Já é assinante?
Esqueci a senha

 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Sexo Anonimo: Aconteceu no ônibus na viagem

Aconteceu na semana passada quando retornava de dois dias cansativos de trabalho em SP. Tenho 43 anos, careca, 1,80, 86 kg, branco, casado. Minha viagem de volta demora em média 6 horas. Quando entrei no ônibus, fui pra minha poltrona de costume 42 e me deparo com um homem que aparentava uns 50 anos no máximo .

Nos cumprimentamos, trocamos algumas palavras e seguimos viagem. Passado algum tempo, percebo que ele olhava disfarçadamente para meu pacote que já começou dar sinais de tesão, afinal estava já alguns dias sem meter. Quando saímos de SP, percebo que ele olhava mais para o meu pau que nessa altura já estava pulsando na calça. Propositalmente dei aquela ajeitada e ele percebeu que eu estava afim de sacanagem. Ele fechou a cortina do ônibus e eu encostei minha perna na perna dele e logo ele começou a me palpar.

Comecei a me excitar cada vez mais, queria que ele oegasse na minha rola que ja estava latejando de tanto tesão. Tirei ela pra fora já a ponto de bala e babada. Ele pegou a jaqueta e a cobriu e começou aquela punheta gostosa, apertando com força e eu retribuia fodendo a mão dele. Tudo no maior silêncio e discrição, pois o ônibus estava lotado, vez em quando parávamos quando alguem vinha ao banheiro e logo depois continuávamos aquela sacanagem gostosa. Em seguida ele desabotoou sua calça e deixou eu enfiar o dedo no cuzinho dele, quando fiz isso ele rebolou gostoso no meu dedo e eu cochichei no ouvido dele que queria que ele me chupasse.

Demos um tempinho e em seguida ele abocanhou minha rola toda babada de tanto tesão. Foi uma delícia sentir aquela boca quente e macia na minha rola que não é tão grande, mas bem cabeçuda (17×8). Ele mamou bem gostoso, sentia os lábios dele descer até o talo, queria gemer alto, mas não podia, entrei em êxtase... Logo ele tirou a boca e me disse que queria sentir ela nele, trocamos de lugar silenciosamente e ele abaixou sua calça, quando mesmo no escuro pude perceber uma bunda carnuda, lisa, do.jeito que eu gosto.

Viramos de lado, em silêncio total, pois todos no ônibus nessa altura já dormiam. Eu passei cuspe na cabeçona do.meu pau e ele direcionou ela naquele cuzinho quente, eu esfregava o pau no cuzinho dele, e ele dava uma pequena rebolada, muito tesao... fizemos isso duas vezes, na terceira vez, peguei uma camisinha na minha na minha bolsa, coloquei ela no pau, ele se virou mais de lado e aos poucos fui enfiando cada centímetro do meu pau naquele cuzinho gostoso. Quando estava todo dentro, ele começou a rebolar bem devagar, me deixando maluco. Fui estocando fundo, preocupado com os outros.passageiros, mas o tesão era maior, gozei gostoso, enterrando toda a pica naquele cu gostoso de macho maduro. Foi uma gozada maravilhosa.

Disfarcei, levantei e fui ao banheiro. Me limpei e quando voltei ele me disse sussurando que meu pau era uma delícia... Ele era muito bonito e gostoso. Nos deitamos nos bancos e cochilamos. Logo estava na minha cidade, nos despedimos e eu desci do ônibus e ele continuou sua viagem. Foi uma ótima foda no busão. Pra vc que gosta de se sentar nos bancos 41 e 42 com destino a Assis ou Presidente Prudente, quem sabe a gente viaje junto qualquer dia desses e quem sabe podemos curtir...

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/casadoassisatv



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente