, mas me escondo no armário.

O que vou contar aconteceu, já faz algum tempo, em uma casa que havia acabado de comprar e que apenas pintei e apliquei um produto no piso, pois então vamos ao que rolou, um amigo me indicou uma empresa conhecida para fazer o serviço do piso. Chamei e vieram o Marco e o Luiz trazido pelo João sendo que nesse dia vieram fazer o orçamento uma vez que eles estavam, em uma obra próximo de casa.

Naquele dia o João fez o orçamento como eu aceitei ele deixou a máquina de raspar e demais apetrechos e foi embora, pois já era no meio da tarde e o Marco e o Luiz ficaram na obra para guardar os materiais e deixar tudo pronto para o dia seguinte, ficamos conversando e eles me disseram que estavam com fome pois não tinham almoçado, assim como eu também não, então convidei para me acompanhar pois eu estava pintando o teto da cozinha eu estava de short e camiseta mas por baixo usava uma calcinha fio dental branca como de costume.

Pedi um bom lanche na padaria próxima e algumas cervejas pois fazia muito calor, comemos e bebemos falamos bastante bobagens, e nesse papo me chamava a atenção o volume que o Marcos tinha no meio das pernas ele um moreno com cerca de 1,80 muito forte, cabelos curtos com um corpo bem definido mas pouco falava e o Luiz um homem claro com tipo normal com cerca de 1,75 magro muito falante, cabelos curtos mas que adorava falar sobre futebol, sexo e suas aventuras.

Bebemos e comemos eles até deram uma força e acabaram de pintar o teto para mim estava próximo do fim da tarde o Luiz me pediu se podia se lavar pois estava com o pó do trabalho e com tinta eu prontamente deixei e indiquei o banheiro a ser usado e disse que também iria tomar banho para ir embora como ele não tinha sabonete fui buscar ele deixou a porta aberta eu voltei com o sabonete e o encontrei embaixo do chuveiro mexendo no pau duro não tive como não ver então ele me disse tenho a impressão que você curte rola. Gostou quer pegar, eu a princípio fiquei sem resposta mas ele mencionou eu vi que você está usando calcinha quando você abaixou para pegar aquele guardanapo que caiu.

Eu sem graça falei sim estou usando calcinha, então ele me disse entre vamos brincar e o Marcos estava atrás de mim a tudo ouvia sem falar nada a única coisa que ele disse vai lá vamos todos brincar e já começou a se despir então pude ver aquele cacete preto meia bomba, então eu também já tirei a camiseta e o short e fiquei só de calcinha ele me encochou e disse você deve ser uma bichona bem gostosa.

Fui lá com o Luiz e abaixei e comecei a chupar aquele pintão reto cheio de veias não muito grosso devia ter uns 18 a 19 cms, eu engasgava com cada estocada que ele dava e sentia o dedilhar com sabonete no meu cuzinho um dedo depois dois enfiando com a agua caindo depois de separar a calcinha de lado que tirei logo em seguida.

Resolvemos dar uma ensaboada e sair para deixar o box livre para o Marcos e fomos arrumar um sofá que havia ficado na casa ali eu continuei a chupar a rola dele e num 69 ele passou a linguar meu cuzinho eu fui as nuvens que tesão, com aquele pintão na boca e logo em seguida o Marcos chega e me apresenta seu cacete que também passo a chupar que delicia minha boca depois de uns 20 minutos já doía de tanto chupar e passei a pedir me come, enfia tudo mete e o Luiz me deixou de 4 e enfiou tudo numa só estocada aquilo doeu, mas nem falei nada pois chupava o cacete do Marcos que estava deitado de barriga para cima facilitando para eu levar rola e chupar.

O luiz meteu bastante e batia na minha bunda tirou encapou com uma camisinha e dizia cuzinho gostoso, bichona, putão, viadão vou te comer todos os dias que trabalhar aqui, senti o primeiro gozo do Marcos na boca engoli tudo deixei o pau limpinho e pude sentir nos movimentos que fazia para piscar o cuzinho que o pau do Luiz já estava inchando e ele me posicionou de frango assado me beijou freneticamente o que eu amei e retribui e pedi goza na sua bicha macho gostoso e ele urrou e gozou gostoso ainda ficou um pouco com o pau dentro de mim e quando tirou ele arrancou a camisinha e me deu para outra chupada e limpeza.

Levantei fui ao banheiro tomei um banho rapidinho e voltei para o sofá onde Marcos deitado me esperava me ajeitei ao seu lado e passamos a trocar beijos e toques ele no meu cuzinho e eu em seu pau e seu rosto abocanhei novamente seu pau que já estava duro chupei bastante ele era mais grosso e cabeçudo que o do Luiz.

Depois de uma bela chupada eu ia sentar mas o Marcos também quis dar uma linguada no meu cuzinho então virei para 69 eu chupava o seu saco sua rola e ele me linguava o cuzinho que delicia ficamos assim até que eu pedi me come me arromba e sai me posicionei para sentar naquele pau de frente para o meu macho, fui sentando devagar pois era grosso e entrava rasgando quando sentei na sua coxa ele estava todo dentro parei e me acostumei com aquela jeba me preenchendo e comecei a cavalgar devagar parava e beijava ele na boca de língua que delicia então sai deixei ele encapar o cacete e sentei novamente dessa vez entrou mais fácil aumentei os movimentos e gozamos juntos eu gozei no seu peito e ele antes de gozar deu muitas estocadas e gozou gostoso.

Ficamos um pouco quietos com ele dentro do meu cuzinho que estava em brasa e aos poucos foi amolecendo o cacete e tirou eu arranquei a camisinha e chupei mais uma vez aquela gala e a minha que estava escorrendo pelo seu peito.

Levantamos e fomos tomar banho ele ensaboou e lavou meu cuzinho e eu seu pau nos beijamos muito eles se arrumaram e foram embora voltaram no dia seguinte e ficaram comigo trabalhando e metendo por três dias seguidos que delicia fiquei esfolado de tanto dar o cu e com a boca doendo de tanto chupar.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/ksado4



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente