Já é assinante?
Esqueci a senha

 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Sexo Anonimo: Fodida fenomenal

Lá estava eu, com toda a minha timidez, entrando em uma Danceteria LGBT, que nunca havia conhecido. Tudo era novo, eu me sentia em outro mundo. Aqueles belos homens nus, dançando em suas Gaiolas (Gogo Boys), e o frenético ritmo da música, somada aos efeitos especias da iluminação laser e robotizadas, enfatizadas pela fumaça de glicerina...

Tudo aquilo foi me envolvendo, e logo perdi toda a timidez. Foi ai que vi um Quarto escuro (Dark Room), onde as pessoas entravam para fazer sexo. Me joguei lá, rapidamente, para que poucas pessoas pudessem ver eu entrando. Ficava ao lado dos Sanitários.

Lá, conheci Elliel, e ficamos íntimos. O tempo passou, e um belo dia ele me chamou para ir até a casa em que morava, em Ribeirão Preto. Aceitei o convite de prontidão...

Quando cheguei, ele mal podia acreditar, ficou irradiante. Logo que entramos em seu apê, foi arrancando minha roupa, e chegando por trás de mim com o pênis pronto para penetrar. Me pôs deitado no chão, de nádegas para cima, e foi com tudo, de uma vez.

Naquele instante, eu sentia um prazer indescritível. Ele era uma máquina de fazer sexo. Punha e retirava o membro muitas vezes por segundo. Meu anus começou à ferver, eu já não aquentava mais...Não sabia qual era maior, se a dor ou o prazer. O Pênis dele era ótimo, grosso, duro, comprido...parecia que não iria gozar nunca! Eu pedi arrego. Pedi à ele que me desse uns minutinhos para esfriar o cano do fiofó, mas ele fez que nem ouviu...

Continuo me fodendo muito...Socorroooooo! Depois de uns 30 minutos de sexo anal intenso, enfim ele gozou.

Encheu meu anus de esperma (Achei que poderia ter problemas com DST, mas fiz todos os testes e tudo negativo). Dai eu pensei que pudesse descansar por pelo menos uma hora. Estava errado! Não havia passado nem 5 minutos, olha ele com aquele telescópio prontinho para enfiar no meu rabo...

Nem conseguia acreditar no que eu via. E pensei...Agora ele extrai o meu anus, vou ficar sem ! Parecia que estava saindo já fumaça da bunda, de tanta metida que ele me dava. Que tesão mais louco! Dai, após uns 15 minutos ele gozou pela segunda vez. Eu estava todo molhadinho...

De suor, por fora, e de porra, por dentro. Insano! Depois, fomos tomar banho. Ele me lavou, e eu lavei ele. Assim que saímos do banho, pensei que ele fosse descansar, comer algo enfim... Nada, no cardápio dele só tinha u, e era só o meu...E lá vamos nós de novo. Depois da quarta vez, no mesmo dia, enfim ele modificou o cardápio, e fomos para um formoso 69, onde quanto mais ele me deixava excitado, mas eu deixava ele excitado, lambendo a glande com a ponta da língua, passando no canal da urina, no contorno do cacete dele, enfim muita empolgação de ambas as parte.

Foi tão intenso e tão inesquecível, que nada até hoje superou isso. Ficou impregnado na minha memória. Depois, fui morar em outro estado, muito longe dele, e nunca mais nos encontramos. Foi igual à um fogo de artifício daqueles mais fantásticos que existem, que sobem, explodem, dão o seu grande show, mais depois se acabam...e fica a lembrança ! <3 :)

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/Deliciaexorbitante



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente